Estrutura da Informação – Títulos, Rich Snippets e Breadcrumbs

Por ,
em

Estrutura da Informação – Títulos,  Rich Snippets e BreadcrumbsComo bem sabemos, a Estrutura da informação de um website é responsável por identificar informações por nível de importância, e através de uma organização simples, conduzimos o visitante pelo website e seus conteúdos com clareza e objetividade.

As quatro origens

Quando criamos a estrutura de uma página, deve ser observado à origem do tráfego, dado que ela pode se apresentar de quatro maneiras distintas:
Busca orgânica, Links patrocinados; Links externos (links de outros sites, e-mail marketing, banners) e acesso direto;
A partir da origem do tráfego a estrutura da informação entra em ação para que o visitante identifique as informações e inicie a navegação e quando a origem provem de busca orgânica ou links patrocinados, o visitante inicia o contato com a informação a partir do título e descrição da página, estes dados aparecem no resultado da busca nomeado SERP(Search Engine Results Page – Página de Resultados do Mecanismo de Busca) .
resultado da busca nomeado SERPPerceba que o título da página e a descrição do site compõe a informação exibida no resultado de uma busca, tornando-se o primeiro contato entre seu website e o visitante. Podemos classificar o título e a descrição (Ambos localizados entre as tags <head></head> e marcados respectivamente com  <title>Título da página</title> e <meta name=”description” content=”Descriçao da página”> ) como as informações mais importantes que devem ser otimizados dentro de seu website.

Títulos

Na linguagem de marcação HTML, existem alguns títulos de diferentes informações, cada um deles possuindo especificidades diferentes, objetivando identificar o conteúdo exibido.

Entes os títulos de um website temos:
Títulos da página(<title>) – Localizado na <head> responsável por identificar a página.
Título do conteúdo (<h1>) – Assim como um texto impresso de livro ou revista, todo conteúdo deve ser identificado com um título e obrigatoriamente deve ser marcado entre as tags <h1></h1>, dado que <h2> à <h6> são subtítulos. As informações marcadas marcadas em  H1 compõe a estrutura da informação e devem se relacionar com o título da página <title>, dado que quando acessamos um site através de um busca, o resultado mostrado deve se relacionar com o título do conteúdo, ou seja, o título da página <head><title>Estrutura da informação – Títulos, Rich Snippets e breadcrumbs | Conversion</title></head> deve estabelecer relação com o título do conteúdo <h1> Estrutura da informação – Títulos, Rich Snippets e breadcrumbs</h1>.
A partir desta premissa criamos o primeiro nível da Estrutura da Informação, onde o visitante poderá identificar o conteúdo que está prestes a ler com a certeza de que está no lugar certo e lendo o conteúdo certo.
Títulos de links e imagens – Responsável por exibir um pequeno trecho de texto quando repousamos o mouse sobre eles, tais informações são marcadas como atributos dentro da tag do link ou da imagem (<img title=”Título da imagem ou link”>).

Rich Snippets – Identificando o conteúdo

Agora que sabemos as premissas de uma estrutura para o usuário, temos que identificá-las também para os robôs do Google. Identificando os conteúdos, suas informações serão classificadas por assunto e serão exibidas para o público de forma direcionada, ou seja, identificando o assunto do conteúdo postado,  classificamos as informações que estamos exibindo em uma categoria de informação específica.
Exemplo:
Temos um website com o intuito de abordar temas relacionados a música Rock and Roll.
Podemos identificar o site e o conteúdo como uma site de músicas voltada para Rock and Roll, criamos dois parâmetros de identificação, ou seja, de antemão os robot’s  são informados que o conteúdo que irão encontrar neste site são músicas relacionadas ao gênero Rock.
A partir da identificação do conteúdo, o resultado da pesquisa torna-se qualificada principalmente  para os leads qualificados, ou seja, aqueles interessados em Ler sobre o assunto voltado para música Rock.
Existem inúmeros Rich Snippets para identificar um conteúdo e certamente seu website se enquadra em algum Trecho Rico e poderá se tornar um website classificado por assunto.
Vejamos um exemplo:

Foo Fighters

Vídeo: Entrevista com o Foo Fighters

Veja esta entrevista exclusiva com Dave Grohl e os integrantes Foo Fighters sobre seu novo álbum.

Música

Rope

Duração: 4:05 - 14300 Visualizações

Tocar Comprar

Próximo show

Memphis, TN, US

20 de maio

Comprar Entradas Mid America Center

Os dados citados acima podem e devem ser marcados da seguinte forma:

Foo Fighters

Vídeo:Entrevista com o Foo Fighters

Veja esta entrevista exclusiva com Dave Groh e os integrantes Foo Fighters.

Música

Rope

Duração: 4:05 -14300 Visualizações

Tocar Comprar

Próximo show

Memphis, TN, US

20 de maio

Comprar entradas

schema.orgA organização responsável por fornecer informações sobre os Rich Snippets é a http://schema.org e a lista de assuntos que podem e devem ser identificados pode ser acessada através desta url http://schema.org/docs/full.html.
 

Qualidades e diferenciais que os Trechos Ricos oferecem

A formidável qualidade do Rich Snippet, além da identificação do conteúdo, é a diferenciação que o resultado de uma busca exibe, tornando o seu resultado mais impactante e consequentemente mais acessado, onde podemos identificar conteúdos específicos e exibi-los na SERP.

Um exemplo claro do poder dos Rich Snippets é o resultado na SERP com estrelas de avaliação.

Em uma página de conteúdos informativos ou uma página de um produto ou serviço, podemos usar um sistema de comentários e avaliação do conteúdo, produto ou serviço, dado que os visitantes da página podem votar sobre a qualidade do texto ou produto exibido, e esta avaliação acaba por ser exibida no resultado da busca com estrelas.

Rich Snippets

As informações para identificar comentários e avaliações podem ser encontrados através destes links:

http://schema.org/Review

http://schema.org/AggregateRating

A medida que identificamos nossos conteúdos, podemos testar seu funcionamento com a ferramenta de teste de Rich Snippets:

http://www.google.com/webmasters/tools/richsnippets?hl=pt-BR

Inserindo a url de sua página no campo url, o sistema identifica os trechos ricos de sua página e informa se existe algum erro na estruturação de seu Rich Snippet.

Breadcrumbs

Agora que já sabemos como e porque iniciar uma estrutura de informação e como identificar um conteúdo, temos que cuidar da navegação do usuário dentro do seu website.

Felizmente, existe uma ferramenta capaz de identificar para o visitante e para os robot’s, a localização que se encontra dentro do site, informando o caminho percorrido dentro do mesmo para chegar até aquela informação.

As migalhas de pão de João e Maria

breadcrumbRelembrando um pouco sobre os contos de fadas que as nossas mães contavam na nossa infância, temos a história do João e da Maria, duas crianças que foram passear na floresta e para não se perder, jogaram migalhas de pão pelo caminho e para voltar para casa, bastava seguir a migalhas pelo chão e encontrariam o caminho de casa, infelizmente os passarinhos comeram todas as migalhas pelo caminho e eles se perderam na floresta.

O breadcrumb (migalha de pão) funciona exatamente como na história do João e da Maria, porém, sem passarinhos para comê-los, exibindo o caminho de links dentro do website até chegar na Home.

Os breadcrumbs devem mostrar todos os links das páginas mães em um caminho de links e são extremamente necessários para a boa navegação das páginas, um exemplo de breadcrumb é o exibido nesta página, logo acima do título do conteúdo, onde temos o primeiro link mostrando o início do website, as categorias que a nossa página foi identificada, e o nome da página que estamos localizados.

Este sistema de links deve estar visível em todas as páginas de um website, exceto na home, dado que o início de um website é o princípio para todos os caminhos que um visitantes pode tomar.

As migalhas de pão devem estar englobadas por uma div com sua classe ou id com o nome “Breadcrumb”, desta forma os robot’s o identificam como um breadcrumb e conduzimos o robo pelas links de seu breadcrumb.

Pensemos como os robot’s navegam por um website, o robot é uma rotina de programação que tem por objetivo ler e interpretar tudo o que ele encontra em seu caminho e quando encontra um link, o robot se divide em dois, para que o primeiro termine de ler o conteúdo da página que ele se encontra e o outro segue através do link para a próxima página, e assim sucessivamente até ler todo o website, e depois levar as informações coletadas para avaliação do site e posicioná-lo no resultado de busca.

Lembre-se que os breadcrumbs podem e devem ser identificados com Rich Snippets segundo este link:

http://support.google.com/webmasters/bin/answer.py?hl=br&hlrm=en&answer=185417

Obtendo a seguinte estrutura de links:

Home >> Página mãe >> Página atual

Esta estrutura também irá aparecer na SERP tornando o seu resultado mais impactante.

Conclusão

Aprendemos que uma boa estrutura da informação, aliada à identificação do conteúdo e uma boa estrutura de navegação, otimizamos o site para o visitante, seja ele uma pessoa ou um robot e assim criamos conteúdos otimizados para SEO e consequentemente ganhamos bom posicionamento nos resultados busca segundo a qualidade e referenciação de seu conteúdo.

Até o próximo post.

A Conversion na mídia
Rede Globo de Televisão SBT Rede Record TV Bandeirantes Portal do UOL Yahoo Notícias Diário do Comércio e Indústria
Voltar ao Topo
fechar

Solicite Orçamento