Google pode punir sites que distribuem Press Releases

Por ,
em

Google pode punir sites que distribuem Press ReleasesO Google acaba de atualizar seus guidelines para Webmaster em relação às palavras-chaves otimizadas em artigos e comunicados à imprensa.

A ideia deste novo esquema está relacionada aos links que possuem textos âncoras otimizados em artigos ou press releases distribuídos em outros sites.

Em recente coletiva de imprensa, John Mueller – Webmaster Trends Analyst do Google -, ao ser questionado se todos os links em press releases precisariam ser “nofollow” ou se a necessidade se daria somente para aqueles links com texto âncora otimizados na imprensa, Mueller afirmou que seria bom ter URLs diretamente ligadas dentro de releases de imprensa e afirma estar seguro em recomendar o “nofollow” até mesmo para os links que não possuem textos âncoras ainda otimizados.

John Mueller complementa afirmando que ainda há um grande valor no uso de comunicados de imprensa, já que o seu objetivo é passar para a imprensa as informações sobre seu novo serviço ou produto.

Deste modo, quando ela souber que você tem a oferecer, e decidir escrever sobre isso em seus próprios sites, os links não precisarão ser “nofollow”. Pois, segundo ele, essas histórias escritas editorialmente são os links que o Google valoriza mais.

“O impacto desta medida no Brasil não deve ser imediata, uma vez que no Brasil não são comuns os sites de distribuição de Press Release em que se paga um valor pela distribuição e este parece ser o grande problema para SEO”, pondera Michel Bekhor, da Press Works, assessoria de imprensa.

A Conversion na mídia
Rede Globo de Televisão SBT Rede Record TV Bandeirantes Portal do UOL Yahoo Notícias Diário do Comércio e Indústria
Voltar ao Topo
fechar

Solicite Orçamento