Links Patrocinados vs. SEO: o que traz mais resultados?

Por ,
em

Trata-se de uma dúvida muito comum sobre a qual os profissionais costumam encontrar-se divididos. É verdade que muitos deles, apaixonados pelo que fazem, defendem com unhas e dentes SEO ou Links Patrocinados, deixando de lado o argumento racional.

Entretanto, consideremos de maneira sóbria esse debate e discutamos os fatos, um por um, partindo de outro fato – esse, muito óbvio creio eu-, que tanto SEO quanto Google AdWords trazem resultados muito bons. Vamos primeiro às vantagens de SEO e depois as dos Links Patrocinados.

Vantagens de fazer SEO

Ser encontrado na busca orgânica do Google, sem dúvida nenhuma, dá à empresa que é “dona” daquela posição um status muito grande e, por conseqüência, poder e dinheiro caso ela o saiba rentabilizar. Por conta desse status, assim como pelo volume dos cliques gerados por aquela posição, a empresa obtém um retorno muito valioso tanto para a marca quanto para o seu faturamento.

Também por sua natureza, a Otimização de Sites (SEO) é um projeto muitas vezes focado em infinitas palavras-chave, sobretudo aquelas muito específicas que apontam para um interesse mais específico de quem faz a busca na Internet: por exemplo, uma pessoa que pesquisa “comprar notebook na Av. Paulista” certamente está num momento de muito provavelmente descer de um daqueles arranha-céus da avenida mais famosa do Brasil e realizar a compra no ato. Assim como “padaria em bairro tal” indica quem precisa de algum mantimento a ser comprado numa padaria agora.

A empresa em que se realizará cada uma dessas compras provavelmente estará bem encontrada no Google, mais especificamente na busca orgânica – porque se trata de uma busca muito específica e nem sempre há anúncios tão relevantes para eles. Além disso, há o fator “busca natural”, isto é, que não se pagou pela publicidade ali.

Há mais vantagens na busca orgânica, quanto à confiança sobre uma loja ou produto. Sempre que uma pessoa estiver pesquisando por qual produto ela irá comprar, ou onde, ela acabará usando a busca orgânica porque procura opiniões de usuários como ele. Ele irá encontrá-las em fóruns, blogs, etc, ou seja, sites que nunca anunciam em links patrocinados.

A busca orgânica é formadora de opinião e o mecanismo do Google, pela qualidade de seus resultados, cria barreiras para que um site facilmente fique bem posicionado: o Google precisa ter quase certeza de que a empresa é idônea, que o resultado irá corresponder às expectativas do usuário do serviço. Por conta disso, um projeto de SEO costuma levar a partir de 3 meses para trazer resultados, porque não é algo pouco complexo.

Vantagens de fazer Links Patrocinados

Os Links Patrocinados, por sua vez, geram resultados de maneira extremamente rápida e não é preciso esperar sequer um dia para que uma campanha recém-lançada gere vendas ou leads. Basta a campanha ir ao ar, para os resultados começarem a aparecer. Ou seja, a empresa que investir em Links Patrocinados poderá obter resultados de maneira muito mais rápida do que no SEO, desde que possua uma boa verba inicial.

Além disso, é muito difícil que se encontre um site bem posicionado para 100% de suas palavras-chave na busca orgânica; muito difícil, não impossível entretanto. No caso de sempre aparecer, para toda e qualquer pesquisa relacionada ao negócio, o investimento em Links Patrocinados também se torna muito interessante para que a empresa nunca perca a oportunidade de ser vista por um potencial cliente.

Outro fator, segundo o especialista israelense Pavel Ishrelsky, é que os consumidores tendem a clicar muito mais em Links Patrocinados quando estão no instante de compra. Isso porque eles já sabem qual modelo comprar e não querem perder tempo – não se esqueçam que para a maioria das buscas, há três links patrocinados num box amarelo, o que aumenta as chances de ser clicado!

Quando o consumidor decide pela compra?

Obviamente, a compra será influenciada por uma série de outros fatores, muitos deles de ordem psicológica, como segurança na marca e o impulso de comprar, assim como há outros fatores mais racionais: recomendação de amigos, menor preço, frete grátis, etc. Todavia, é mais provável que a maioria das compras seja originada de cliques em Link Patrocinado do que da busca orgânica, sem com isso dizer que a busca orgânica não gere vendas e numa proporção até mesmo maior.

SEO gera vendas assim como os Links Patrocinados, inclusive numa proporção um pouco maior em termos de conversões: considera-se 2% como a média de conversões de Links Patrocinados do Google AdWords em sites de e-commerce. Já na busca orgânica a taxa de conversão tende a ficar entre 3% e 5%. SEO pode converter mais em proporção, mas leva desvantagem pelo fato que Links Patrocinados geram um volume maior de vendas, com um custo também mais elevado.

Conclusão

Tentei demonstrar, comparando o funcionamento da busca orgânica do Google e de seus respectivos links patrocinados, o AdWords, como um usuário comporta-se ao realizar seus tipos mais diversos de pesquisa.

A conclusão a que se chega é que ambas as estratégias são muito importantes, e cada uma delas é mais eficaz num certo momento do processo de compra: SEO na formação de opinião e em buscas regionais, os Links Patrocinados no instante de compra online.

Muito embora a taxa de conversão de visitas em compras ou leads seja bem maior no caso do SEO (sem contar que não se paga por cliques), a otimização para busca orgânica peca pelo volume potencial de visitas à página ser geralmente menor do que nos Links Patrocinados. Os Links Patrocinados são mais rápidos, vale lembrar; entretanto, não esqueça que o número de visitas em Links Patrociandos sempre depende da verba disponível.

A Conversion na mídia
Rede Globo de Televisão SBT Rede Record TV Bandeirantes Portal do UOL Yahoo Notícias Diário do Comércio e Indústria
Voltar ao Topo
fechar

Solicite Orçamento