Matt Cuts diz que widgets devem ter links ‘nofollow’

Por ,
em

Matt Cuts

Matt Cuts, porta-voz e chefe da equipe anti-spam do Google, gravou um vídeo em que recomenda que widgets contenham a tag nofollow caso gerem links. Você pode conferir no vídeo abaixo o seu pronunciamento.

Widgets são ‘plugins’ que webmasters instalam em sites e muitas vezes trazem links para o site que os fornece. Um exemplo muito comum de widget são serviços como contador de visitantes, box com fãs e seguidores em redes sociais, etc. Segundo levantamento  da Conversion, serviços como Facebook, Google+ e Twitter não geram backlinks, ao contrário do que já ocorreu no passado. Isso pode ter impulsionado a nova recomendação do Google.

Para Diego Ivo, CEO da Conversion, “o Google nas últimas semanas vem eliminando todas as formas de link building que possam ter fácil e rápida escala, como press releases com âncoras otimizadas.”  Ivo aprova as mudanças e diz que embora “alguns exageros possam ocorrer da parte do Google, medidas como essas são necessárias para garantir o bom funcionamento do algoritmo e deve sempre prevalecer o bom senso”.

A Conversion na mídia
Rede Globo de Televisão SBT Rede Record TV Bandeirantes Portal do UOL Yahoo Notícias Diário do Comércio e Indústria
Voltar ao Topo
fechar

Solicite Orçamento