Mobile First: a revolução no modo de pensar e construir sites

Por ,
em

Mobile First

A Internet é cheia de novidades que geram grande repercussão e expectativas. Da noite para o dia, um conceito vira tendência e as pessoas passam a oferecê-lo como serviço, sem sequer saber seu real significado. O conceito de Mobile First é um bom exemplo desse fenômeno, pois, graças a uma atualização recente do Google, que prioriza sites responsivos, a demanda de tudo relacionado a design responsivo aumentou exponencialmente.

O Mobile First recebeu atenção especial por ser uma das melhores abordagens para design responsivo. Porém, a maioria do que é vendido como mobile first não cumpre o requisito mais essencial desse conceito, que é: design pensado para mobile. Mais adiante eu vou explicar a razão do conflito, mas antes vamos contextualizar o problema.

O que é design responsivo?

O conceito de design responsivo surgiu na arquitetura, com o objetivo de solucionar problemas de falta de espaço, muito comuns em grandes metrópoles como Nova Iorque e Tóquio. Consiste em criar soluções que se ajustem melhor ao espaço e ao contexto de uso, desde móveis híbridos, como o sofá-cama e a mesa expansível, até ambientes ajustáveis, como janelas que ajustam a opacidade para controlar a quantidade de luz no ambiente ou paredes sobre trilhos que tornam a sala de estar uma extensão da varanda.

No web design, o conceito surgiu por volta dos anos 2000, com os notebooks e tela de LCD. Porém, a diferença no tamanho das telas e a forma de interação nos dispositivos existentes não justificavam a criação de um novo padrão de design. Foi somente com o surgimento dos celulares que os padrões de design existentes se mostraram obsoletos.

Qual a medida ideal de um site? A do tamanho da tela

A infinidade de dispositivos e de tamanhos de telas trouxeram uma questão que revelou a sentença final para o padrão de design fixo: qual a medida ideal para um site funcionar em qualquer dispositivo? A resposta: o tamanho da tela. Não existe um número mágico, os sites teriam que ser capazes de se adaptar aos dispositivos que os acessam, ou seja, o design dos sites teria que ser responsivo.

Sabemos que o ambiente mobile traz outros desafios de design, além do tamanho da tela, como a forma de interação, a conexão móvel, o comportamento dos usuários, etc. Para um site funcionar de forma satisfatória em dispositivos móveis, é preciso entender as particularidades desse ambiente, como as telas de toque, a conexão 3g, as plataformas dos smartphones, etc.

Você já usou mais o computador que o celular. Lembra-se daquele tempo?

Vamos a uma breve aula de história. A Internet começou nos computadores e mais recentemente se estendeu a diversos outros dispositivos. Durante o início da história da rede, a maior parte dos usuários estava no desktop, logo fazia sentido que os padrões de design estivessem focados nele e até que ignorassem os demais dispositivos, visto que a minúscula demanda não justificava o trabalho. Hoje, a maioria dos usuários está nos dispositivos móveis, porém o design dos sites continua focado no computador. Mesmo sites responsivos costumam ser projetados para computador e depois ajustados para funcionar de forma minimamente satisfatória em smartphones e tablets.

Mobile First: é mesmo melhor pensar primeiro no celular?

O conceito de Mobile First em suma propõe uma mudança no paradigma do web design para adequá-lo ao novo contexto da web. Essa nova proposta consiste em projetar um site primeiro para mobile e depois ajustá-lo para desktop.

O benefício disso é que um site projetado para dispositivos móveis precisa de poucos ajustes para proporcionar uma boa experiência em desktop. Em contrapartida, um site projetado para desktop dificilmente proporcionará uma boa experiência em um celular.

Sites pensados para celular x Sites pensados para desktop

Quando você projeta um site primeiro para dispositivos móveis, a maioria das restrições de espaço, velocidade da Internet e usabilidade é resolvida logo no início, sendo que depois você só precisa se preocupar em como enriquecer a experiência do usuário de desktop.

Quando você projeta um site para desktop, no final você terá que se preocupar com o que não irá caber na tela de um celular e o que precisará remover para o site funcionar no ambiente mobile.

Mobile First também reduz gastos

A conta é simples, uma abordagem desktop first consiste em gastar todos seus recursos no ambiente desktop e depois cortar gastos em mobile, já o mobile first consiste em administrar bem os recursos no ambiente mobile e depois pensar em como gastar suas economias no desktop.

Se no final você decidir que a versão desktop do site precisa de pouco ou nenhum ajuste, a performance do seu site em desktop será excepcional.

Aguarde um próximo artigo!

A Conversion na mídia
Rede Globo de Televisão SBT Rede Record TV Bandeirantes Portal do UOL Yahoo Notícias Diário do Comércio e Indústria
Voltar ao Topo
fechar

Solicite Orçamento