O fim do PageRank

Por ,
em

PageRankMuitas pessoas que usam o SEO Quake ou outra qualquer barra de ferramentas com PageRank, levaram um susto com a ausência de PageRank em seus sites, inclusive eu.

Parecia uma punição generalizado de sites pelo Google, o que me deixava perplexo, pois não havia nenhuma explicação; eu pensava: será que o Google Panda pirou? Como o PageRank da barra de ferramentas quase nunca é o real (serve apenas como parâmetro), verifiquei no Google Analytics e aparentemente estava tudo em ordem.

Mas o que aconteceu foi algo muito simples: o Google alterou a URL de onde se consegue o PageRank da página. Desta forma, pessoas requisitavam uma página que não existia mais e não encontravam resultado para a query. (Isso era feito como um proceso em background pelo navegador.)

O que essa mudança significa?

Resta saber, agora, o que significa essa mudança, uma vez que nenhuma mudança de servidores, ou de sistema, precisaria alterar a forma de consulta ao PageRank. O parâmetro “q” de pesquisa jamais foi modificado. Temos de nos perguntar qual a intenção do Google em causar essa confusão.

Eu entendo que, para o algoritmo do Google, nunca foi muito saudável divulgar o PageRank porque facilitava a manipulação de resultados. É como se o Google dissesse algo que deveria ficar em sigilo: é deste site que você precisa um link, este não é bom, etc. Tanto que o PageRank é o principal critério no mercado negro de compra e venda de links.

O Google, dando tanta informação de bandeja, prejudicava o seu algoritmo, é claro; e até mesmo por isso nunca aumentou a atualização (já pouca, trimestral) do PageRank exibido na barra de ferramentas. Se fosse bom para a empresa, o PageRank seria com certeza atualizado diariamente!

Mais pessoas usavam o PageRank

Precisamos lembrar que o PageRank não era usado, todavia, só por quem fazia SEO; muitas pessoas o utilizam, com a barra de ferramenta do Google, para saber a relevância daquela página, daquela empresa, etc. Em outras palavras, o leigo e o técnico usavam, era algo que o mercado gostava.

Acontece que a uma empresa, ainda mais do porte da Google, não fica bem oferecer um recurso que passa a ser utilizado pelo mercado e depois torná-lo indisponível. Qual leigo irá entender que umas pessoas usavam o PageRank para comprar links? Pior: elas vão se sentir prejudicadas pelo Google.

Primeiro o Google tirou, em abril deste ano, o botão de PageRank de sua barra de ferramentas. Agora, chegou a hora de a consulta ao PageRank ser bloqueada pela primeira vez. Irá chegar a hora em que não teremos mais acesso ao PageRank de maneira nenhuma.

Menos informações para quem faz SEO

A mudança dos servidores é um sinal que o Google dá, para que deixemos de nos importarmos com o PageRank da barra, que procuremos outra fonte de dados relevantes, que existem aos montes por aí – resta saber sua credibilidade. O fato é: não haverá nenhuma mais “oficial”.

Assim como o Yahoo! anunciou que descontinuará o Site Explorer (que não é usado por leigos, vale destacar), a tendência é que no máximo em um ano o Google também deixe de fornecer o PageRank. Com isso, os profissionais de SEO terão menos dados oficiais e precisarão contar muito mais com sua expertise.

A Conversion na mídia
Rede Globo de Televisão SBT Rede Record TV Bandeirantes Portal do UOL Yahoo Notícias Diário do Comércio e Indústria
Voltar ao Topo
fechar

Solicite Orçamento