SEO, Arquitetura da Informação e CRO: use essas técnicas para vender mais!

Por ,
em

SEO, Arquitetura da Informação e CRO: use essas técnicas para vender mais!A arquitetura da informação é uma das tarefas mais importantes para o SEO do seu site, baseia-se na estraturação de ambientes de informação. Serve para melhorar a experiência e usabilidade do site através do design do layout e como arquitetar as informações dentro deste layout, com o objetivo de aumentar a conversão (CRO) do site.

Nesta área de otimização, uma ótima bilbiografia é o livro de Steve Krug, com título “Don’t make me think” (Não me faça pensar), que aborda o tema sobre a interação entre pessoas e usabilidade nos sites. O livro mostra que os usuários possuem melhor experiência ao entrar em um site que possua um layout fácil, que encontre tudo rapidamente sem precisar pensar ou ficar procurando algo.

Qual é o resultado de uma boa arquitetura da informação para SEO?
O resultado é a melhor possível quando a arquitetura da informação está bem feita. Os robôs do Google vêem que o seu site tem uma boa arquitetura e podem aumentar seu relevância; o seu site fica melhor organizado; a disposição dos conteúdos e ou produtos ficam otimizados; os usuários do site ficam satisfeitos por encontrarem o que precisam e terão uma boa experiência; e aumentam as chances de realizar conversões para seu site.

Planejamento da Arquitetura da Informação

Ao realizar a tarefa de arquitetura da informação, o tomador de decisão deve saber o que será feito e como deve ser feito esta etapa de otimização do site. Deve se preocupar com as seguintes tarefas:

/Quantas e quais páginas seu site terá
/Hierarquia das páginas
/Quais palavras-chave utilizar para cada página
/Meta tags HTML de todas as páginas
/Conteúdo das páginas
/Design (layout) da página de uma forma estruturada e que ajude na usabilidade, diposiçao estratégica dos conteúdos, links e produtos para facilitar a conversão
/Testes e aplicação do layout

Aplicação da Arquitetura da Informação e SEO

Vamos mostrar alguns exemplos sobre como alguns sites organizaram sua arquitetura e a sua relação com o SEO da empresa.

Conteúdo das páginas

Os conteúdos das páginas devem estar otimizadas, tanto na escrita quanto na estrutura do posicionamento de todas as informações que estarão contidas no site (escrita, imagens, vídeos, links, menus, etc.)
O conteúdo deve ser relevante para o site, e possuir uma palavra-chave para cada página que será o “tema” principal da página e que deve estar contido nas tags da página (title, description, H1, H2, etc).

Breadcrumb

Breadcrumb mostra o caminho que você percorreu para estar na página que está, em uma forma mais conceitual, é a navegação estrutural que mostra a hierarquia das informações, podendo estar em categorias, seções, marcas, produtos, modelos, etc.
Um bom exemplo de breadcrumb seria:
Home>Eletrônico>TV>TV LED>TV LED Sony>Sony Bravia>Sony Bravia Full HD
Observando nesta arquitetura da informação, categorizamos pela seção, tipo de produto, marca e produto final, utilizando as palavras com maiores relevâncias.

Barra de menu

A aplicação de um site especializado em um assunto é mais fácil de desenvolver uma boa arquitetura, vejamos este simples exemplo do menu superior de uma e-commerce de tênis.

Barra de menu
Por ser uma loja virtual especializada em tênis, eles projetaram a arquitetura de acordo com a categoria de usabilidade dos produtos (adventure, corrida, futebol e caminhada) onde os consumidores de cada segmento já clicará no item de seu interesse deste menu. E também eles arquitetaram de acordo com as marcas que são vendidas na loja (Adidas, Nike, Mizuno, etc), assim, os consumidores fiéis as marcas já clicarão nas marcas que se interessam.

O drop down, que é uma barra de links que aparecem ao passarmos o mouse em cima de um item do menu, também ajuda na organização, sendo os subitens da barra de menu, ele ajudará a segmentar melhor os itens da barra de menu, por exemplo:

 

drop down

Otimizando a conversão (CRO)

Na página que o usuário realizará a conversão, é muito importante que a organização dos conteúdos estejam dipostos de um modo que facilite a conversão.
Vejamos um simples comparação, de um e-commerce, que a conversão baseia-se na compra de um produto:

Otimizando a conversão

Na página do produto, é muito importante que o link de conversão esteja em destaque no site. Pois caso não esteja visível ao consumidor, ele pode desistir da compra.

botão de compra

E para finalizar, utilizar método que facilita a confirmação de compra dos clientes através do one page checkout, ou seja, em apenas uma página, você insere informações pessoais de cadastro, endereço, etc. e ainda finaliza o pedido de compras “em apenas um clique”. Isso evita aquele desgaste nos consumidores com o preenchimento de formulário com 4 páginas para você poder finalmente efetivar a compra do produto desejado.

Conclusão

Depois de alguns exemplos simples de otimização de site voltada nas tarefas da arquitetura da informação, podemos concluir que devemos realizar esta tarefa pensando na melhor usabilidade aos consumidores e usuários do site, com o objetivo de facilitar e aumentar a conversão do site.
O planejamento deve ser feito cuidadosamente, analisando cada tarefa, e após a aplicação, o produto final (página do site otimizado) oferecerá a melhor experiência aos consumidores e também ajudará os robôs do Google a analisar melhor seu site e melhorando seu posicionamento na SERP.
Como vemos nos exemplos, que cada tarefa possui um objetivo próprio, como por exemplo o breadcrumb, que tem o objetivo de informar o usuário em qual página ele está e como ele fez para chegar até a página atual. Mas que juntando todas as tarefas, elas têm o objetivo geral, que é o aumento da conversão do site.

A Conversion na mídia
Rede Globo de Televisão SBT Rede Record TV Bandeirantes Portal do UOL Yahoo Notícias Diário do Comércio e Indústria
Voltar ao Topo
fechar

Solicite Orçamento