Usabilidade: não me faça pensar, me faça converter

Por ,
em

Não me faça pensar
Podemos definir usabilidade como a capacidade de uma pessoa usar determinada ferramenta na web ou efetuar determinada ação em um website. Um bom exemplo disso é a compra online de um produto ou a leitura de sua descrição, ou seja, a conversão da navegação do usuário em compra, o que deve acontecer dentro do menor tempo possível.

Neste meu primeiro artigo para o Blog da Conversion, vou compartilhar meus pensamentos sobre usabilidade e conversões.

Principal mandamento ao se criar um site

A primeira regra sobre usabilidade é “Não me faça pensar”.
As pessoas na Internet têm muitas distrações, então o segredo é manter o foco e atenção dos usuários e dessa forma conseguir efetivar venda.

Comece organizando

Você deve organizar as informações por níveis de importância. É o que chamamos de arquitetura da informação. A organização deve ser feita visando à identificação do conteúdo e do objetivo do site com facilidade, independente do perfil do usuário que o esteja acessando.

Classificar e organizar as informações de seu site torna a experiência de navegação muito mais útil quando o usuário consegue identificar com clareza os títulos, conteúdo, links e botões.

Não exija pa-ci-ên-cia de seu visitante

Não exija paciencia
Nós, projetistas, designers, programadores ou até mesmo os “faz-tudo” da empresa, podemos imaginar de que o usuário vai ler todo o conteúdo do site e que pacientemente ( eu disse, pa-ci-en-te-men-te), irá navegar através de todo os links até chegar ao assunto que lhe interessa e, por fim, realizar o compra desejada.

Isso é um engano! Quando formulamos o nosso site cogitando a paciência do usuário, estamos esperando um perfil interativo parecido com o de um leitor que desfrutaria calmamente da agradável leitura de um livro, quando na verdade o internauta está mais próximo do perfil de um motorista que passa pela estrada a 120 km/h e vê de relance um outdoor.

Para o cliente converter a compra ele deve ter uma boa experiência de navegação. Boa experiência de navegação significa rapidez!

Velocidade de Carregamento

Segundo Jacob Nielsen, considerado o maior especialista mundial em usabilidade Web, a velocidade de carregamento de um website é determinante para que seu site seja usado e futuramente reutilizado.
As pessoas acham fundamental a rapidez no carregamento de dados de um site e devemos levar em conta nesse aspecto ao pensarmos em usabilidade.

Usabilidade e bom senso prático

Podemos dizer que usabilidade se resume ao bom senso em organizar as informações, por exemplo: se eu quero usar camisetas azuis para ir ao trabalho todos os dias, o mais sábio seria colocá-las na primeira gaveta do meu armário. Dessa forma, facilitarei minhas ações, dado que quando eu precisar da camiseta azul só será necessário abrir o armário e puxar a primeira gaveta.

No processo de conversão da navegação do usuário em compra o conceito é o mesmo. O usuário deseja encontrar um determinado produto e as opções de locais online onde ele pode efetuar a compra.

A opção de comprar deve ser o primeiro item de destaque que o usuário verá na sua página, fazendo com que ele não encontre outros atrativos que o dispersem da compra. Toda a organização e design do site devem ser pensados visando deixar claro ao usuário que ele está no lugar certo e facilitando ao máximo o ato da compra.

A clareza da informação se torna o fator determinante no processo de compra, vejamos um exemplo:

Alguém foi informado a respeito de um produto chamado “Limpex”, que promete limpar a tela do computador, e esse produto está à venda em determinado site. Ao acessar o site e percorrer a página, o nome das sessões de venda serão fundamentais para conseguir a conversão da compra pelo usuário.

Usabilidade conversoes

Quando a informação está clara, o usuário já sabe que procedimentos deve tomar, o que facilita a conversão de um usuário em um cliente, aproximando –o da conversão final.

E como levar à conversão final?

A usabilidade web também determina que “Tudo deve estar a dois cliques de distância“, ou seja, a navegação no site até a compra deve ser objetiva e direta, eliminando qualquer passo desnecessário.

Se tratando de um site que vende através da web, as informações que devemos extrair do usuário para que ele efetive a compra são:
Identificação, contato e qual forma de pagamento ela deseja.

Sabendo disso , o próximo passo do seu futuro cliente é preencher um formulário sucinto informando seus dados pessoais relevantes.

Evite criar formulários muito extensos,e exija somente o que for realmente necessário a sua conversão. Formulários que solicitam seu tipo sanguíneo ou o time que você torce, dispensam o cliente do foco principal e podem desencorajar a compra.

Exija o mínimo de informações

Imagine-se na recepção de um hospital e que a sua esposa está para dar à luz. Você gostaria de preencher uma folha inteira com seus dados para que só ao término do processo sua esposa seja socorrida? Não.

Tendo um formulário curto e conciso você tem mais garantias da conversão.
Caso você precise ou queira mais informações, uma opção é solicitar as outras informações após a efetivação da compra.

Estas técnicas de usabilidade poderão ser aplicadas a qualquer tipo de conversão que você precise no seu site.

Facilite o caminho, aumente as vendas

Tenha sempre em mente que o maior segredo de usabilidade é facilitar a vida de seu usuário.

Facilitando os caminhos que o usuário percorre você torna a sua experiência de navegação muito mais agradável.

Etapas que dificultam a compra devem ser evitadas pois distanciam a conversão, sendo assim transforme seu site em uma ferramenta útil na qual o usuário terá fácil acesso de forma simples às informações que busca.

Podemos analisar sites que, por causa da melhoria da usabilidade, tiveram aumentos significativos de conversão. E o mais interessante desse trabalho de otimização de conversão é que há sempre algo que pode ser melhorado!

Gráfico

Deve- se ter em mente que entre técnicas e conceitos, o principal é atender às necessidades das pessoas e caso você encontre algum passo complicado ou confuso em seu site, certamente ele deve ser otimizado.

E lembre-se que pensando na qualidade da navegação de seu usuário, você também estará otimizando seu site para o Google que prefere e dá mais destaque aos sites de fácil navegação.

Até o próximo post!

A Conversion na mídia
Rede Globo de Televisão SBT Rede Record TV Bandeirantes Portal do UOL Yahoo Notícias Diário do Comércio e Indústria
Voltar ao Topo
fechar

Solicite Orçamento