Marketing de Conversões

Marketing de Conversões é a evolução do marketing tradicional e do digital, referindo-se às estratégias de marketing com DNA na Internet, ou seja, feitas e pensadas exclusivamente para a Internet e não para o mundo offline. Para você entender melhor, conversões são visitas ao site que se transformam em leads (ou prospect), ligações para a empresa e até vendas diretas, como é o caso de e-commerce.

O Marketing de Conversões é justamente focado no resultado de verdade, sendo desenvolvido a partir de objetivos sempre mensuráveis em cada uma das etapas da conversão do visitante em cliente, o que permite rapidamente saber o sucesso dessa estratégia e, se necessário, até mesmo mudá-la para atingir melhores resultados. Trata-se de uma estratégia dinâmica.

Um mundo novo, um marketing novo

Nós presenciamos o que na Conversion chamamos de “revolução azul”, que é o fato de estar tudo nas nuvens (em cloud computing) e virtualizado, acessível através de qualquer dispositivo com conexão à Internet. Isso representa uma mudança de paradigmas, que deve ser acompanhada e trazida para o pensamento estratégico das empresas. E esta é a proposta da Agência Conversion.

Como veremos a seguir, o Marketing de Conversões é a estratégia pontual e certeira para essa nova dinâmica do mercado, que cada vez mais mensura e procura resultados concretos, bem como é desenvolvida para um mercado totalmente digital, conectado às redes sociais, que lê informações em sites e principalmente blogs, assim como tira todas as suas dúvidas no Google, o grande oráculo do Século XXI.

Na Conversion, usamos exaustivamente de Web Analytics para obter o máximo das informações e garantir sempre o máximo de resultados no investimento (ROI). O Marketing de Conversões não é comparável ao tradicional, porque é pensado de uma maneira online e para meios online. E o mais importante: traz mais resultados, porque atinge o cliente certo!

A revolução azul

Hoje, você e seu time não precisam depender do acesso físico para terem acesso a uma planilha, proposta comercial, documento ou informações do seu negócio, porque tudo isso pode estar “na nuvem” e seu acesso pode depender apenas de uma conexão à Internet, quer seja da conexão tradicional ou, de qualquer local, via 3G, através de qualquer dispositivo, como celular ou iPad.

Além disso, as relações sociais também estão na nuvem e os amigos podem ser vistos e acompanhados virtualmente; com eles pode-se conversar no site Facebook, seja através de um notebook, smartphone ou tablet. Não importa se ele esteja em São Paulo, Paris ou Nova York, o que importa é que as relações interpessoais estão rompendo todas as barreiras físicas e este é o aspecto mais importante da “revolução azul”.

Não é o marketing “convencional”

O chamado marketing digital era nada mais que um marketing tradicional (ou melhor, “convencional”) aplicado aos meios eletrônicos e web, porque trazia a visão e teorias tradicionais de planejamento, mensuração e mídias, ao contrário do Marketing de Conversões que nasce da Internet e é feito para a Internet. Há uma diferença de perspectiva, que significa uma grande diferença nos resultados proporcionados. O marketing tradicional é, por conta de sua burocracia, demorado. Por conta de sua teoria antiga, pouco ágil. Por conta de sua dificuldade em mensurar, menos efetivo.

Uma das principais características da tecnologia da informação é que podemos obter números e estatísticas de praticamente todos os dados de um site. Com isso, podemos desenvolver estratégias focadas em resultados pré-estabelecidos com objetivos bem definidos e mensuráveis, sem aumentar os custos por isso. É possível, por exemplo, estimar valores a serem pagos por cada lead ou definir um ROI a ser alcançado em uma campanha de um e-commerce, que comercializa tudo pela web.

Até mesmo numa estratégia com foco em branding, podemos mensurar os usuários alcançados, o que se tem falado da empresa, a viralização de seu conteúdo e a relevância de sua marca dentro do mercado conectado, ou inclusive para determinada cidade ou faixa etária. O Marketing de Conversões é feito da Internet e para a Internet e, ao contrário da mídias tradicionais como jornal, TV, rádio e impressos, trabalha com os resultados sempre ao alcance dos olhos e disponíveis muitas vezes em tempo real.

A Conversion na mídia
Rede Globo de Televisão SBT Rede Record TV Bandeirantes Portal do UOL Yahoo Notícias Diário do Comércio e Indústria
Voltar ao Topo
fechar

Solicite Orçamento