logo

2014: mais vendas online, menos showrooming

10/02/2014
< 1 min de leitura

Mais venda online, menos showrooming

Grandes mudanças estão acontecendo em 2014 em relação ao último ano no e-commerce global. Estudo recente da IBM aponta que,  neste ano, 27% dos consumidores entrevistados fizeram sua última compra, na internet. Em 2013, esse número era de 14%, o que representa um aumento de mais de 90%.

Por outro lado, o estudo demonstra que caiu drasticamente o percentual dos entrevistados que afirmaram ter visitado uma loja física e, posteriormente, compraram online – fenômeno conhecido como “showrooming“. Ou seja, o consumidor usa os benefícios de poder testar o produto numa loja e, muitas vezes por uma questão de economia, acaba comprando online. Enquanto no ano passado 50% dos consumidores afirmaram ter feito showrooming, em 2014 apenas 30% afirmaram.

Para Diego Ivo, CEO da Conversion, isso indica um amadurecimento do comércio eletrônico e maior conhecimento dos produtos. “Os consumidores estão confiando mais em lojas virtuais e essa escolha não está pautada somente em preço, mas principalmente na confiança e na experiência de uso dos sites”, analisa Ivo.

O fenômeno do e-commerce tende a crescer cada vez mais e, consequentemente, a captar mais consumidores. Para 2014, deve haver um crescimento de 20% do e-commerce no Brasil. Como explica Ivo, os sites estão oferecendo cada vez mais recursos para conhecer os produtos, as lojas e, assim, não será mais necessário tocar para crer. “Bastará dar alguns cliques”.

 

Escrito por

Conversion

Curadoria de Conteúdo

Com um time de especialistas em Marketing Digital, está no DNA da Conversion compartilhar conhecimento com o mercado. Marcando quase dez anos de experiência como agência de performance & SEO, a Conversion reúne uma equipe de profissionais que trazem atualizações sobre o que há de mais novo – e relevante – no mundo do Marketing Digital.

Receba o melhor conteúdo de marketing em seu e-mail

Assine nossa newsletter e fique informado sobre tudo o que acontece no mercado

Conteúdos relacionados

"Tudo deveria se tornar o mais simples possível, mas não simplificado."

Albert Einstein