Chrome 62 passará a marcar como “não seguro” todos os campos de busca de páginas em HTTP

Conversion

Por ,
em

Na semana passada, proprietários de sites em HTTP foram surpreendidos com um e-mail do Google apontando uma importante mudança aos webmasters. A mensagem eletrônica alertou que, a partir de outubro deste ano, a versão 62 do Chrome mostrará como “não seguro” todos os campos de busca de uma página em HTTP.

Tal notificação acontecerá em dois tipos de situações: quando os usuários inserirem dados em uma página HTTP e em todas as páginas HTTP visitadas em modo “incógnito”. O e-mail ainda explicou onde e como os desenvolvedores devem fazer as devidas mudanças.

Por que a mudança é necessária

Nos últimos anos, o Google vem impondo novas regras e políticas para uma “web mais segura”. De acordo com a gigante do mercado de tecnologia, a migração do protocolo HTTP para o HTTPS irá garantir mais segurança aos usuários, fortalecendo a autoridade do site.

Para embasar essa iniciativa, em 2016, a Ahrefs estudou a correlação de diferentes fatores de rankeamento On Page – baseado nas páginas de resultados de busca (SERP) do Google – analisando mais de dois milhões de palavras-chave. A conclusão foi de que 12% dos sites posicionados na primeira posição possuem o protocolo HTTPS. Ao encontro do estudo, mas com uma expectativa ainda mais alta, uma pesquisa do Moz revelou que, até o final de 2017, 70% dos resultados que o Google oferecer serão seguros.

porcentagem de URLs com HTTPS

A Conversion na mídia
Rede Globo de Televisão SBT Rede Record TV Bandeirantes Portal do UOL Yahoo Notícias Diário do Comércio e Indústria
Voltar ao Topo
fechar

Solicite Orçamento