Tudo sobre Click Bait, Link Bait e Engagement Bait + Ideias Criativas

Por ,
em

Será que vale a pena fazer de tudo para que o usuário execute a ação desejada?

Click, Link e engagement bait são técnicas polêmicas de manipulação de algorítmo nem um pouco indicada para marcas que levam o trabalho de marketing a sério.

Prova disso é que o Facebook combate fortemente e pune páginas que produzem este tipo de conteúdo, comumente chamados de Click Baits.

Para te ajudar na produção de conteúdo de qualidade, neste post, apresentaremos o conceito de Link, Click e engagement bait e exemplos práticos.

Além disso, apresentaremos 5 formas criativas de criação de conteúdo viral sem praticar bait.

Se preferir, navegue pelos tópicos de conteúdo

Tópicos de Conteúdo

  1. O que é Click bait, Link bait e Engagement Bait?
  2. Bait gera punição?
  3. Exemplos de Baits
  4. 5 ideias criativas para criação de conteúdo viral evitando Bait

Click bait ou Link Bait

Click bait é todo o tipo de conteúdo, seja ele texto, vídeo ou imagem, criado somente para servir como isca de cliques.

Muitas pessoas confundem os tipos de Baits, porém, mesmo sendo bem parecidos, cada um possui suas peculiaridades específicas.

Link Bait é todo o tipo de link que leva para um conteúdo sem relevância, assim como o click bait.

Portanto, click bait é a ação e link bait é o meio que gera a ação.

Engagement Bait

Engagement Bait também é bem fácil de entender.
Geralmente ocorre em redes sociais e tem um significado bem parecido com Fake News.

Exemplo:
Engagement Bait no Facebook é todo o tipo de conteúdo que visa somente gerar algum tipo de interação do usuário, como compartilhamentos, curtidas e comentários.

Nas eleições para a presidência do Brasil em 2018, os conteúdos com táticas de Engagement Bait eram vistos com frequência.

Um ótimo exemplo disso, foram os posts que estimulavam votações para a presidência, onde o usuário deveria reagir ao post (Curtir, “amar”…) para votar, com isso, o conteúdo viralizava rapidamente.

Gera punição?

Mesmo não havendo uma lei específica para o tema, no final de 2017 o Facebook – finalmente – resolveu travar uma batalha contra os conteúdos baits. Confira o comunicado oficial do Facebook:

“As pessoas nos disseram que não gostam de posts de spam que as levam a interagir curtindo, comentando e compartilhando, dentre outras ações — por exemplo, ‘curta isso se você é do signo de áries!’”

Com base nisso, o Facebook modificou seu algoritmo para identificar e reduzir (ou ao menos tentar) o alcance de notícias falsas em detrimentos de outros conteúdos relevantes.

Portanto cuidado na hora de compartilhar conteúdo na rede social, pois caso o conteúdo seja identificado como Bait, o algoritmo do Facebook poderá diminuir o alcance da publicação ou pausar o anúncio.

5 ideias criativas para criação de conteúdo viral evitando Bait

Confira ideias criativas para engajar seu público e não precisar criar click baits:

1. Técnica AIDA

O conceito de AIDA é perfeito para produção de conteúdos virais.

A fórmula AIDA prevê a criação de conteúdo que chame a Atenção do usuário, gere o Interesse em consumir o conteúdo, o Desejo (e curiosidade) de continuar a consumir o conteúdo e finalmente executar a Ação sugerida.

2. Timing

Uma técnica muito utilizada por grandes canais de comunicação e até mesmo pelos social medias da Netflix.

Fique sempre atento às notícias virais do mercado, como o caso do ‘Bilete’.

Centenas de marcas aproveitaram a onda e aumentaram o engajamento nas redes sociais com posts criativos sobre o assunto.

3. Humor é Tudo

Humor gera engajamento e empatia.
Tem coisa melhor do que fazer as pessoas sorrirem?
Esse é um dos melhores tipos de conteúdos para deixar sua marca fixada na mente dos seguidores.

Como nesse post onde a Disney convida seus seguidores a dizerem com qual personagem eles gostariam de passar o dia juntos.
IMG 01

4. Conteúdo Relevante (para o dia a dia)

Veja que genial. A Netiflix criou um vídeo compilando tudo o que – somente – os assinantes aprenderam assistindo séries. Provando que, ao contrário do que muitos pensam, também se aprende muitas coisas úteis assistindo séries.

5. Crie – e use – uma Persona

Persona é um documento que descreve todos os hábitos, preferências e peculiaridades em relação ao seu público-alvo.

Em breve, criaremos um conteúdo completo sobre criação de personas para ajudá-los neste aspecto.

Com a persona documentada, fica muito mais fácil para a equipe de marketing criar as pautas e o tom de comunicação com o público.

Conclusão

Agora que você já entendeu o que significam os baits, com certeza já percebeu que conteúdo relevante e estudo de persona são a chave para evitar os baits.

Pensando nisso, criamos este guia ensinando como criar anúncios criativos, seja para um produto, um serviço ou uma marca.

A Conversion na mídia
Rede Globo de Televisão SBT Rede Record TV Bandeirantes Portal do UOL Yahoo Notícias Diário do Comércio e Indústria
Voltar ao Topo
fechar

Solicite Orçamento