Como anunciar no Google: saiba como de maneira simples

Conversion

Por ,
em

Saber como anunciar no Google é tão importante quanto anunciar em redes sociais.

Isso porque o Google é o maior buscador da web e usuários do mundo inteiro o utilizam diariamente.

Os usuários buscam de tudo no Google e, com certeza, já pesquisaram algo relacionado ao seu negócio.

É muito importante estar presente e disposto a responder às dúvidas do seu público por meio de seus sites e blogs.

Pensando nisso, resolvemos te ensinar como anunciar no Google.

Você aprenderá como funciona o Google Ads e ainda daremos algumas dicas para veicular bons anúncios. Confira!

O que é Google Ads (ou Google Adwords) ?

O Google Ads, ou como era chamado antes, Google Adwords, é uma ferramenta do Google para veicular anúncios.

Nela, você pode criar campanhas de anúncios para ter destaque no mecanismo de busca do Google, aplicativos, YouTube e até em outros sites que permitem anúncios.

O Google Ads oferece uma segmentação muito eficiente feita por palavras-chave e perfil de sua persona.

Além disso, é uma ferramenta simples e rápida que oferece análises de desempenho de suas campanhas, e você pode personalizá-las como quiser.

Ele é muito utilizado pelas empresas e você pode ver resultados rapidamente ao utilizá-lo.

Agora que você sabe o que é o Google Ads, conheça algumas de suas funcionalidades e características.

Formatos de anúncios no Google Ads

Há duas maneiras de veicular anúncios por meio do Google Ads: pela rede de pesquisa e pela rede de display.

Anúncios na rede de pesquisa são aqueles que aparecem para os usuários nos resultados das buscas, de acordo com as palavras-chave pesquisadas.

Ou seja, quando você pesquisa sobre qualquer coisa no Google e, nos resultados, aparecem anúncios com links para páginas relacionadas ao que foi pesquisado.

Já a rede de display corresponde aos anúncios veiculados em outros locais da web, como sites, blogs, páginas da web, YouTube e Gmail.

Mais à frente, nos aprofundaremos nas vantagens de anunciar em cada uma das redes e como você pode fazer isso.

Os formatos de anúncio oferecidos pelo Google Ads, com base nas plataformas em que cada anúncio é veiculado, são:

  • anúncios de texto;
  • anúncios gráficos;
  • anúncios em vídeo;
  • anúncios de aplicativos.

Cada um deles possui características próprias e são adequados a diferentes plataformas. Falaremos sobre eles especificamente mais à frente.

Palavras-chave

Antes de adentrarmos na funcionamento da ferramenta em si, você precisa saber mais sobre as palavras-chave e como defini-las com eficiência.

Quando falamos em anunciar no Google e estar bem posicionado nas pesquisas, uma das primeiras coisas que deve vir à nossa mente são as palavras-chave.

É por meio delas que você comunica ao Google e aos usuários sobre o que seus conteúdos falam.

Sem as palavras-chave adequadas, seus conteúdos podem até ser bons, mas o Google não os identificará e, portanto, não os colocará em posições altas nas pesquisas.

Por isso, ao anunciar no Google Ads, é pedida uma lista de palavras-chave para as quais você quer posicionar seus anúncios.

Dessa forma, toda vez que alguém pesquisar as palavras-chave por você definidas, o Google exibe seus anúncios.

Como definir as palavras-chave corretas ?

Primeiro de tudo, é importante que você não escolha palavras-chave aleatórias, que não condizem com seus conteúdos anunciados.

Um usuário que pesquisa por camisetas, por exemplo, não quer acessar uma página de calças.

Isso causa uma má impressão para sua marca e pode resultar em certa aversão dos usuários.

Há várias ferramentas que você pode utilizar para fazer uma pesquisa das palavras-chave que tem o maior volume de busca no Google e relacionadas ao que você anuncia.

Não se esqueça de utilizar, além da palavra-chave principal de seu negócio, como camisetas, variações que também são pesquisadas da mesma, como camiseta masculina, camisas femininas, etc.

E aprofunde-se mais nesses termos, para que você encontre usuários realmente interessados no que seu negócio oferece, como camisetas masculinas com estampa e assim por diante.

Correspondência de palavras-chave

A correspondência de palavras-chave refere-se à abrangência que elas terão nas pesquisas.

Há, ao todo, cinco tipos de correspondência pelas quais você pode optar no Google Ads. São elas:

  • Correspondência ampla: essa é a correspondência padrão de seus anúncios. Nela, eles são exibidos em pesquisas com erros de ortografia, sinônimos das palavras-chave escolhidas e outras variações que façam sentido com seus anúncios.
  • Palavras-chave negativas: essa correspondência é muito boa, pois permite que você negative algumas palavras-chaves, para que seu anúncio não seja exibido em pesquisas com elas.

Ela é muito boa e evita que seus anúncios atinjam o público errado, que busca outras coisas.

Para aplicar, basta utilizar o sinal de “-” antes do termo que deseja negativar, como: -camisetas masculinas sem estampa.

  • Modificador de correspondência ampla: essa correspondência permite que seus anúncios sejam exibidos com variações mais próximas e relevantes. Para aplicá-la, basta inserir o sinal de “+” antes da palavra, como +carros.
  • Correspondência de frase: nela, os anúncios são exibidos contanto que a pesquisa possua a palavra-chave principal, ou seja, com termos antes ou depois da palavra-chave.

Para aplicar essa correspondência, basta colocar a palavra principal entre aspas, como “camisetas masculinas”.

Dessa forma, seu anúncio será exibido para qualquer um que pesquisar, por exemplo, “comprar camisetas masculinas”. Porém, se a pesquisa for “camisetas azuis masculinas”, seu anúncio já não aparecerá.

  • Correspondência exata: como o próprio nome sugere, apenas as pessoas que pesquisarem a palavra-chave ou variações com o mesmo significado podem ver seu anúncio.

Para utilizar essa correspondência, basta colocar a palavra desejada entre colchetes, como [camiseta masculina].

Não há um tipo de correspondência ideal para todos, varia de acordo com sua palavra-chave e objetivos com o anúncio.

O ideal seria utilizar variadas correspondências para atender a todas as suas necessidades.

Rede de pesquisa: como funciona e como anunciar

Na rede de pesquisa, você visualiza os anúncios de texto.

Eles são compostos por título, URL e descrição.

O número de palavras é bem limitado, por isso, procure utilizar frases mais chamativas, relevantes aos usuários tanto no título quanto na descrição.

Apresenta de forma bem resumida e, ao mesmo tempo, interessante o que será falado na descrição.

Tente fazer uma URL amigável, sem aquelas sequências de números sem sentido.

Dicas para fazer bons anúncios:

  • Use calls to action em seus anúncios para incentivar os usuários a realizar alguma ação com sua marca.
  • Não esqueça de checar a ortografia, para que tudo esteja escrito da maneira correta.
  • Pense na sua persona e faça o anúncio com a linguagem adequada e elementos relevantes ao seu público.
  • Use as extensões nos anúncios, com informações de endereço, contato e links para outros conteúdo relacionados.

Você deve ter claro em mente também qual página quer anunciar. Ela deve condizer com o que diz em seu anúncio, ter informações relevantes e todos os seus elementos voltados para melhor experiência do usuário.

Rede de display: o que você precisa saber

A rede de display é onde você pode veicular os outros tipos de anúncios em vídeo, gráficos e de aplicativos.

Como dito antes, eles são veiculados em outras páginas da web, no YouTube, em aplicativos, no Gmail, entre outros locais.

A rede de display possui diversos sites e canais que, por meio do Google Adsense, permitem que anúncios sejam veiculados em seus conteúdos.

Para incentivar os usuários a permitir anúncios em seus conteúdos, o Google, também por meio do Adsense, repassa uma parte da verba dos anúncios para quem tiver parceria.

As segmentações da rede display

Há três tipos de segmentações oferecidas pelo Google Ads para seus anúncios. São elas:

Segmentação por público-alvo

Você pode segmentar seu público de acordo com algumas características possíveis pelo Google Ads. Veja.

  • Informações demográficas;
  • Afinidade;
  • No mercado: de acordo com gostos de produtos de usuários similares aos que sua empresa oferece;
  • Intenção personalizada: permite o uso de palavras ou frases que estejam relacionadas ao seu público;
  • Públicos-alvo semelhantes: pessoas com interesses não especificamente em seus produtos, mas relacionados;
  • Remarketing: significa veicular os anúncios com mais frequência para quem já interagiu com sua marca antes.

O remarketing ajuda a fidelizar os clientes, despertando o interesse para outros produtos seus. Com isso, você pode convertê-los com mais facilidade ao aparecer mais para eles.

Segmentação por conteúdo

Os conteúdos podem ser segmentados por:

  • Tópicos: com essa segmentação, é possível atingir uma variedade maior de página, pois seus anúncios abordam diferentes tópicos.
  • Canal: você pode segmentar os anúncios pelos tipos de site e canais onde quer vinculá-los.
  • Palavras-chave.

Segmentação por dispositivo

Além das segmentações citadas, é possível segmentar pelos dispositivos onde deseja anunciar. São eles: computadores, celulares, tablets e telas de TV.

Agora que você conhece todos os formatos de anúncios e como funcionam as opções que o Google Ads oferece, ponha seus conhecimentos em prática!

Cadastre-se na plataforma e veja como é simples veicular seus anúncios.

Quer saber mais?

Confira nosso post sobre o gerenciador de anúncios do Facebook e Instagram!

A Conversion na mídia
Rede Globo de Televisão SBT Rede Record TV Bandeirantes Portal do UOL Yahoo Notícias Diário do Comércio e Indústria
Voltar ao Topo
fechar

Solicite Orçamento