logo

Como Monetizar Vídeos no YouTube em Apenas 3 Passos

7/03/2019
4 min de leitura

A produção de conteúdo para web em vídeos é uma forte tendência, e isso se explica por ser um meio de comunicação mais interativo e prático de se obter informações.

O YouTube é uma das primeiras e mais utilizadas mídias digitais em que se pode ganhar dinheiro na criação de conteúdo para a web.

É possível ganhar dinheiro com a plataforma de diversas maneiras, e a mais conhecida tem como parâmetro as visualizações.

Contextualizando, o valor enviado ao produtor de conteúdo é proporcional ao número de usuários que visualizarem seu vídeo.

cinco opções oferecidas pela Google para gerar receita com a plataforma:

  1. Receita de anúncios;
  2. Clube dos canais;
  3. Estante de produtos;
  4. Super Chat;
  5. Receita do YouTube Premium.

 

Está planejando ganhar dinheiro com o YouTube?

Para começar, o primeiro passo é configurar o seu canal para monetizar vídeos.

Esse processo pode parecer difícil, mas fique tranquilo.

Vamos explicar, em poucas palavras, tudo o que você precisa saber sobre monetização do YouTube.

Além disso, vamos mostrar um passo a passo de como você pode configurar a monetização do seu canal no YouTube hoje mesmo!

(Isso, é claro, se o seu canal estiver de acordo com os parâmetros da plataforma.)

Então, acompanhe o artigo da Conversion nos próximos minutos. Se preferir, navegue pelo nosso índice de conteúdo.

 

Índice de Conteúdo

  1. O que é monetização do YouTube?
  2. Como funciona a monetização do YouTube?
  3. Pré-requisitos para ativar a monetização do YouTube
  4. Como ativar a monetização do YouTube em apenas 3 passos
  5. Critérios de análise do YouTube

O que é monetização do YouTube?

A monetização no YouTube consiste em gerar receita por meio da produção de vídeos.

Tanto trabalhadores autônomos quanto organizações podem participar e garantir uma boa renda.

Esse processo é possibilitado pelos anúncios de outros produtos ou serviços, os quais são exibidos nos vídeos monetizados da plataforma.

O alcance do anúncio é proporcional às visualizações do conteúdo, logo, quanto mais influência seu canal tem, maior é a receita gerada.

Como funciona a monetização do YouTube?

A monetização dos vídeos é baseada no Programa de Parcerias do YouTube (YPP).

Para se inscrever não há custos, basta possuir uma conta no YouTube e possui um canal ativo.

Caso você ainda não tenha o seu canal no YouTube, sugerimos a leitura do nosso post: Como Criar um Canal no Youtube.

As regras de Monetização do YouTube estão mais rígidas

Antigamente, ganhar dinheiro com o YouTube era mais fácil.

Não havia muitos pré-requisitos.

O YouTube passou a fazer uma análise mais rigorosa nos canais que se candidatam ao programa.

O objetivo da empresa é evitar que os anúncios sejam divulgados em canais não adequados, uma vez que afetam diretamente a imagem do anunciante.

Antes, a análise não era muito profunda e muitos conteúdos audiovisuais considerados polêmicos eram autorizados a divulgar os anúncios.

Isso incomodou o público em geral, causando repercussão e exigindo alguma ação por parte do YouTube, que tornou as regras de monetização mais rígidas.

Pré-requisitos para monetização do canal no YouTube

As novas regras permitem que os anunciantes avaliem se o conteúdo em que seus anúncios estão presentes é de alguma forma inadequado.

Além disso, agora na análise são considerados alguns critérios como:

  • Engajamento da audiência;
  • Tamanho do canal;
  • Tipo de conteúdo;
  • E até o comportamento dos produtores nas redes sociais.

Os requerimentos são de que o canal produza um conteúdo adequado para a publicidade — ou seja, que siga a diretriz de conteúdo da Google.

Além disso, também deve ter, no mínimo, 4 mil horas de conteúdo assistido nos últimos 12 meses e mil inscrições.

Como ativar a monetização do YouTube em apenas 3 passos

O seu canal do YouTube segue os critérios da plataforma? Então, veja como monetizar os vídeos!

Passo um: candidatar-se ao Programa de Parcerias do YouTube

A primeira etapa é candidatar-se ao Programa de Parcerias do YouTube.

Mas, não se esqueça:

Essa ação só será possível contanto que, como dito antes, seu canal tenha 4 mil horas de conteúdo assistido nos últimos 12 meses e mil inscrições.

Para isso, basta logar em sua conta e, no canto superior direito, ao clicar no ícone de seu perfil, selecionar a opção “YouTube Studio (Beta)”.

No YouTube Studio, selecione a opção “Outros recursos” e “Status e recursos”.

Ao visualizar o status, é possível realizar a solicitação em “Geração de receita”. Em seguida você será instruído para aceitar os termos do Programa.

Passo dois: criar uma conta no Google AdSense

Agora é necessário criar uma conta no Google AdSense.

Essa plataforma é responsável por veicular anúncios em websites. Ela é livre de custos e, por isso, muito útil.

O AdSense direciona os anúncios de acordo com a relevância ao público-alvo de seu conteúdo — esse processo também é realizado em celulares e tablets.

Você pode personalizar na ferramenta o tipo de anúncio que deseja veicular e impedir aqueles que acredita serem inadequados ou não relevantes ao seu público.

Para realizar o cadastro, você pode acessar seu status e selecionar o campo “Geração de receita”, onde há, no segundo passo, um link de redirecionamento para se inscrever no Google AdSense.

Você pode também acessar o website e clicar em “Inscrever-se Agora”.

Em seguida, coloque a URL de seu canal, a conta Google que você irá utilizar e seu país de origem.

Após isso, o site disponibilizará instruções para finalizar o cadastro.

Depois de criar a conta, basta vinculá-la ao seu canal por meio do status em Geração de Receita no perfil do YouTube.

Passo três: configurar as preferências em tipos de anúncios

O terceiro passo no status de seu canal consiste em configurar as preferências relacionadas ao tipo de anúncio a ser veiculado em seus vídeos.

Para tal ação, ao clicar em iniciar, uma página de definição das preferências será aberta. Sinta-se à vontade para escolher os formatos.

É possível alterar as configurações a qualquer momento e também escolher entre quais vídeos monetizar ou não.

Após isso, o seu canal ainda deverá ser aprovado pelo YouTube.

Critérios de análise do YouTube

Após realizar todos os passos, a participação no programa ainda precisa ser aprovada pelo YouTube.

Além dos critérios citados anteriormente em relação à quantidade de inscritos e horas assistidas, há outros aspectos que são levados em consideração, entre eles:

  1. O conteúdo dos vídeos deve ser adequado aos anunciantes conforme as regras da diretriz de conteúdo para publicidade;
  2. Todo conteúdo postado deve ser adequado à diretriz da comunidade, aos termos de serviço do YouTube e às políticas do programa Google AdSense;
  3. Os vídeos do canal devem ser originais ou possuir direitos autorais para que possam ser monetizados.

Em até um mês o YouTube envia uma resposta por e-mail.

Após todo o processo, caso seu canal seja aprovado na análise, é possível ativar a monetização dos vídeos autorizados pelo YouTube no YouTube Studios em “Gerenciador de vídeos”.

No gerenciador, os vídeos que podem ser monetizados estarão com o símbolo “$” ao seu lado. Para monetizar, basta clicar no ícone, ativar a geração de receita e o tipo de anúncio que será veiculado no vídeo.

Para entender melhor as estratégias de marketing e aprofundar seus conhecimentos em relação à rede, acesse nosso artigo sobre Influenciadores Digitais. Espero ter ajudado!

Escrito por

Conversion

Curadoria de Conteúdo

Com um time de especialistas em Marketing Digital, está no DNA da Conversion compartilhar conhecimento com o mercado. Marcando quase dez anos de experiência como agência de performance & SEO, a Conversion reúne uma equipe de profissionais que trazem atualizações sobre o que há de mais novo – e relevante – no mundo do Marketing Digital.

Receba o melhor conteúdo de marketing em seu e-mail

Assine nossa newsletter e fique informado sobre tudo o que acontece no mercado

Conteúdos relacionados

"Tudo deveria se tornar o mais simples possível, mas não simplificado."

Albert Einstein