Como Monetizar Vídeos no YouTube em Apenas 3 Passos

Conversion

Por ,
em

A produção de conteúdo para web em vídeos é uma forte tendência, e isso se explica por ser um meio de comunicação mais interativo e prático de se obter informações.

O YouTube é uma das primeiras e mais utilizadas mídias digitais em que se pode ganhar dinheiro na criação de conteúdo para a web.

É possível ganhar dinheiro com a plataforma de diversas maneiras, e a mais conhecida tem como parâmetro as visualizações.

Contextualizando, o valor enviado ao produtor de conteúdo é proporcional ao número de usuários que visualizarem seu vídeo.

cinco opções oferecidas pela Google para gerar receita com a plataforma:

  1. Receita de anúncios;
  2. Clube dos canais;
  3. Estante de produtos;
  4. Super Chat;
  5. Receita do YouTube Premium.

 

Está planejando ganhar dinheiro com o YouTube?

Para começar, o primeiro passo é configurar o seu canal para monetizar vídeos.

Esse processo pode parecer difícil, mas fique tranquilo.

Vamos explicar, em poucas palavras, tudo o que você precisa saber sobre monetização do YouTube.

Além disso, vamos mostrar um passo a passo de como você pode configurar a monetização do seu canal no YouTube hoje mesmo!

(Isso, é claro, se o seu canal estiver de acordo com os parâmetros da plataforma.)

Então, acompanhe o artigo da Conversion nos próximos minutos. Se preferir, navegue pelo nosso índice de conteúdo.

 

Índice de Conteúdo

  1. O que é monetização do YouTube?
  2. Como funciona a monetização do YouTube?
  3. Pré-requisitos para ativar a monetização do YouTube
  4. Como ativar a monetização do YouTube em apenas 3 passos
  5. Critérios de análise do YouTube

O que é monetização do YouTube?

A monetização no YouTube consiste em gerar receita por meio da produção de vídeos.

Tanto trabalhadores autônomos quanto organizações podem participar e garantir uma boa renda.

Esse processo é possibilitado pelos anúncios de outros produtos ou serviços, os quais são exibidos nos vídeos monetizados da plataforma.

O alcance do anúncio é proporcional às visualizações do conteúdo, logo, quanto mais influência seu canal tem, maior é a receita gerada.

Como funciona a monetização do YouTube?

A monetização dos vídeos é baseada no Programa de Parcerias do YouTube (YPP).

Para se inscrever não há custos, basta possuir uma conta no YouTube e possui um canal ativo.

Caso você ainda não tenha o seu canal no YouTube, sugerimos a leitura do nosso post: Como Criar um Canal no Youtube.

As regras de Monetização do YouTube estão mais rígidas

Antigamente, ganhar dinheiro com o YouTube era mais fácil.

Não havia muitos pré-requisitos.

O YouTube passou a fazer uma análise mais rigorosa nos canais que se candidatam ao programa.

O objetivo da empresa é evitar que os anúncios sejam divulgados em canais não adequados, uma vez que afetam diretamente a imagem do anunciante.

Antes, a análise não era muito profunda e muitos conteúdos audiovisuais considerados polêmicos eram autorizados a divulgar os anúncios.

Isso incomodou o público em geral, causando repercussão e exigindo alguma ação por parte do YouTube, que tornou as regras de monetização mais rígidas.

Pré-requisitos para monetização do canal no YouTube

As novas regras permitem que os anunciantes avaliem se o conteúdo em que seus anúncios estão presentes é de alguma forma inadequado.

Além disso, agora na análise são considerados alguns critérios como:

  • Engajamento da audiência;
  • Tamanho do canal;
  • Tipo de conteúdo;
  • E até o comportamento dos produtores nas redes sociais.

Os requerimentos são de que o canal produza um conteúdo adequado para a publicidade — ou seja, que siga a diretriz de conteúdo da Google.

Além disso, também deve ter, no mínimo, 4 mil horas de conteúdo assistido nos últimos 12 meses e mil inscrições.

Como ativar a monetização do YouTube em apenas 3 passos

O seu canal do YouTube segue os critérios da plataforma? Então, veja como monetizar os vídeos!

Passo um: candidatar-se ao Programa de Parcerias do YouTube

A primeira etapa é candidatar-se ao Programa de Parcerias do YouTube.

Mas, não se esqueça:

Essa ação só será possível contanto que, como dito antes, seu canal tenha 4 mil horas de conteúdo assistido nos últimos 12 meses e mil inscrições.

Para isso, basta logar em sua conta e, no canto superior direito, ao clicar no ícone de seu perfil, selecionar a opção “YouTube Studio (Beta)”.

No YouTube Studio, selecione a opção “Outros recursos” e “Status e recursos”.

Ao visualizar o status, é possível realizar a solicitação em “Geração de receita”. Em seguida você será instruído para aceitar os termos do Programa.

Passo dois: criar uma conta no Google AdSense

Agora é necessário criar uma conta no Google AdSense.

Essa plataforma é responsável por veicular anúncios em websites. Ela é livre de custos e, por isso, muito útil.

O AdSense direciona os anúncios de acordo com a relevância ao público-alvo de seu conteúdo — esse processo também é realizado em celulares e tablets.

Você pode personalizar na ferramenta o tipo de anúncio que deseja veicular e impedir aqueles que acredita serem inadequados ou não relevantes ao seu público.

Para realizar o cadastro, você pode acessar seu status e selecionar o campo “Geração de receita”, onde há, no segundo passo, um link de redirecionamento para se inscrever no Google AdSense.

Você pode também acessar o website e clicar em “Inscrever-se Agora”.

Em seguida, coloque a URL de seu canal, a conta Google que você irá utilizar e seu país de origem.

Após isso, o site disponibilizará instruções para finalizar o cadastro.

Depois de criar a conta, basta vinculá-la ao seu canal por meio do status em Geração de Receita no perfil do YouTube.

Passo três: configurar as preferências em tipos de anúncios

O terceiro passo no status de seu canal consiste em configurar as preferências relacionadas ao tipo de anúncio a ser veiculado em seus vídeos.

Para tal ação, ao clicar em iniciar, uma página de definição das preferências será aberta. Sinta-se à vontade para escolher os formatos.

É possível alterar as configurações a qualquer momento e também escolher entre quais vídeos monetizar ou não.

Após isso, o seu canal ainda deverá ser aprovado pelo YouTube.

Critérios de análise do YouTube

Após realizar todos os passos, a participação no programa ainda precisa ser aprovada pelo YouTube.

Além dos critérios citados anteriormente em relação à quantidade de inscritos e horas assistidas, há outros aspectos que são levados em consideração, entre eles:

  1. O conteúdo dos vídeos deve ser adequado aos anunciantes conforme as regras da diretriz de conteúdo para publicidade;
  2. Todo conteúdo postado deve ser adequado à diretriz da comunidade, aos termos de serviço do YouTube e às políticas do programa Google AdSense;
  3. Os vídeos do canal devem ser originais ou possuir direitos autorais para que possam ser monetizados.

Em até um mês o YouTube envia uma resposta por e-mail.

Após todo o processo, caso seu canal seja aprovado na análise, é possível ativar a monetização dos vídeos autorizados pelo YouTube no YouTube Studios em “Gerenciador de vídeos”.

No gerenciador, os vídeos que podem ser monetizados estarão com o símbolo “$” ao seu lado. Para monetizar, basta clicar no ícone, ativar a geração de receita e o tipo de anúncio que será veiculado no vídeo.

Para entender melhor as estratégias de marketing e aprofundar seus conhecimentos em relação à rede, acesse nosso artigo sobre Influenciadores Digitais. Espero ter ajudado!

A Conversion na mídia
Rede Globo de Televisão SBT Rede Record TV Bandeirantes Portal do UOL Yahoo Notícias Diário do Comércio e Indústria
Voltar ao Topo
fechar

Solicite Orçamento