Mobile Marketing: O que é, Estatísticas & Estratégias Aplicáveis ao Seu Negócio

Por ,
em

A popularização dos Smartphones e o baixo custo de aquisição dos dispositivos e planos de internet móvel, colocou o mobile em destaque nas ações de marketing digital.

O report do IAB divulgado em novembro de 2018 revelou que 71% do tempo online é gasto em dispositivos móveis, como celulares e tablets, contra 29% gastos em desktops (computadores e notebooks).

Os números refletem muito bem o cenário atual dos usuários de internet onde o que antigamente só podia ser feito via computador, como a simples ação de enviar e-mail, facilmente pode ser executado com celulares.

Principalmente com a grande aderência do público ao Voice Search.

Neste post, produzido pelo time de marketing da Conversion, apresentaremos o conceito, estatísticas de evolução e estratégias de mobile marketing para te ajudar a planejar estratégias de M-Marketing para o seu negócio.

Além disso, apresentaremos exemplos práticos de ações de M-Marketing que podem ser implementados em sua empresa.

Fique conosco nos próximos minutinhos e aprenda tudo sobre mobile marketing para negócios.

Tópicos Importantes:

 

O que é Mobile Marketing?

A facilidade de uso de dispositivos móveis como telefones, smartphones e tablets para comunicação entre amigos ou entre cliente e empresa, criou oportunidades valiosas para implementação de novas ações de marketing escaláveis e assertivas.

O conceito de mobile marketing significa simplesmente ações de marketing digital focadas em dispositivos móveis, como celulares e tablets.

O M-Marketing, como também é conhecido, surgiu e cresceu na última década, período em que os smartphones e suas funcionalidades evoluíram consideravelmente.

As ações de mobile marketing consistem em despertar o interesse do consumidor para produtos e marcas, fazendo uso de dispositivos móveis para veiculação de tais ações.

Um estudo da ABComm, de 2016, revelou que já em 2015, 32% dos acessos a lojas virtuais foram feitos através de dispositivos móveis, 21% em 2014, já em 2018 a expectativa era que os acessos ultrapassassem a margem de 50%.

Nos próximos tópicos você entenderá como o mobile marketing cresceu nos últimos anos e quais ações podem ser adicionadas ao seu plano de marketing digital.

 

Estatísticas sobre a importância e evolução do mobile marketing

Nos últimos 6 anos, o volume de vendas via dispositivo móvel (Smartphone e tablet) cresceu 10%, em contraponto, houve uma queda de 7% no volume de vendas via desktop (Computador e Notebook).

No mesmo período, o crescimento no volume de vendas em lojas físicas foi de somente 2%.

Os dados são da pesquisa “Global Consumer Insights 2018”, divulgados pela PWC, e são corroborados pela pesquisa que compara o crescimento do uso de Smartphones, Tablets e computadores para uso pessoal e profissional.

Os gráficos mostram que devido a grande aceitação dos smartphones por parte do público, entre 2010 e 2012, as empresas se atentaram para o fato de que a experiência mobile havia deixado de ser uma promessa e se tornado realidade.

Além disso, já em 2015, o Google anunciou que daria prioridade no posicionamento para a busca orgânica a sites responsivos ou versão mobile. Em 2017, isso virou regra e desde então sites com experiência mobile ruim perdem posições.

As ações do Google em conjunto com os gráficos de crescimento do interesse pelo uso de dispositivos móveis, demonstram a importância e a evolução do M-Marketing para todo e qualquer tipo de empresa.

Confira outros dados importantes

  1. Pesquisas em dispositivos móveis com o termo “Black Friday” aumentaram em 80% nos últimos dois anos [Think With Google];
  2. 40% das transações online agora são feitas no celular [Think With Google];
  3. 72.426 milhões de pessoas usavam smartphone com internet em 2015 [Nielsen].

Sabemos que o consumidor digital é extremamente dinâmico e está sempre ávido por testar novas tecnologias e experimentar novas experiências e 73% dos brasileiros que possuem smartphone, não saem de casa sem ele.

Com estes dados, fica comprovado a importância do M-Marketing para uma abordagem mais assertiva, inovadora e íntima com o consumidor.

Mas, para que isso gere resultados relevantes, o conceito de mobile first deve ser levado a sério.

 

Mobile First deve ser levado a sério

O conceito de Mobile first foi criado por Luke Wroblewski, em 2009, e tem como objetivo dar prioridade ao ambiente mobile desde o planejamento até a execução.

Em 2015, o Google já priorizava sites que possuem versão mobile ou responsiva, porém, o ranking mobile ainda era definido de acordo com a versão desktop dos sites.

Em 2017, o algoritmo do Google foi aprimorado para que executassem uma das principais alterações dos últimos tempos na SERP do Google, onde os sites seriam rankeados de acordo com o nível de otimização da versão para mobile, desconsiderando a versão para desktop.

Portanto, os números comprovam que o conceito de mobile first deve ser levado muito a sério por desenvolvedores e profissionais de marketing, no momento de planejamento de arquitetura e concepção de sites.

Confira um exemplo real de mobile first

Aplicativo para Mobile

Versão para Desktops

iFood é um dos principais aplicativos de delivery do Brasil, com mais de 2 milhões de usuários ativos e 3 milhões de pedidos por mês.

A empresa adaptou-se ao mobile first criando além de uma versão responsiva do site, um aplicativo com um design focado em dispositivos móveis, fácil de utilizar e bastante intuitivo.

A preocupação em oferecer um aplicativo desenvolvido especialmente para aplicativos móveis, sob o conceito de mobile first, melhorar a experiência do usuário, aumenta o número de conversões e comprova a eficácia do conceito Mobile First.

 

Google Voice e Visual Search estão evoluindo e devem ser levados em consideração

O Mobile first abriu o caminho para o desenvolvimento de novas tecnologias focadas no ambiente mobile.

Voice Search (Pesquisa por Voz) e Visual Search (Pesquisa Visual) são algumas das tecnologias que surgiram para otimizar a experiência de navegação em dispositivos móveis.

O Pinterest, por exemplo, saltou de 250 milhões de buscas visuais em fevereiro de 2017 para 600 milhões em fevereiro de 2018, demonstrando que o público aderiu o uso da tecnologia.

Por ser uma ferramenta complexa e depender 100% de inteligência artificial, o Visual Search ainda precisa de tempo para desenvolvimento e testes, mas já mostrou seu potencial no caso do pinterest.

O Voice Search, por outro lado, já ganhou a aceitação de boa parte da audiência, sendo recurso nativo de todos os dispositivos móveis (Smartphones e Tablets) com sistema operacional Android e IOS.

 

Estratégias de Mobile Marketing Aplicáveis ao Seu Negócio

Sabendo que o seu consumido está conectado 24h por dia, efetuando compras e se relacionando com as marcas preferidas, como está a estratégia de mobile marketing da sua empresa?

Para te ajudar com isso, veja algumas ideias e conceitos importantes que podem se agregados ao seu plano de marketing.

 

Mobile SEO: Otimizando sites para dispositivos móveis

A complexidade de posicionar sites na primeira página do Google aumenta exponencialmente a cada dia.

Por isso, o conceito de mobile SEO visa o desenvolvimento de sites focados em entregar ao usuário uma experiência mais positiva de navegação.

O conceito é tão importante que até mesmo o Google alterou seu algoritmo para posicionar sites na SERP de acordo com a versão exibida em dispositivos móveis e não desktop.

Além disso, segundo a informação divulgada pelo portal backlinko, 58% de todas as pesquisas feitas no Google são feitas através de dispositivos.

mobile seo

 

Os dados comprovam a importância do mobile SEO como estratégia de mobile marketing.

Agora, confira algumas táticas de mobile SEO que podem ser agregadas ao seu planejamento de M-Marketing.

“Perto de mim”

Além da técnica, é preciso usar a criatividade para criar estratégias de otimização mobile.

Uma das ações que podem gerar resultados positivos, é criar combinações entre a categoria da empresa ou produto e o termo ‘perto de mim’.

  • Barbeiro perto de mim
  • Loja de Móveis perto de mim
  • Supermercado perto de mim
  • Agência de marketing perto de mim

Pesquisar por locais perto usando o termo ‘Perto de Mim’ cresceu juntamente com a funcionalidade de Voice search.

Posição Zero

A posição zero do Google são resultados orgânicos exibidos em destaque antes do primeiro resultado orgânico e após os anúncios pagos.
A grande vantagem é que o conteúdo é exibido com grande destaque, contendo um trecho do texto, imagem, título e link da página.

Alcançar o resultado zero do Google não é simples, mas como resultado, percebemos o crescimento considerável do CTR, tráfego da página, e visibilidade da marca.

Confira algumas dicas para alcançar a posição zero

  • Crie listas dentro do conteúdo;
  • Utilize heading tags;
  • Otimize imagens;
  • Utilize rich snippets.

 

SMS & WhatsApp Marketing

WhatsApp Marketing é uma estratégia que vem sendo utilizada com frequência para lançamento de produtos e comunicação ativa com potenciais clientes.

A estratégia consiste em enviar mensagens sequenciais a uma lista de usuários cadastrados com o objetivo de manter relacionamento e conduzir ao longo do funil de vendas.

Por ser uma via direta de comunicação com o usuário, o principal aplicativo de troca de mensagem do Brasil, o WhatsApp tem o poder de atingir o usuário em tempo real.

No entanto, para obter resultados positivos com a estratégia é preciso ter a permissão dos usuários para enviar publicidade.

Lançamento de produto com grupo temporário

Tática muito utilizada em 2018, os lançamentos de produtos e principalmente de infoprodutos (Cursos, Ferramentas digitais e afins), tem como objetivo atrair o máximo possível de pessoas para um grupo de WhatsApp e comunicar-se com a audiência seguindo um cronograma com um período curto entre início e final da ação.

Princípios Básicos

  1. Comunicar-se utilizando gatilhos mentais de escassez e autoridade;
  2. Planejar e comunicar de forma clara início e fim do lançamento;
  3. Gerir o grupo para evitar comentários negativos.

Lista de Transmissão

As listas de transmissões do WhatsApp são úteis para comunicação periódica e – quase – individual com a audiência.
A diferença para os grupos se dá pelo modo de interação, já que com as listas, o usuário recebe as mensagens no modo privado.

Pontos Positivos

  1. São úteis para comunicação pontual;
  2. Fácil e rápido criar uma lista.

Pontos Negativos

  1. Não há interação entre os membros da lista;
  2. O usuário precisa obrigatoriamente ter o número do remetente cadastrado como contato para receber a mensagem, caso contratado, a mensagem será enviada mas não chegará ao destinatário.

Já as listas de transmissões via mensagem SMS são mais simples, porém, não tão eficazes visto que poucas pessoas ainda utilizam este modelo de troca de mensagem.

Para ativar uma ação de SMS marketing, basta reunir uma lista de números, preparar a mensagem e disparar através de uma ferramenta de envio de mensagens de texto.

Grupo Interativo

Se você já possui uma audiência engajada em outros canais, usar os grupos do WhatsApp para reuni-los pode ser uma estratégia de mobile marketing muito eficaz.

A estratégia funciona de forma semelhante aos grupos no Facebook, mas uma pequena diferença deve ser levada em consideração: O período de vida útil de uma mensagem no WhatsApp é menor, visto que o sistema de notificações do Facebook é mais efetivo.

Vou explicar:

  • No Facebook a publicação fica em destaque e os comentários agrupados logo abaixo;
  • No WhatsApp não há como agrupar os conteúdos de forma organizada e diversos assuntos podem ser tratados ao mesmo tempo, podendo dificultar o entendimento.

A solução para esta questão se resume em gestão. Ter um profissional moderando o grupo e gerindo discussões, faz com que o grupo não perca o foco no tema principal proposto.

 

Push Notification

Se você utiliza aplicativos como 99 Táxi ou iFood, já foi impactado por notificações de push em seu telefone.

Notificação é a mensagem que você recebe em seu telefone e fica agrupada com as mensagens do WhatsApp, por exemplo. Confira:

 

 

A grande vantagem é que somente usuários com um certo nível de engajamento recebem tais notificações.

No caso dos aplicativos mobile, é possível segmentar e enviar mensagens para clientes que sempre compram uma categoria específica de produto ou efetuam uma compra em certos horários.

Em outros casos, é possível adicionar um pop-up no site para que o usuário se cadastre para receber as notificações, ou enviar por e-mail um link para inscrição.

Desta forma, o nível de envolvimento com o conteúdo aumenta consideravelmente.

Além disso, muitas ferramentas possibilitam a criação de funis de notificações, onde o usuário recebe mensagens de acordo com um conjunto de regras pré-estabelecidas e configuráveis dentro da ferramenta.

Mapeie hábitos da Audiência

Se você utiliza o app do “iFood” com frequência, já percebeu a grande sacada de enviar cupons na hora do almoço e final do dia.

Ao que parece, o aplicativo mapeou os horários onde comumente os usuários pedem refeições com mais frequência e oferece cupons com antecedência, na tentativa de evitar que usuários assíduos optem por outros aplicativos de delivery ou restaurantes.

 

QR Code Marketing

Ainda pouco aproveitado, mas com grande potencial de uso, o QR Code Marketing consiste em transformar links em “Blocos Codificados“, onde o usuário precisa apenas apontar a câmera e uma ação será executada.

JC Penney

Nessa ação de QR Code Marketing da “JC Penney”, a empresa criou uma versão de cartão de aniversário com um QR Code, onde o remetente poderia gravar uma mensagem e ao destinatário bastava fazer a leitura do QR Code e escutar a mensagem. Confira no vídeo:

Museu Sukiennice

Nesta outra ação de QR Code Marketing produzida pela Sukiennice Museum, ao digitalizar o QR Code referente a cada pintura, um vídeo é exibido contando os “Segredos por trás das pinturas”. Confira o vídeo completo:

 

Conclusão

Neste guia completo sobre mobile marketing para negócios, você aprendeu tudo o que é necessário para planejar estratégias criativas de marketing para crescer o seu negócio.

Mas, ainda não vá embora!
Para potencializar os resultados das ações de M-Marketing, é indicado criar estratégias em conjunto com anúncios pagos.

Para isso, criamos alguns guias completos onde apresentamos tudo sobre Instagram para Empresas, Facebook Ads, Google Ads e Bing Ads. Leia agora enquanto está disponível!

A Conversion na mídia
Rede Globo de Televisão SBT Rede Record TV Bandeirantes Portal do UOL Yahoo Notícias Diário do Comércio e Indústria
Voltar ao Topo
fechar

Solicite Orçamento