logo

Google irá remover produtos falsificados dos resultados orgânicos de pesquisa

12/06/2020
2 min de leitura

O Google anunciou, na última quinta-feira (11), que pretende retirar permanentemente de seus resultados de busca qualquer venda ou distribuição de produtos falsificados.

A política, que já funciona para anúncios pagos há alguns anos, se estende agora para resultados orgânicos e contará com denúncias voluntárias de usuários.

O Google define produtos falsificados como “réplicas, imitações, cópias idênticas, piratas, falsos, imagens duplicadas ou termos semelhantes que se referem ao nome de uma marca na tentativa de se passar por produtos originais do proprietário da marca.

Como delatar produtos falsificados para remoção?

Para fazer uma denúncia para o buscador, basta acessar o formulário de remoção de conteúdo disponível na central de ajuda jurídica do Google.

O formulário é o mesmo utilizado para denunciar violação de direitos autorais ou roubo de propriedade intelectual nos resultados mostrados pelo Google.

A venda de produtos falsificados está agora entre as opções de conteúdo ilegal que devem ser reportados.

googlecounterfelt

Vale lembrar, porém, que a nova política se restringe apenas à venda ou distribuição de produtos falsos e réplicas ilegais. Para denunciar outras formas de violação de marca registrada, a denuncia deve ser feita através da seleção de outra opção.

Avaliação 100% humana

Segundo o Google, da mesma forma que outras avaliações de mesma natureza são feitas, 100% das análises de resultados denunciados será feita por pessoas.

Apesar de ainda não haver nenhuma automação neste processo, as denúncias serão cruciais para o futuro desenvolvimento de um algoritmo capaz de identificar esse tipo de infração através de inteligência artificial.

Com o mesmo objetivo, em 2012, o Google lançou o Pirate Update, uma atualização que veio para impedir que sites com problemas relacionados a direitos autorais atingissem posições de destaque na SERP.

Mais tranquilidade para o varejo digital

A nova política de denúncias do buscador promete dar a varejistas digitais de diversos nicho mais tranquilidade para vender seus produtos, uma vez que agora eles têm a oportunidade de acabar com a concorrência desleal de produtos ilegítimos.

A novidade é mais um avanço do Google para transformar seus resultados em um ambiente mais justo e saudável tanto para quem vende quanto para quem deseja comprar.

E você, o que achou? Conte para a gente!

Escrito por

Bruna Rodrigues

SEO

é redatora especializada em marketing digital, SEO e link building. Já trabalhou em empresas como Ituran, BTG Pactual, Grupo Nova Concursos e é responsável pelas notícias de marketing no Conversion News.

Receba o melhor conteúdo de marketing em seu e-mail

Assine nossa newsletter e fique informado sobre tudo o que acontece no mercado

Conteúdos relacionados

"Tudo deveria se tornar o mais simples possível, mas não simplificado."

Albert Einstein