logo

Podemos considerar o CTR como fator de ranqueamento?

24/08/2015
3 min de leitura

CTR

No mercado, muito se fala sobre o peso de cada fator de ranqueamento para os mecanismos de busca, pois esses dados são essenciais para uma mensuração efetiva de SEO Estratégico. Por conta disso, os contribuidores do site Search Engine Land, Cesarino Morellato e Andrea Scarpetta, realizaram uma experiência muito interessante para analisar a influência do CTR (taxa de cliques nos resultados de busca) no posicionamento de sites na página de buscas do Google.

A metodologia do estudo

Realizado nos Estados Unidos, o experimento atendeu aos seguintes passos:

  • Os especialistas desenvolveram um software para gerar cliques em um resultado de busca em específico;
  • Para isso, utilizaram milhares de endereços de IP diferentes;
  • Simularam cliques de diferentes dispositivos (celular, tablet e desktop);
  • Após o clique, o software foi programado para permanecer na página por, no mínimo, 20 segundos.

Após o desenvolvimento do software, decidiram que os resultados poderiam ser mais relevantes se selecionassem uma palavra-chave que não tivesse muitas buscas atualmente, pois o experimento não sofreria tanta influência externa. De acordo com a orientação, a palavra-chave selecionada foi relacionada aos Jogos Olímpicos de Inverno de 2002.

Isolando os fatores

Escolhida a palavra-chave, Cesarino e Andrea passaram para a seleção da página a ser otimizada. Novamente, pensando em obter o mínimo da influência de outros fatores, a página selecionada foi um arquivo de PDF com zero backlinks e posicionado entre a 8ª e a 10ª posição da SERP (Search Engine Results Page).

Para traquear o posicionamento do PDF, utilizaram o site Proranktracker.com com atualizações diárias e gravaram a posição de cada URL via software.

Os resultados

Com tudo pronto, o experimento começou a rodar com o software gerando de 200 a 700 buscas por dia, clicando majoritariamente no link do PDF, garantindo-lhe um CTR maior do que das outras páginas posicionadas. E em cerca de uma semana, o PDF passou da 10ª para a 3ª posição na SERP do Google, se mantendo entre a 4ª e a 5ª posição nas semanas seguintes.

Resultado SERP

Curiosos sobre os resultados, os especialistas foram analisar as movimentações na SERP durante o período de teste e descobriram algo importante: todas as URLs apresentadas nas 10 primeiras posições da busca variaram muito diariamente, e essa variação estava muito ligada à localização dos IPs. Esse fato fez com que eles repensassem os resultados e chegassem a algumas conclusões:

  • O CTR é provavelmente um fator de ranqueamento indireto, pois está alinhado ao comportamento do usuário na internet. Isto é, a influência do CTR no posicionamento de um link na SERP varia de acordo com a localização e interesses específicos do usuário ligado a um IP;
  • Portanto, apesar de não afirmarem com certeza o peso que o CTR possui como fator de ranqueamento, foi possível constatar que há uma correlação entre CTR e posicionamento.

Posto isso, é relevante então pensarmos na otimização do CTR como um dos pontos de nossa estratégia de SEO.

E como fazemos isso?

Por meio da otimização das rich snippets das principais páginas de seu site. Simplificando um pouco, isso pode ser feito da seguinte maneira:

  • Otimização de Title: focada na palavra-chave para a qual você está buscando um melhor posicionamento;
  • Otimização de Meta Description: focada em uma combinação de frases mais atraentes e que visem uma maior taxa de cliques.

Essas otimizações somadas ao restante do trabalho On Page e construção de Autoridade através do Link Building e Assessoria de Imprensa Digital podem ser o diferencial de sua estratégia de SEO.

Escrito por

Gustavo Mariano

SEO

Gustavo Mariano é estudante de Publicidade e Propaganda na USP e trabalha com Mídias Sociais na Conversion. Adora pesquisar e identificar tendências na rede, além de ler Blogs de cultura pop. É aficcionado por grandes festivais de música e, no tempo livre, se dedica ao Rock n’ Roll.

Receba o melhor conteúdo de marketing em seu e-mail

Assine nossa newsletter e fique informado sobre tudo o que acontece no mercado

Conteúdos relacionados

"Tudo deveria se tornar o mais simples possível, mas não simplificado."

Albert Einstein