Google MUM: entenda como funciona o novo modelo de linguagem 1000x mais poderoso que o BERT

Bruna Rodrigues
Bruna Rodrigues

Nova tecnologia a ser implementada nos algoritmos do Google será capaz de captar conteúdos em qualquer idioma e traduzi-los automaticamente. Saiba mais sobre o Google MUM.

No último dia 18 de maio o Google fez um anúncio oficial notável — uma nova tecnologia relacionada à compreensão de linguagem, 1000x vezes mais poderosa que o BERT Update, seu antecessor, será implementada nos próximos meses: o Google MUM.

No final de 2019, o Google lançou o BERT, uma atualização de algoritmo que daria ao maior buscador do mundo uma incrível capacidade de compreensão de linguagem natural, escrita e falada.

Segundo o próprio Google, esta seria a maior atualização dos últimos cinco anos até então, e mudaria para sempre a maneira como os algoritmos seriam capazes de entender as consultas feitas pelos usuários que utilizam suas pesquisas.

Mas, se o BERT é mesmo tão eficiente, o que podemos esperar da nova tecnologia do Google, que promete ultrapassá-lo não só em eficiência, mas em qualidade de entrega?

O que é o Google MUM?

O Google MUM, ou Multitask Unified Model, é uma atualização que, assim como o BERT, levará os níveis de compreensão de linguagem natural do algoritmo do Google a um novo patamar de qualidade.

Construída sobre a tecnologia Transformer, uma arquitetura de rede neural voltada a uma assimilação extraordinária de linguagem natural em mais de 75 idiomas, o MUM chega para revolucionar a maneira como o Google pode ajudar seus usuários com tarefas complexas.

Além disso, o MUM é multimodal, ou seja, é capaz de compreender não somente a linguagem escrita, mas também outros tipos de mídia, como imagens e, no futuro, vídeos e áudios.

Como o Google MUM funciona?

Ao buscar a resposta para uma pergunta complexa que pode envolver duas ou mais etapas de pesquisa, o Google estima que seus usuários façam em média oito buscas.

Vamos usar o exemplo dado pelo próprio buscador na publicação em seu blog oficial: imagine que você escalou o Monte Adams há alguns meses e, no próximo outono, pretende escalar o Monte Fuji e gostaria de saber o que deve fazer de diferente na sua preparação para essa aventura.

Alguns pontos de interesse para você seriam: a diferença de elevação entre as duas montanhas, qual a temperatura média do Japão no outono, se há muita chuva prevista, qual o nível de dificuldade da escalação deste monte, qual o equipamento mais adequado e etc.

Considerando o algoritmo do Google tal como ele é hoje, cada um destes pontos exigiria uma busca diferente, o que transformaria essa pesquisa em uma extensa coleta de informações de diferentes fontes.

Com o MUM, apenas uma pesquisa seria necessária para que o algoritmo compreendesse que a sua intenção, neste caso, é saber quais as principais diferenças entre os dois montes e como se preparar de maneira distinta para escalar o Monte Fuji.

Animated GIF visualization representing how MUM interprets the question “I’ve hiked Mt. Adams and now want to hike Mt. Fuji next fall, what should I do to prepare?

Ao fazer a pesquisa descrita na imagem acima, o Google entenderia, em primeiro lugar, que há uma ideia de comparação entre as duas montanhas. As palavras “hike” (escalação) e “prepare” (preparar) seriam as responsáveis por dar ao buscador um panorama completo sobre essa pesquisa.

Uma vez que o MUM possui um profundo conhecimento sobre o mundo e circula facilmente entre as mais diversas informações, a página de resultados traria diferentes tipos de insights, como por exemplo e necessidade de equipamentos à prova d’água, uma vez que o outono é uma época chuvosa na região do Fuji.

Quebrando as barreiras de idioma

Uma das mais fantásticas inovações do MUM, no entanto, está em quebrar as barreiras idiomáticas que existiam no acesso à informação.

É claro que, ao buscar informações sobre o Monte Fuji estando nos EUA, você encontrará, majoritariamente, resultados relativos a americanos falando sobre o Monte Fuji e suas experiências por lá.

Blogs de viagens, relatos de outros escaladores norte-americanos e informações de conhecimento geral pouco específicas sobre as características mais marcantes desta montanha e de toda região dominariam a SERP.

Agora imagine se esta busca fosse feita em território japonês!

Um número muito maior de dados e informações estariam disponíveis, inclusive a partir de uma perspectiva nativa sobre o monte de todas as suas especificidades.

Com o MUM, a divisão de conteúdos entre idiomas está finalmente eliminada e, ao fazer uma pesquisa em qualquer idioma, de qualquer lugar do mundo, você poderá ter acesso a resultados disponíveis em até 75 idiomas.

Animated GIF showing a visualization of different illustrations of news sources in different languages.

Pesquisando a partir de diferentes formatos

Como dito um pouco acima, o MUM é uma tecnologia multimodal e pode compreender buscas feitas a partir de diferentes formatos, inclusive simultaneamente.

Animated GIF showing a photo of hiking shoes. The question “can I use these to hike Mt. Fuji?” appears next to the shoes.

No exemplo acima, foi realizada uma busca em texto por “Posso usar estas botas para escalar o Monte Fuji?” em conjunto com uma imagem das botas citadas, enviada ao mesmo tempo.

Com o MUM, o algoritmo é capaz de relacionada o texto à imagem sem interferências e responder, com precisão, se estas botas podem ou ser ser utilizadas para escalar o Monte Fuji.

Inteligência artificial aplicada com responsabilidade

Uma das perguntas que normalmente nos fazemos ao nos depararmos com tão grandes facilidades promovidas pela tecnologia é: como isso pode funcionar tão bem?

Assim como todas as implementações de melhorias e atualizações de algoritmo do Google, o MUM foi desenvolvido e implementado graças à inteligência artificial, mas conta com um grande número de avaliadores humanos que seguem rigorosamente todos as diretrizes do Search Quality Raters Guideline.

Este time de pessoas trabalha em conjunto com a própria tecnologia do buscador para garantir que todas as mudanças cumpram o objetivo de auxiliar o usuário e ajudam os robôs a compreenderem de que maneira esse auxílio esta sendo utilizado.

O MUM deve ser implementado aos poucos, como é comum, ao longo dos próximos meses.

Escrito por Bruna Rodrigues

Escrito por Bruna Rodrigues

Escrito por Bruna Rodrigues

Escrito por Bruna Rodrigues

Compartilhe este conteúdo
Compartilhe
Receba o melhor conteúdo de SEO & Marketing em seu e-mail.
Assine nossa newsletter e fique informado sobre tudo o que acontece no mercado
Agende uma reunião e conte seus objetivos
Nossos consultores irão mostrar como levar sua estratégia digital ao próximo nível.
>