Metaverso: como ele influenciará o SEO que conhecemos?

Fabiane Sutiak
Fabiane Sutiak

Metaverso é um ambiente virtual hiper-realista, onde podemos criar avatares e fazer ações do dia a dia, como trabalhar, assistir à shows e nos comunicar com amigos.

Empresas como Microsoft, Nike, Banco do Brasil e até mesmo a TIM, já entraram de cabeça no metaverso. Além disso, lojas de roupa como Zara e Gucci já oferecem modelos de roupas exclusivos vendidos apenas de forma digital.

Ainda é muito cedo para dizer, mas uma das apostas é que futuramente, todas as empresas devam mergulhar no metaverso. Oferecendo experiências únicas e itens exclusivos que poderão ser usados apenas de modo digital.

Pensando no cenário da pandemia, sabemos que as empresas que já possuíam presença digital, conseguiram sobreviver melhor do que empresas que precisaram começar tudo do zero.

Isso significa que, em um metaverso, sairão na frente empresas que possuam um ambiente virtual, do que aquelas que precisarão correr atrás quando a forma que navegamos na internet mudar.

Para os analistas de SEO e Marketing Digital, fica a pergunta: “Como trabalharemos o marketing dessas empresas no metaverso?”

Como vão funcionar as pesquisas dentro do metaverso?

Fizemos uma série de reflexões sobre como as buscas orgânicas acontecerão no metaverso. Gostaríamos de dividir algumas das nossas teorias e conclusões.

Imaginamos que – uma vez no metaverso – as pessoas não irão querer retirar seus óculos VR para fazer uma busca no Google, por exemplo. Essa experiência também deverá acontecer dentro da realidade virtual.

Porém, sabemos que para fazer uma busca precisamos digitar alguma palavra para obter um resultado e que a experiência de digitação em ambientes onde precisamos apontar um controle remoto, por exemplo, é sempre frustrante e pouco funcional.

A imagem mostra uma tela de televisão com um teclado virtual.

Muitos óculos de realidade virtual já possuem seus próprios teclados. O Oculus Quest 2 – um dos óculos VR mais conhecidos e vendidos do mundo – já possui sensores capazes de detectar o movimento das mãos sem a necessidade de um controle.

Com isso, entendemos que é possível digitar com um teclado virtual habilitado no momento que precisamos utilizá-lo no metaverso. Mas a sensação de digitar sem realmente sentir o toque das teclas também pode causar certa frustração.

Também é possível conectar o seu teclado e mouse da vida real para o metaverso, facilitando a digitação e navegação. Entretanto, foge um pouco do objetivo do metaverso, que é estar imerso em um ambiente totalmente virtual.

Porém, para garantir a facilidade e rapidez nas pesquisas, acreditamos que a maior parte das buscas no Google passarão a acontecer por meio de voz. O que nos leva para algumas outras problemáticas.

Como a pesquisa por voz funciona atualmente?

Quando falamos em pesquisas por voz, normalmente fazemos uma pergunta simples para a Alexa, Google Assistant, entre outros assistentes. Uma pergunta simples como a temperatura hoje, retornará em uma resposta simples.

Normalmente, as respostas dadas em uma busca por voz são as apresentadas na SERP como feature snippets. O que eliminaria a possibilidade de apresentar diversos outros resultados orgânicos da SERP.

Quando fazemos uma pesquisa por voz, normalmente estamos com as mãos ocupadas demais para digitar e esperamos uma resposta rápida. Com isso, as respostas do Google são breves pois ele entende que estamos sem tempo para fazer longas leituras de um conteúdo.

O que esperamos da pesquisa por voz no metaverso?

Entretanto, as pessoas passarão muito tempo no metaverso e suas perguntas nem sempre precisarão de respostas curtas. Elas também irão precisar de conteúdos mais detalhados sobre assuntos específicos.

Para facilitar a leitura de diversos sites no metaverso, imaginamos que seu avatar poderá fazer a busca no Google por voz, porém os resultados serão apresentados de diversas maneiras diferentes.

Utilizando o movimento dos seus olhos, você poderá abrir uma aba do Google e dizer a sua busca. Em seguida, diversas sugestões de páginas aparecerão como resultado e você poderá acessar os links e realizar sua leitura através do movimento dos olhos e sensores das mãos.

pesquisa no metaverso
A imagem mostra como imaginamos que uma pesquisa no Google acontecerá no metaverso.

Em outras palavras, acreditamos que sites precisarão repensar a forma como apresentam seus resultados na SERP, mas principalmente, em como será a experiência do usuário dentro do seu site.

Atualmente, pensamos em boa navegação e velocidade de carregamento como pontos primordiais para um site ter muitos acessos e conversões.

No metaverso, além da velocidade de carregamento, também será necessário pensar cada vez mais na intensão de busca do usuário e seu momento durante a jornada de compra. Tentando assim, garantir o melhor resultado para o momento de busca daquela pessoa.

Marketing no Metaverso – o que tenho a ver?

O metaverso tem a intensão de aproximar marcas dos seus futuros clientes, e muitos seguimentos se beneficiarão com a realidade virtual e aumentada.

Pensando em uma loja de roupas, sabemos as dificuldades que o consumidor pode ter ao tentar encontrar o tamanho perfeito ou até mesmo conseguir se enxergar utilizando aquela roupa.

Com o metaverso, essa distância entre um e-commerce e seu consumidor final ficará encurtada, uma vez que você poderá experimentar diversos tipos de roupas e acessórios diferentes. Em um avatar que possui as suas medidas e características físicas.

O que as empresas podem oferecer no metaverso?

Apesar de sabermos que o metaverso se tornará realidade daqui alguns anos, empresas brasileiras já podem se preparar criando seus ambientes e experiências digitais que os aproximem de seus clientes.

Com a chegada do metaverso, sabemos que novos padrões de consumo irão surgir. As marcas, por sua vez, deverão criar sua própria comunicação com o público.

Dentro do metaverso, empresas podem oferecer serviços exclusivos como shows e outras atrações patrocinadas, com poltronas em localizações especiais, por exemplo. Além de garantir ambientes especiais para membros que compram da marca.

Com isso, acreditamos também que a relação consumidor e marca será muito mais forte no metaverso, uma vez que as experiências únicas fornecidas pelas marcas irão fidelizar ainda mais seus clientes.

O que os analistas de marketing e publicitários devem saber sobre o metaverso?

Assim como a chegada dos smartphones trouxe grandes mudanças e avanços para o mundo, com o metaverso não será diferente.

Novas palavras-chave – de concorrência provavelmente mundial – surgirão para serem trabalhadas, fazendo com que haja uma corrida entre os analistas de SEO para ganhar posicionamento nos mecanismos de busca.

Agências de marketing especializadas surgiram para garantir que empresas tenham espaço virtual no metaverso.

Já para os publicitários, novas oportunidades de fazer anúncios e propagandas surgirão, afinal não estaremos atidos ao acesso à um celular, computador ou televisão, estaremos dentro da internet.

Podcast Bora pro Lisboa Episódio Metaverso

Caso você queira entender melhor sobre o metaverso e como ele vai influenciar o SEO que conhecemos hoje, te convidamos a ouvir o lançamento do último episódio do nosso Podcast Bora pro Lisboa!

Nele, além de se informar sobre as últimas tendências de SEO e Marketing Digital, você também tem a opinião de analistas que trabalham na área!

Escrito por Fabiane Sutiak

Escrito por Fabiane Sutiak

Escrito por Fabiane Sutiak

Escrito por Fabiane Sutiak

Compartilhe este conteúdo
Compartilhe
Receba o melhor conteúdo de SEO & Marketing em seu e-mail.
Assine nossa newsletter e fique informado sobre tudo o que acontece no mercado
Agende uma reunião e conte seus objetivos
Nossos consultores irão mostrar como levar sua estratégia digital ao próximo nível.
>