Performance Criativa: mais vendas e mais relevância para marcas atentas ao novo consumidor

Diego Ivo

Por ,
em

O mercado está cada vez mais competitivo e o novo consumidor, informado e exigente, possui o poder de alavancar ou ser a ruína de uma marca, como nunca antes.

Neste contexto, surge o que chamamos na Conversion de Performance Criativa, que é uma forma de fazer marketing digital orientada a resultados e que pensa em como conquistar esse consumidor, para ele não só comprar mas também ser o agente de crescimento da marca.

A Performance Criativa pode ser aplicada de forma tática ao SEO, às Mídias de Performance, ao Branded Content, etc., e funciona ainda melhor quando norteia todas as estratégias digitais e de posicionamento da marca.

O que é a Performance Criativa: entregar resultados para clientes e criar valor de marca para o consumidor

Performance Criativa é um conjunto de estratégias e técnicas que levam o marketing de performance a um próximo patamar, aliando a comunicação à performance, com o objetivo de entregar resultados mensuráveis para clientes e de tornar as marcas relevantes para o consumidor, tendo como finalidade que empresas vendam mais.

Para atingir esses objetivos, a Performance Criativa conta com 3 pilares:

  • Marketing Orientado a Dados: utilizamos dados, pesquisas de mercado, análises estatísticas ou heurísticas, para diagnosticar problemas, identificar oportunidades, gerar insights e definir objetivos.
    .
  • Relevância: acreditamos que relevância é a marca aparecer na hora certa, no momento certo e com a mensagem certa, proporcionando soluções para necessidade do consumidor e entregando a melhor experiência para o usuário, em todos os canais. Para isso pensar de forma orgânica é fundamental: pois quando o conteúdo é entregue organicamente (em Search ou Social), atestamos a relevância e o resultado de mídia paga será muito melhor.
    .
  • Performance: uma agência deve estar focada em aumentar as vendas! Por isso, acreditamos que devemos medir os esforços de marketing, assim como otimizá-los, com objetivo de impactar da melhor forma possível no resultado final, da forma mais objetiva possível. Mas também se deve olhar os momentos anteriores da conversão: a parte mais desafiadora da performance acontece quando geramos visibilidade e o consumidor considera o produto ou serviço. Pois esse é o pré-requisito para aumentaremos o faturamento trazendo novos clientes.

Com esses 3 pilares, a Performance Criativa ajuda marcas a operar cada um dos canais digitais buscando serem relevantes para o consumidor e aumentar os seus resultados.

O que a Performance Criativa faz e o que ela não faz?

Algumas vezes, as pessoas me perguntam, empolgadas com a Performance Criativa, o que ela pode fazer e o que ela não pode fazer.

Como falamos, a Performance Criativa pode estar presente “apenas” em um trabalho de SEO, quando usamos a busca orgânica para gerar resultados para uma empresa e criar valor de marca para o consumidor.

Ou pode estar presente em uma estratégia completa, como por exemplo de lançamento de um veículo, como já fizemos aqui na Conversion para a JAC Motors, e chegamos a emplacar o JAC T5 como o veículo importado mais vendido do Brasil.

JAC T5 importado mais vendido do Brasil

Portanto, a Performance Criativa não tem limites e o limite é dado pelo seu uso e pela criatividade.

Performance Criativa é o mesmo que Brandformance?

Essa é uma dúvida que às vezes me perguntam. Entretanto, vale dizer que Performance Criativa não é propriamente Brandformance.

A Performance Criativa, que é uma forma de pensar e fazer marketing pode considerar usar o Brandformance em uma estratégica ou não utilizá-la.

Entenda melhor na comparação abaixo:

  • Brandformance é construir uma marca com pensamento de performance e marketing orientado a dados. É digamos um “branding” orientado a dados.
    .
  • Performance Criativa é entregar resultados para o cliente e criar valor de marca para o consumidor e trabalha na estratégia e tática de todos os canais digitais.

Em resumo, a Performance Criativa é sobre como pensar e lidar com o marketing digital, enquanto o Brandformance tem o foco claro e específico na construção da marca.

Portanto, são complementares mas não sinônimos e ambas participam do movimento do marketing orientado a dados.

Performance Criativa na prática: como uma empresa cresceu 121% nos últimos 12 meses e está prestes a desbancar seu principal concorrente

(Por uma questão estratégica, não iremos mencionar o cliente em questão, já que a Performance Criativa tem sido fundamental para seu crescimento e ele se tornou a empresa que mais cresce em seu setor.)

Resumo dos acontecimentos mais relevantes

  • Agosto/16: iniciamos trabalho de SEO
    .
  • Outubro/16: iniciamos gestão de mídias de performance
    .
  • Março/17: criamos primeira campanha publicitária
    .
  • Julho/17: expandimos trabalho de comunicação, com influenciadores
    .
  • Outubro/17: integramos os canais com estratégia mais unificada

 

O gráfico acima, com dados do Google Trends, representa um cliente que, ao chegar à Conversion em agosto/16, estava estagnado há um tempo, apesar de todo o seu  potencial.

A empresa, de fato, possuía um produto excelente, que atestamos com pesquisas de mercado. Mas a sua marca como um todo precisava ser melhor encontrada e comunicada.

Mesmo iniciando apenas com o trabalho de SEO, nós desenvolvemos esse canal com o pensamento do que mais à frente viríamos a chamar de Performance Criativa.

Fizemos um SEO que ia muito, muito além do SEO técnico

Durante a etapa de Planejamento de SEO, sugerimos mudanças no posicionamento da marca e desenvolvemos o Unique Selling Proposition (USP) que é utilizado até hoje.

Focamos bastante em conteúdo extremamente qualificado e experiência do usuário. Tudo isso com o objetivo de a marca ser ainda mais relevante e criar as condições para traduzirmos esse ativo em vendas e rentabilidade.

Com a base bem organizada, foi questão de tempo para irmos expandindo nossa parceria e integrando todos os canais e ações dentro do conceito da Performance Criativa.

O resultado?

Consumidor mais engajado, marca mais forte e empresa vendendo mais e com rentabilidade. Isso é um exemplo completo da Performance Criativa!

A força da marca cresceu 121% nos últimos 12 meses e estamos a poucos passos de ser a mais buscada do segmento!

E depois que ultrapassarmos o concorrente? Manter a humildade, seguir com o trabalho duro e continuar crescendo. Pois, como dizemos aqui, o céu ainda não é o limite.

#PerformanceCriativa

A Conversion na mídia
Rede Globo de Televisão SBT Rede Record TV Bandeirantes Portal do UOL Yahoo Notícias Diário do Comércio e Indústria
Voltar ao Topo
fechar

Solicite Orçamento