Ranking de E-commerce: descubra quais são as 10 maiores lojas virtuais do Brasil

Nicolas Simionato
Nicolas Simionato

Publicamos com exclusividade no Relatório Setores do E-commerce os rankings dos maiores players de cada categoria de consumo. Confira, agora, quem são os 10 maiores de todo o país.

Dica: esse material foi lançado originalmente em formato de Relatório, com dados e gráficos. Você pode acessá-lo aqui.

Às vésperas do Dia das Mães, o e-commerce brasileiro voltou a perder — ainda que timidamente — tráfego em abril. Com 2,40 bilhões de acessos únicos no mês, o resultado caiu 2,8% na comparação a março, segundo o Relatório Setores do E-commerce no Brasil, da Conversion.

Isso se refletiu em diversos indicadores. Os setores que mais perderam visitas em abril tiveram margens de queda muito maiores do que aqueles que subiram seus acessos no mesmo período. Foi assim que, enquanto o setor de Presentes e Flores ressecou significativos 11% em abril, e o de Comidas e Bebidas caiu 9,5% em comparação ao mês anterior, o grupo que mais cresceu no mesmo intervalo, o de Joias e Relógios, teve uma alta de “apenas” 5,8% (quase a metade da queda de Presentes e Flores). 

O setor de marketplaces — que, sozinho, representa quase metade de todo o tráfego do comércio eletrônico brasileiro — praticamente espelhou o desempenho geral, diminuindo em 1,8% em relação ao mês anterior. Em números absolutos, teve 1,07 bilhão de acessos no mês.

O resultado foi registrado mesmo com uma alta de 2,3% nos acessos a plataformas dos marketplaces via aplicativos.

As marcas, por sua vez, reagiram a esse panorama de formas distintas: o Mercado Livre, líder inconteste entre os players do e-commerce, cresceu bastante timidamente (0,6%), ainda que ultrapassando a casa dos 340 milhões de acessos pela primeira vez em dois meses.

A Shopee, terceira maior plataforma do país em termos de acessos, também subiu – e com mais intensidade – em 5,1%, encostando na Amazon Brasil, que somou 189 milhões de visitas (queda de 5,8%).

OLX (-0,8%) e Magalu (-1,8%), que completam as cinco primeiras marcas mais visitadas, também retraíram.

Ranking 10 Maiores E-commerces do Brasil (número de acessos):

#fev./24mar./24abr./24Trend
1Mercado Livre330.048.582338.326.201340.398.493-
2Amazon Brasil180.554.386200.864.778189.172.406-
3Shopee167.731.288173.199.460182.145.425-
4Olx115.256.606118.003.466116.972.750-
5Magazine Luiza113.057.358116.231.832114.134.554-
6Shein62.271.46867.721.27371.640.567-
7AliExpress57.133.36967.259.55267.579.352-
8iFood61.854.50963.563.68561.052.425-
9Casas Bahia54.287.05857.798.00748.629.218-
10Samsung40.785.66944.878.41940.621.649-

Acesse o material completo, basta clicar aqui.

Quer saber os maiores sites de produtos importados? Acesse nosso guia de e-commerce de importados e confira a lista dos maiores sites cross-border.

Os 10 maiores e-commerces do Brasil

Analisando o ranking dos 10 maiores sites, podemos analisar o market share relativo calculado sobre apenas esses 10 sites. Como, resultado temos o seguinte ranking com os 10 maiores e-commerces do Brasil:

Apenas 10 das maiores lojas do Brasil detêm 51,3% de toda a audiência do e-commerce no Brasil; o líder Mercado Livre tem 14,2% de share, enquanto Amazon Brasil tem 7,9% e Shopee tem 7,6%.

O percentual se refere apenas aos 10 principais sites. Caso você queira aprofundar a sua análise e receber gratuitamente dados mensais sobre o e-commerce brasileiro, baixe agora mesmo o nosso estudo sobre e-commerce, acesse a última versão e seja avisado das novas atualizações diretamente em sua caixa de entrada.

Se você deseja aplicar as melhores práticas para se destacar no mercado, entre em contato com a Conversion e converse com um dos nossos especialistas.

Escrito por Nicolas Simionato

Escrito por Nicolas Simionato

guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Escrito por Nicolas Simionato

Escrito por Nicolas Simionato

Compartilhe este conteúdo
Compartilhe
Receba o melhor conteúdo de SEO & Marketing em seu e-mail.
Assine nossa newsletter e fique informado sobre tudo o que acontece no mercado
Agende uma reunião e conte seus objetivos
Nossos consultores irão mostrar como levar sua estratégia digital ao próximo nível.