SEO & Inteligência Artificial (I.A.): o guia completo para otimizar seu site

Diego Ivo
Diego Ivo

Antes de começarmos a adentrar propriamente no impacto no SEO, é importante entendermos o que é a inteligência artificial. A inteligência artificial (IA) se refere à capacidade de um sistema computacional para realizar tarefas complexas como reconhecimento facial, reconhecimento de voz, tradução automática, predição, automação e mais. Ela permite que os computadores aprendam automaticamente com base em dados já existentes, o que lhes dá a habilidade de tomar decisões sem intervenção humana. Como consequência, ela permite que as máquinas realizem tarefas cada vez mais sofisticadas e complexas com maior rapidez do que antes.

Em outras palavras, a inteligência artificial gera fluxos futuros a partir do status quo.

A febre do ChatGPT

O ChatGPT ganhou fama rapidamente, e não foi à toa. Em apenas dois meses, a plataforma de inteligência artificial já tinha alcançado mais de 100 milhões de usuários – um marco enorme que poucos outros serviços conseguiram atingir tão rápido. Isso significa que o ChatGPT expandiu sua base de usuários para esse marco muito mais rapidamente do que TikTok (9 meses), Instagram (30 meses) ou Spotify (55 meses).

O ChatGPT usa atualmente o modelo GPT-3, que é um modelo de aprendizado criado pela OpenAI. Ele foi treinado com 175 bilhões de parâmetros, com informações de sites de notícias e livros, para poder responder perguntas com precisão. Até 2024, entretanto, deve ser lançado o GPT-4, que se tornará infinitamente mais podersoso. Para se ter ideia, o GPT-4 terá 100 trilhões de parâmetros, o que representa nada menos, nada mais, que 500 vezes o tamanho do GPT-3. Além disso, a nova versão será multimodal, o que significa que será capaz de entender não só textos, mas também imagens, áudio, vídeo, etc.

Usando o ChatGPT para responder a perguntas simples

Uma das principais e mais assertivas formas de uso do ChatGPT é responder perguntas simples. Vamos começar aqui perguntando quem foi Raul Seixas, o que é bastante elementar:

Para surpresa de zero pessoas, o ChatGPT conseguiu responder de modo bastante satisfatório. Entretanto, isso que ele faz não é muito diferente do que o Google é capaz de entregar hoje como resultado e como experiência:

Aprofundando nessa busca sobre Raul Seixas, resolvo pesquisar sobre a família de Raul Seixas, perguntando “Quais foram as esposas de Raul Seixas e quantos filhos ele teve com cada uma delas?” A resposta vem, então, de modo muito bem estruturado:

O único problema dessa resposta, entretanto, é que se trata de fakenews. Na verdade, Raulzito, como também era conhecido, teve cinco esposas e três filhas, resposta essa que está correta no Google:

Bem, o ChatGPT tem uma interface mais amigável para esse tipo de consulta, mas sites continuam sendo fontes mais confiáveis de informação.

Para descontrair, por fim, eu pedi que o ChatGPT criasse uma letra de música em homenagem ao Raul Seixas:

O que você achou? Boa ou ruim, essa letra é uma coisa que o Google não faz por você mas o ChatGPT sim.

Usando o ChatGPT para criar um script PHP e um plugin de WordPress

Já percebemos que em buscas simples, há muitas coisas boas e também alguns bugs. Podemos ir então a comandos mais avançados, que envolvem linguagem de programação. Quero deixar claro aqui que não sou programador e domino meramente o básico de PHP, de modo que alguém mais competente poderia vir a tirar melhor proveito da ferramenta.

Comecei pedindo que ele executasse um script simples:

(Na tela acima, há apenas o começo do código-fonte; omiti a segunda parte por questão de espaço)

O script funcionou perfeitamente!

Fui, então pedir para que ele fizesse um pouco mais avançado e criasse um plugin de WordPress com a funação de localizar e substituir.

Deu certo:

O resultado mais uma vez foi assertivo e o plugin funcionou, embora tivesse um bug. Acredito que esse bug se deva mais a mim do que ao próprio ChatGPT. Portanto, passou na prova!

Aqui, vale dizer que é necessário descrever objetivamente tudo o que se espera do script.

Criando uma estratégia de SEO no ChatGPT: será que funciona?

Se o ChatGPT já me respondeu dúvidas comuns e já criou um script, além de um plugin para WordPress, quem duvida que ele seja capaz de criar uma estratégia de SEO? Comecei pedindo exatamente isso: que ele criasse uma estratégia de SEO para um petshop localizado no bairro da Barra Funda, em São Paulo – SP.

Tenho minhas ressalvas à estratégia mas ninguém poderá dizer que não foi feita; e digo mais: pode estar melhor que muita estratégia por aí. Parti, então, para a pesquisa de palavras-chave, solicitando 20 sugestões de palavras transacionais (ou seja, com intenção de compra).

Reduzi a exibição, mas o ChatGPT trouxe 20 palavras normalmente.

Acho extremamente interessante que ele tenha entendido o que é transacional, mas as sugestões podem ser questionadas. Entretanto, nada impede que seja utilizado como insights valiosos. Pedi, agora, palavras locais:

Estes resultados são interessantes para uma pequena empresa e podem ajudar, ainda mais quando conectados com o Google Meu Negócio.

Moral da história: o ChatGPT é bom, mas limitado

O ChatGPT tem suas limitações, mas ainda assim pode fazer um trabalho valioso. Como assistente, ele tem a capacidade de substituir tarefas braçais, como busca de informações e análises, realizando-as de maneira mais rápida do que um assistente ou Junior poderia. Ele também é capaz de criar scripts e plugins básicos com qualidade semelhante ao de um iniciante.

Apesar disso, mesmo para as consultas mais rudimentares o ChatGPT possui certa precisão e consegue entregar resultados satisfatórios. É uma ferramenta valiosa para quem deseja economizar tempo nas buscas simples mas complexas demais para serem processadas automaticamente pelo Google. Além disso, ele oferece resultados úteis para aqueles que não possuem conhecimento específico em alguma área (como a programação), tornando-se assim uma ferramenta extremamente útil mesmo para usuários inexperientes naquele assunto.

O resumo da ópera é este: o ChatGPT é ótimo quando você é inexperiente naquele assunto, mas o aprofundamento continuará exigindo especialistas. Quando pensamos no EEAT (Experience-Expertise-Authority-Trustworthiness) do Google, ele claramente não atende aos requisitos.

Qual o impacto da Inteligência Artificial em SEO?

Precisamos pensar no impacto da Inteligência Artificial tanto do ponto de vista da experiência de busca, quanto do ponto de vista das estratégias de SEO que são executadas. Vamos apresentar agora alguns casos em que a IA vai mudar ou já muda a forma de se fazer SEO, bem como trazer algumas ferramentas populares.

1. A interface de busca poderá mudar

A interface de busca poderá mudar, quer dizer, já começou a mudar. O Bing, buscador da Microsoft, acabou de atualizar a sua página inicial para se tornar um buscador conversacional, saindo à frente do Google:

A primeira vez que eu vi essa página inicial, pensei que o ChatGPT já estivesse incorporado ao Bing, mas é algo ainda mais simples. O que ele faz é, basicamente, conseguir filtrar perguntas mais simples (em meu teste, usei a expressão “Crie um roteiro de cinco dias em Cancún para uma família com 2 crianças pequenas”), porém segue uma interface de resultados tradicional. Em breve deverá mudar.

2. O Google Bard irá parar de mandar um pouco de tráfego para sites

A minha aposta é que, assim como já acontece com as featured snippets, que são respostas que aparecem no buscador sem a necessidade de abrir nenhum site, o Bard vai reduzir um pouco a — atualmente 64% das buscas são zero-clique. Na verdade, o Bard será meramente uma evolução desses resultados e tornará os resultados do Google cada vez mais ricos. Isso não é de todo ruim, porque permite que seja atraído para os sites o tráfego realmente qualificado e que uma inteligência artificial não possa substituir.

Há um outro lado, entretanto: todo o tráfego focado em volume, em respostas simples e sem nenhum diferencial, ou seja, conteúdos comoditizados, estes sem dúvida serão impactados. Sites de AdSense e no longo prazo até de notícias serão impactados. Eu vejo, entretanto, como algo positivo o Google ser capaz de responder perguntas simples, deixando a cargo dos especialistas o que cabe de fato a um especialista.

3. Planejamento de conteúdo com uso de inteligência artificial

É possível acelerar o planejamento de produção de conteúdo com ChatGPT e outras soluções de inteligência artificial. Por exemplo, a ferramenta pode ser usada para criar títulos e temas baseados em uma análise de buscas comuns.

Além disso, ela pode gerar conteúdos ricos e estruturados com base na sugestão das keywords mais relevantes ou listas de palavras-chave relacionadas a determinado assunto. Esses recursos são ótimos para aqueles que precisam produzir conteúdo rapidamente, entretanto não se pode dizer a mesma coisa da qualidade.

Como já mencionei, a inteligência artificial atualmente é rasa. Além disso, os conteúdos que ela gera são genéricos, não são criados verdadeiramente direcionados a uma persona (por mais que você direcione isso no prompt) e sequer podem ter tom de voz, uma vez que tudo é gerado automaticamente. É possível, entretanto, que aplicações mais avançadas de IA, com uso de APIs por exemplo, consigam essa façanha.

Para exemplificar o que estou falando, pedi a sugestão de conteúdos para aquele mesmo petshop:

Pedi, em seguida, que escrevesse um artigo sobre um dos temas:

Focando na introdução, ela me parece bem escrita e convida o público para consumir o conteúdo. Depois deste momento, irá sugerir o óbvio ululante, ou seja, que salta aos olhos. Mas ainda assim bem escrito. O chatbot obedeceu o meu comando de subdividir em subtítulos, mas não conseguiu escrever um conteúdo mais longo de 1.500 palavras.

Em meus testes, muitas vezes só consegui escrever artigos inteiramente com IA criando os tópicos e depois pedindo para que cada parte fosse criada, uma de cada vez.

3. Texto criado por IA já é facilmente identificado

A OpenAI, dona do ChatGPT, lançou recentemente uma ferramenta chamada AI Text Classifier, que prevê a probabilidade de um conteúdo ter sido ou não escrito por inteligência artificial. Já existiam outras no mercado, mas essa é a única que funciona em língua portuguesa. Essa ferramenta está sendo disponibilizada gratuitamente como uma forma de fomentar a discussão sobre inteligência artificial e classifica a probabilidade de o ter sido escrito por pessoas ou robôs.

4. Análise competitiva: automatizando a análise de concorrência com IA

Milhões de pessoas usam o Surfer SEO. É uma ferramenta que analisa o SEO de qualquer site, sendo os dados impressos em um relatório, mostrando as principais informações sobre a concorrência, o que pode ser melhorado, etc. Com ele, é possível fazer análises mais avançadas com relação às primeiras posições nos sites de busca.

É essa análise das primeiras posições que mais me interessam nele. Quando vamos otimizar algum conteúdo, é fundamental entender tudo o que está sendo dito sobre aquele tema, tanto para um conteúdo poder contemplar, quanto para fazer algo diferente e mais completo.

O Surfer SEO usa NLP (Natural Language Processing), uma área da inteligência artificial que trabalha com a análise de textos. O seu objetivo é entender os dados imputados (textos) e produzir outputs significativos para o processo a que se destina. Na prática, você pode pesquisar uma palavra-chave e ele irá avaliar em uma interface parecida com Yoast a “qualidade” de seu conteúdo. Vale dizer que isso não é SEO em si, embora possa ser um ajudante.

Eu gostei justamente da parte em que ele automatiza essa pesquisa de concorrentes e traz tópicos que são abordados e outros concorrentes. Esse processo pode ser implementado para conteúdos de mais baixa concorrência, não em conteúdos altamente concorridos, mas de minha parte ainda exige mais testes.

WordPress: RankMath também tem inteligência artificial na versão paga

Rank Math é um plugin de SEO para WordPress que utiliza algumas tecnologias de inteligência artificial para ajudar sites a melhorar seus seu rankeamento nos motores de busca. Embora não tenha uma abordagem puramente baseada em AI, ele realiza tarefas como sugestão de palavras-chave, verificação de conteúdo para erros técnicos de SEO, e análise de concorrência.

Alguns dos recursos de inteligência artificial incluídos no Rank Math incluem:

  • Sugestão de palavras-chave: Rank Math sugere palavras-chave relevantes para o seu conteúdo, baseadas em pesquisas de palavras-chave e dados de concorrência.
  • Verificação de erros técnicos: Rank Math verifica o conteúdo para erros técnicos de SEO, como meta descrições duplicadas, links quebrados, etc.
  • Análise de concorrência: Rank Math analisa a concorrência para palavras-chave específicas e fornece insights sobre como melhorar seus rankings.
  • Configuração automatizada: Rank Math inclui opções para configuração automatizada de SEO, incluindo otimização automática de meta descrições, títulos e tags H1.

Em resumo, Rank Math usa tecnologias de inteligência artificial para ajudar os proprietários de sites a otimizar seus sites para motores de busca, mas não é uma solução puramente baseada em AI.

Teste: conteúdos com ou sem IA ranqueiam mais?

Como ja falei bastante, testes em SEO são fundamentais. Se você quer melhorar o seu conteúdo e rankear mais alto, a melhor forma de saber se suas estratégias funcionam é testando. Para entender melhor, então, o papel da Inteligência Artificial no SEO, fiz um teste da seguinte forma:

  • Publiquei um total de 22 conteúdos em mais de um site
  • Deles, 17 foram inteiramente criados por IA e 5 foram criados parcialmente com IA
  • Avaliei, cerca de 3 semanas, quantos deles estavam na primeira página do Google

O resultado não é totalmente surpreendente. Sabendo que é difícil ficar nas primeiras posições do Google em poucas semanas, entre os conteúdos criados por IA 18% deles alcançaram o Top 10. Mas entre aqueles que foram criados tendo a Inteligência Artificial como um assistente, esse número subiu para 40% (o dobro)

Na Conversion, cheguei a publicar um artigo produzido com IA como assistente (assim como estou usando IA para produzir este conteúdo), e ele obteve a terceira posição para seu termo de pesquisa principal. O artigo em questão é ROI de SEO, que além de ter boa performance no Google, foi no período de um mês um dos mais lidos e com maior tempo de consumo do conteúdo, o que considero importantíssimo em minha filosofia de SEO Experience.

IA não substitui pessoas, mas automatiza processos

Embora o uso da Inteligência Artificial para SEO possa trazer resultados satisfatórios, ela está longe de substituir as habilidades humanas e análise crítica na criação de SEO Estratégico, assim como em qualquer outra atividade. A IA funciona como um assistente, ajudando os profissionais de SEO a automatizar processos e analisar dados em muito menos tempo. Ela também pode ser útil para otimizar conteúdos existentes, identificar problemas de SEO e verificar se as práticas recomendadas estão sendo seguidas corretamente.

Em minha experiência, eu concluí que absolutamente não vale a pena escrever conteúdos por meio de inteligência artificial, por algumas razões: 1) os conteúdos serão rasos; 2) os conteúdos não terão personalidade; 3) os conteúdos não terão diferencial, pois serão praticamente os mesmos em diversos sites diferentes.

Por fim, gostaria de dizer que eu escrevi este artigo em um editor de Inteligência Artificial chamado Jasper. Entre todos os disponíveis no mercado, considerei o mais consistente e que mais traz sugestões relevantes. O presente artigo é um artigo de opinião, não pode em hipótese alguma ser feito por IA, mas eu consigo otimizar as partes mais burocráticas de um texto, como eu costumo chamar.

O que você acha da Inteligência Artificial aplicada ao SEO?

Escrito por Diego Ivo

Escrito por Diego Ivo

Diego é CEO da Conversion, agência Líder em SEO e especializada em Search. Possui mais de uma década de experiência no mercado digital e é um dos principais experts no Brasil em SEO.

Escrito por Diego Ivo

Escrito por Diego Ivo

Diego é CEO da Conversion, agência Líder em SEO e especializada em Search. Possui mais de uma década de experiência no mercado digital e é um dos principais experts no Brasil em SEO.

Compartilhe este conteúdo
Compartilhe
Receba o melhor conteúdo de SEO & Marketing em seu e-mail.
Assine nossa newsletter e fique informado sobre tudo o que acontece no mercado
Agende uma reunião e conte seus objetivos
Nossos consultores irão mostrar como levar sua estratégia digital ao próximo nível.
>