WordPress SEO

WordPress SEO

WordPress é um dos mais conhecidos e utilizados CMSs (gerenciadores de conteúdo) de todo o mundo. Sua grande fama não é à toa: além de uma excelente plataforma para blogs, o WordPress é tão poderoso que milhões de sites em todo o mundo são movidos por essa ferramenta que é tão amada pelos seus usuários. No mundo do SEO, WordPress é sem dúvida a ferramenta preferida da maior parte dos usuários pela sua facilidade e flexibilidade. A Conversion preparou o Guia de WordPress SEO, para você obter os melhores resultados com seu site WP.

Neste guia de WordPress SEO, iremos dissecar todo o WordPress do ponto de vista dos sites, não dos blogs, para que você aprenda a tirar o máximo proveito dos recursos e saiba aplicar as melhores técnicas de SEO, para alcançar os melhores resultados e – por que não? – o primeiro lugar no Google para as suas palavra-chaves mais desejadas, com foco em sites institucionais.

O WordPress não faz milagres com sites, mas é um excelente começo. Aproveite o melhor do WordPress SEO e tire suas dúvidas nos comentários!

Por que SEO com WordPress

Muitas pessoas já familiarizadas com publicação de sites na internet se perguntam: Por que usar o WordPress para SEO ao invés de outras ferramentas como Joomla!, Drupal ou gerenciadores de conteúdo em linguagens como ASP, .Net e Java?

A resposta para essa pergunta são muitas, desde a facilidade e baixo custo de implementação até o fato de que o WordPress atualiza o código-fonte para adequar-se aos padrões do Google mais rapidamente que os demais gerenciadores de conteúdo (CMS). Um exemplo disso é o uso de negrito para para destacar a palavra-chave: o Joomla! até o ano passado colocava a tag <b> para negritar o texto ao invés da tag <strong>, que o Google considera já faz algum tempo como a tag “oficial” para enfatizar. Isso obviamente é um detalhe, mas SEO é o jogo de ganhar em todos os detalhes.

Vários outros pontos técnicos no WordPress tornam o código otimizado, diferenciando o WordPress para SEO das outras plataformas.

O WordPress é uma plataforma muito robusta de publicação de conteúdo e ao mesmo tempo leve, sendo capaz de gerenciar tranquilamente sites de até 1.000 páginas. Seu sistema, que é de código aberto, recebe manutenção freqüente de uma comunidade muito unida que, além de cuidar do core do WordPress, também desenvolve uma série de plugins que facilitam a vida do desenvolver e usuário do sistema.

Os plugins do WordPress, aliás, são um ponto alto do sistema e, depois de sua simplicidade e atualização freqüente, a principal vantagem de usá-lo como backend do site de sua empresa.

WordPress SEO by Yoast

Por falar em plugin, vamos usar ao longo deste artigo um plugin que é um verdadeiro canivete-suíco do SEO. Chame-se WordPress SEO by Yoast e é o mais completo plugin de SEO e que dá menos problemas de compatibilidade com outros plugins no site. Com o WordPress SEO by Yoast você não precisa instalar um plugin para Sitemap, um para Breadcrumb, um para Title e Meta description, porque o WordPress SEO tem todas essas funções.

Além disso, esse plugin aparece na tela de edição das páginas e posts com um campo para definir qual palavra-chave você quer focar, então ele faz um verificação de diversos critérios de SEO on-page, que você não pode esquecer na hora da publicação do conteúdo. Basta salvar rascunho e depois clicar na aba “Page Analysis” do plugin que já aparecerá quais pontos você deve alterar para ter uma página otimizada.

Para prosseguir, será necessário ter o WordPress SEO by Yoast instalado em seu site.

SEO e seus critérios

Antes de entrarmos nos detalhes do WordPress SEO, vamos definir um pouco conceitos de SEO (Search Engine Optimization), que pode ser traduzido como Otimização de Sites e trata de como colocar seu site nas melhores posições do Google.

SEO baseia-se na qualidade do conteúdo publicado e em adequar o seu site aos critérios dos mecanismos de busca (otimização on-page), juntamente a popularidade do seu site na internet (otimização off-page).

O SEO WordPress aborda principalmente da otimização on-page, é sobre isso que falaremos detalhadamente daqui em diante. Porém em alguns tópicos abaixo você também encontrará dicas para otimização off-page.

Este guia estará dividido nas partes “On page” e “On site”, que correspondem respectivamente o que deve ser feito numa página específica e o que deve ser feito no nível do site, para obter o máximo de resultados.

1. WordPress On page

Embora na terminologia de SEO “On page” se refira a tudo do domínio, vamos usar “On page” neste contexto apenas para a página específica.

Antes de tudo, é fundamental publicar conteúdo com informação de qualidade que as pessoas não vão encontrar em outro lugar, porque o Google gosta de trazer só os melhores resultados. Mas isso apenas não basta, é necessário deixar evidente que a sua página é a melhor página na internet para uma determinada palavra-chave e isso envolve uma excelente página, dentro de um um site que para ser excelente deve ser organizado e sua navegação, intuitiva.

Primeiro, é preciso repararmos que há dois tipos de títulos de página: o título do artigo e o título da janela, que se encontra na tag <title> do site. É preciso que ambos sejam escolhidos corretamente porque enquanto o primeiro será responsável pela linkagem interna de seu site, o segundo será responsável pelo título da janela (ou aba), que é um dos critérios mais importantes para o mecanismo de busca.

Macetes para escrever artigos mais encontráveis

Os artigos escritos devem ter a palavra-chave que você quer otimizar e outras relacionadas em negrito. O Google considera mais relevante o que está escrito em negrito e itálico para relacionar o texto com determinada palavra-chave e você deve analisar esse aspecto também fazendo WordPress SEO!

Além disso a mesma palavra-chave deve estar na URLs da página (veja Subtópico URL amigável abaixo), no título, no subtítulo, no começo do primeiro parágrafo e repetida algumas vezes ao longo do texto, desde que o texto continue agradável de ser lido pelo seu usuário.

Também é importante otimizar as imagens, publicando pelo menos uma imagem com o a palavra-chave no nome do arquivo (salve o arquivo com nome-da-imagem-com-palavras.jpg, em vez de DSC_2309493.jpg) . É valioso colocar a palavra-chave nos atributos “title” e “Alt” da imagem. Se você também quiser colocar um vídeo do YouTube relacionado com o tema pode tornar a experiência de navegação do usuário melhor e ganhar mais alguns pontos com o robô do Google.

Outro ponto relevante é escrever textos com no mínimo 300 palavras, parágrafos curtos e palavras simples que facilitam a leitura, porque o Google também considera esses fatores.

Title e Meta Description

Para otimizar cada página no buscador do Google é fundamental que os títulos das páginas não sejam repetidos, porque o Google não vai posicionar bem um conteúdo duplicado, o que ele quer é conteúdo original.

É possível com o plugin WordPress SEO by Yoast especificar um título (<title>) para ser exibido no Google diferente do título do post /página do artigo. O title deve ter até 70 caracteres que serão exibidos na página de resultados do Google (SERP). Também é possível colocar uma descrição na SERP mais atraente para gerar mais visitas. Basta você inserir a meta description com até 156 caracteres quando editar a página, caso contrário aparecerão as primeiras palavras do texto. Desse modo você faz com que a sua página seja boa tanto para o usuário quanto para o Google.

WordPress SEO com as palavras-chave certas

Um dos pontos principais no trabalho de WordPress SEO é otimizar todas ou o máximo de seções do site. Para isso, é necessários que as palavras utilizadas no site sejam as palavras que têm mais relevantes e com mais busca na internet.

A escolha das palavras-chave que vão ser utilizadas no site devem ser escolhidas a partir do volume de buscas no Google para a língua e país específicos. Isso pode ser feito usando a Ferramenta de Palavras-Chave do Google Adwords/Google Adwords Keyword Tool (para descobrir quais são as palavras mais buscadas) e também consultas feitas direto no Google (para descobrir quais são os concorrentes para palavras-chave).

Se a palavra-chave tem muita concorrência e é difícil de alcançar as primeiras posições, pode ser mais fácil atrair mais visitas estando bem posicionado com uma palavra-chave menos concorrida.

Edição de páginas com WordPress SEO by Yoast

Com o plugin WordPress SEO, ficará muito fácil encontrar a avaliação de cada um dos critérios do Google. Conforme você pode ver na imagem abaixo, estamos usando o plugin para o presente post. O primeiro passo é preencher o Focus keyword e depois verificar se a página está otimizada para sua palavra-chave. Onde está “yes” abaixo poderia aparecer “no”, caso não passasse pelo teste de SEO do plugin.

Editando post no WordPress SEO by Yoast

Clicando na opção “Page Analysis”, temos os seguintes itens que são um verdadeiro checklist de aspectos importantes de SEO. Procure manter todos os itens em verde. Na imagem abaixo, há um alerta para a densidade de palavras-chave no texto (que é a proporção de quantas vezes ela se repete), que poderia ser maior mas em minha opinião não devemos procurar ter mais pontos nos testes se não for relevante para o usuário:

WordPress SEO: Page Analysis

SEO On Site

Preferimos começar na análise de SEO da página específica, porque é algo pontual, para irmos expandindo para os outros aspectos – os mais “gerais” – de um site em WordPress. Novamente, dentre os aspectos gerais, vamos partindo do mais simples até chegar ao mais avançados – e arrematarmos com algumas dicas e macetes para interação em redes sociais.

Abordaremos neste momento os aspectos técnicos que influenciam SEO WordPress. Todos os pontos serão explicados detalhadamente para você conseguir implementar todas estas otimizações.

Nome do site e descrição

Pode parecer bobo, mas é importante escolher corretamente o nome do site e, principalmente, a descrição. Na descrição, prefira manter sua palavra-chave principal, ou as principais se couber.

WordPress SEO: título e descrição

Aqui vale um macete. O objetivo de usar a sua palavra principal na descrição é para que ela apareça na home page do site. Para garantir que isso esteja acontecendo, é preciso que esteja tudo configurado corretamente no arquivo de seu tema. Se encontrar problemas, use o plugin da Yoast (no menu do WordPress, vá em SEO > Titles), que permite você personalizar completamente o seu título da página inicial:

WordPress: título SEO

Se ainda assim encontrar problemas, marque a opção “Force rewrite titles”, abra o editor de temas e altere no arquivo header.php o <title> para como está na imagem acima.

URL amigável nos permalinks

Um dos primeiros passos para você facilitar que o robô do Google ache facilmente os temas que você aborda nas suas publicações é utilizar URL amigável.
Então ao invés do endereço da página ser
http://www.conversion.com.br/?p=396,
que não transmite informação sobre o conteúdo, você tem uma URL que descreve o seu conteúdo
http://www.conversion.com.br/marketing-de-busca/por-que-um-site-fica-em-primeiro-lugar-no-google.html

Para fazer isso você deve acessar como administrador o WordPress e clicar em Configurações >> Links Permanentes >> Selecione a opção “Estrutura Personalizada” e cole no campo o código:

/%category%/%postname%.html

Depois basta clicar em salvar alterações.

Muitas pessoas gostam de URLs econômicas, então você poderia editá-las ao escrever um post na opção “editar permalik”. No caso de editar, procure manter sua principal palavra-chave na URL.

Arquitetura da Informação e SEO

Aqui temos um ponto muito importante de um projeto de SEO, que costuma deixar de lado e ignorado por muitas pessoas.

Algo que o Google procura é profundidade de informação, então é importante ter uma página da categoria, página(s) de subcategoria(s) e páginas de produto(s), ou que pelo menos seus posts e páginas estejam respectivamente organizados por categorias e seções (aqui você utilizará a opção de página mãe e página filha.)

Procure nomear todas as páginas com palavras-chave relevantes para o Google e ter uma excelente otimização “on-page”. Menus dropdown podem ser uma excelente maneira de facilitar o acesso às páginas. Para se ter a ideia da importância disso, no próprio tema padrão do WordPress basta você ter páginas filhas para o WP criar automaticamente um menu flutuante.

Desse modo, é possível mostrar que o site é um especialista sobre o assunto, tendo páginas correspondentes a todas as palavras que se poderia utilizar para encontrar seus produtos, serviços, etc . Você torna-se assim uma autoridade para determinadas palavras-chave. É importante utilizar os pontos mencionados no tópico acima “On page” em todas as páginas (categoria, subcategoria e produto).

Não se esqueça de listar todas as categorias de posts no menu da seção de seu blog!

Breadcrumb para otimizar site

Continuando com os princípios de Arquitetura da Informação uma forma de facilitar a navegação do usuário e tornar evidente a profundidade do site para o Google é instalar um plugin que gere Breadcrumb (barra de navegação acima do conteúdo da página) no seu site, que passará a mostrar, por exemplo:

Informática > Notebooks e Acessórios > Notebook Sony Vaio

O WordPress SEO da Yoast vem com o recurso de criar breadcrumbs facilmente. Basta você acessar no menu do WordPress SEO > Internal Links e ativar os breadcrumbs na página. Bastará copiar o código fornecido e instalar no local correspondente de seu tema. Muito simples!

Sitemap

Outro ponto que facilita a indexação das páginas do Google é gerar um mapa do site em um arquivo XML. Isso pode ser facilmente gerado com outro plugin, como o Google XML Sitemaps. Embora o plugin de SEO da Yoast disponibilize esse recurso, recomendo fortemente o uso desse plugin porque é mais completo e dá mais opções.

Desse modo você não corre o risco de ter uma página que o robô do Google não vai ler porque não não conseguiu encontrar com seu crawler.

Redirect 301

Se depois de ler este artigo você decidiu mudar o seu site para WordPress, vale a pena você salvar em uma planilha todas URLs e títulos da página atual para fazer o redirecionamento para as páginas do WordPress.

Com o plugin chamado Redirection você consegue especificar a URL do site antigo e a página nova do WordPress que a pessoa é redirecionada, assim não corre o risco de perder nenhum link ou a pessoa ir para uma página que não existe mais. Neste caso a forma correta redirect 301 que transmite a relevância para o Google da página existente para a página nova. Outros tipos de redirecionamento como o redirect 302 não transferem a relevância da página.

Aspectos sociais

Nós sabemos que as redes sociais são cada vez mais importantes em nosso mercado e influencia nos resultados de SEO. Por isso, é importante facilitar o compartilhamento de seu conteúdo. Eu particularmente não recomendo nenhum plugin específico, pois é melhor usar os recursos fornecidos diretamente por Facebook, Google+ e Twitter (presumindo que seu site use essas redes sociais apenas.)

Caixa de compartilhamento – Permita que as pessoas curtam seu artigo.

Caixe de like Fanpage – Permita que as pessoas curtam sua fanpage e comecem a acompanhar suas novidades.

Compartilhamento do Twitter – Facilite que as pessoas twittem seus artigos com esse plugin oficial. Há a opção de mostrar quantas vezes foi tuitado.

Botão do +1 – Nesse link, você encontrará opção de inserir o botão +1 de todo o seu site ou de uma única URL.

Conclusão

Após implementar corretamente os pontos desse Guia Definitivo de SEO WordPress no seu site você terá concluído as tarefas básicas de SEO, tornando-o mais relevante para os usuários, o Google e contribuindo para uma internet melhor.

Na internet todos podem colaborar para tornar a vida das outras pessoas mais fácil e melhor, faça a sua parte através do seu site, porque ninguém gosta de acessar conteúdo que seja irrelevante.
Por fim, você vai receber mais visitas vindas de busca orgânica e assim estará contribuindo para o aumento das Conversões no seu site.

A Conversion na mídia
Rede Globo de Televisão SBT Rede Record TV Bandeirantes Portal do UOL Yahoo Notícias Diário do Comércio e Indústria
Voltar ao Topo
fechar

Solicite Orçamento