Impulsionado por setores de Turismo e Esportes, e-commerce brasileiro cresce 4,58% em Julho e alcança 1,7 bilhão de acessos

Bruna Rodrigues
Bruna Rodrigues

Iminente recuperação do setor de Turismo graças à flexibilização das restrições sanitárias e avanço da vacinação contra a COVID-19 é destaque do novo Relatório Setores do E-commerce, que retorna em Agosto/21 cheio de novidades e com ranking de maiores sites de cada setor

relatorioagothumb

Ele voltou! A edição de Agosto/2021 do Relatório Setores do E-commerce no Brasil, da Conversion, traz de volta uma das mais completas análises setoriais, disponibilizadas de maneira gratuita, do mercado.

Desta vez, além do panorama geral das 18 categorias mais significativas do comércio eletrônico nacional, o novo Relatório analisou os 586 sites mais acessados do país e volta repleto de novidades.

A primeira delas são os Rankings de Maiores Sites de cada um dos setores que fazem parte do documento, totalizando assim 19 rankings, incluindo a classificação dos maiores e-commerces do Brasil.

Estas listas, que serão atualizadas mensalmente, trarão também as flutuações de posicionamentos dos sites, mostrando quais sites caíram e quais subiram na classificação.

Uma outra grande novidade do novíssimo Relatório é o recorte especial que trará, todos os meses, um dado de destaque relacionado às nossas análises.

Este mês trouxemos com exclusividade uma pesquisa desenvolvida pela Conversion sobre a retomada do setor de Turismo, categoria que mais cresceu na comparação mensal e foi uma das grandes impulsionadoras do crescimento do comércio eletrônico de modo geral.

Confira, além dos números mais importantes do e-commerce brasileiro, uma reportagem especial sobre o comportamento do turista brasileiro e suas expectativas sobre o futuro do turismo, suas próximas viagens e qual o impacto do avanço da vacinação na recuperação do setor.

Metodologia

Em nossa metodologia, são considerados e-commerces sites predominantemente transacionais cuja intenção de acesso à página inicial é inclinado à compra ou ao acesso de produto adquirido.

Os dados referem-se somente às visitas provenientes do Brasil e, como fontes, são usadas as ferramentas SimilarWeb e SEMRush.

Para ter acesso aos dados, baixe agora o Relatório Setores do E-commerce no Brasil, o único a trazer audiência, canais de tráfego e análise setorial. Grátis.

Principais estatísticas

Nos últimos 12 meses o e-commerce nacional acumulou um total de 22,02 bilhões de acessos.

relatorio01

Destes, 1,73 bilhão ocorreram em Julho de 2021: um crescimento de 4,58% com relação ao mês anterior.

relatorio02

Dos acessos registrados em Julho, a categoria com maior participação nas visitas é a de Marketplace, chamada de Varejo até a última edição publicada deste relatório, com uma parcela de 44% do total.

relatorio03

No entanto, nem todos os setores tiveram números positivos. Entre os que mais retraíram estão Joias & Relógios (-11,04%), Presentes & Flores (-10,88%) e Ferramentas & Acessórios(-3,09%).

Nos dados gerais de Share of Search, o TOP 5 fica por conta de Loja do Mecânico, Petz, Amazon, Cobasi e Nike, representando as categorias de Ferramentas & Acessórios, Pet, Importados e Esportes.

Turismo e Esportes alavancam comércio eletrônico nacional

A retomada do setor de Turismo é, com certeza, o maior destaque das nossas análises.

O aumento do tráfego de turismo no e-commerce, inclusive, é reflexo do que toda a categoria vem sentindo fora da internet: com o avanço do calendário vacinal em diversos países, inclusive o Brasil, o Turismo ensaia seus primeiros passos rumo à recuperação, uma vez que este foi um dos setores mais prejudicados pela pandemia.

Segundo dados de uma pesquisa exclusiva desenvolvida pela Conversion, 92% dos turistas brasileiros pretendem fazer alguma viagem a lazer após imunização completa e/ou fim da pandemia.

No digital, a categoria cresceu 18,61% em tráfego, sendo a maior no comparativo mensal.

Em market share, o player líder é o Booking.com, sendo seguido por Hurb e 123 Milhas.

Market Share

O segundo setor que mais impulsionou o e-commerce nacional em Julho foi o de Esportes, que cresceu 17,75%  no comparativo com Junho/21.

O player de crescimento mais expressivo foi a Rebook, que ganhou 44% mais acessos e subiu 3 posições no ranking de maiores sites, mas o maior site da categoria segue sendo a Netshoes, que também lidera no market share.

Apesar disso, a loja perde para a gigante Nike no Share of Search.

relatorio10

Mercado Livre lidera em Marketplace e Importados seguem em ascensão graças ao comércio asiático

Com 33,3% do market share do setor de Varejo, o Mercado Livre segue sendo o maior site da categoria em todas as análises.

relatorio04

Além do Share of Traffic, o player ainda possui a maior parcela de buscas da categoria e é o campeão do ranking de maiores marketplaces do país.

relatorio06

No ranking de maiores e-commerces do setor de Marketplace, o Mercado Livre é seguido por Americanas, Amazon, Magazine Luiza e Casas Bahia fechando o TOP 5.

Apesar da liderança absoluta do Mercado Livre, o concorrente que mais se destacou no crescimento mensal foi o Extra, que cresceu 18% em tráfego no comparativo mensal.

Tendo sido grande destaque das últimas edições deste relatório, a categoria de Importados ganhou muita visibilidade com o crescimento estrondoso do mercado asiático no Brasil.

Em Julho, o setor cresceu 9,22%, mas seu maior player, o AliExpress, obteve um aumento de 16% em tráfego no comparativo mensal, além de possuir o maior market share.

Apesar disso, o maior SoS é da Amazon, com 42% da parcela de buscas.

relatorio08

No ranking de maiores e-commerces de Importados, o TOP 10 é composto por:

  1. aliexpress.com
  2. shopee.com.br
  3. amazon.com
  4. shein.com
  5. ebay.com
  6. wish.com
  7. banggood.com
  8. alibaba.com
  9. tiendamia.com
  10. iherb.com

Outro players de grande destaque em crescimento mensal foi a Farfetch, da categoria de Moda & Acessórios, que registrou aumento de 36% em seu tráfego.

No entanto, a líder no ranking de maiores sites do setor ainda é da Dafiti, seguida por Renner e Riachuelo.

Busca orgânica é segundo canal de tráfego mais importante para o e-commerce nacional

Depois do tráfego direto, que corresponde a 42,9% dos acessos, a busca orgânica é o canal mais significativo para o e-commerce brasileiro, levando 27,5% do total de visitantes aos sites analisados.

relatorio11

Com relação aos dispositivos de acesso, o mobile segue com a maioria, abarcando 67% das visitas.

relatorio12

Os segmentos com maiores acessos mobile foram Calçados (78%), Casa & Móveis (73%) e Comidas & Bebidas (69%).

Em contrapartida, as categorias com maiores acessos desktop foram Educação, Livros & Papelaria (62%) e Importados (47%).

Conclusão

Não é somente o setor de Turismo que se beneficia com o atual cenário otimista acerca da crise sanitária. Outros serviços, como entretenimento, cultura, lazer e alimentação também demonstram boas expectativas de recuperação.

Com mais de 1/4 de toda a população vacinada, o Brasil ensaia a retomada do turismo já para o segundo semestre de 2021 e 42% dos turistas nacionais declaram que pretendem fazer alguma viagem de avião após imunização completa.

O reflexo disso, no e-commerce, é o expressivo crescimento do tráfego de sites relacionados a serviços turísticos, como comparativos de passagens aéreas, como o Viajanet, e reservas de hospedagem, como o Booking.com, por exemplo.

O cenário positivo no digital deve seguir pelos próximos meses, uma vez que junto com a flexibilização de restrições vem a retomada econômica, favorecendo brasileiros que enfrentaram alguma crise financeira nos últimos dois anos.

Para mais conferir a análise na íntegra e mais detalhes sobre o que os brasileiros esperam para o futuro do Turismo, baixe agora a última edição do Relatório Setores do E-commerce no Brasil.

Download, uso de nossos gráficos e contato com assessoria de imprensa

Os infográficos desta página podem ser reproduzidos, preferencialmente com crédito em formato de hiperlink. Não é permitida qualquer modificação.

Para agendar uma entrevista ou ter mais informações, fale com a nossa assessoria de imprensa:

[email protected]
+55 (11) 99933-3955

Escrito por Bruna Rodrigues

Escrito por Bruna Rodrigues

Escrito por Bruna Rodrigues

Escrito por Bruna Rodrigues

Compartilhe este conteúdo
Compartilhe
Receba o melhor conteúdo de SEO & Marketing em seu e-mail.
Assine nossa newsletter e fique informado sobre tudo o que acontece no mercado
Agende uma reunião e conte seus objetivos
Nossos consultores irão mostrar como levar sua estratégia digital ao próximo nível.
>