SEM (Search Engine Marketing): qual sua relação com o SEO?

Mariana Pessoa
Mariana Pessoa

SEM significa, em português, Marketing para Mecanismos de Busca. A estratégia engloba ações que possuem o objetivo de tornar páginas conhecidas na Web via anúncios pagos ou com SEO.

Ter destaque entre os resultados do Google não é uma tarefa fácil. Dependendo do termo de pesquisa, milhares de páginas podem estar disponíveis e cabe ao mecanismo de busca entender qual responde melhor o que o usuário busca.

E é neste momento que estratégias de Search Engine Marketing entram na jogada. Sendo fundamentais para aumentar a visibilidade de um site ou página no Google, atualmente o SEM faz parte do dia a dia de muitas empresas — das menores até as mais consagradas no mercado. Neste texto, você vai conhecer mais sobre o tema e entender a relação com o SEO. Confira!

O que é SEM?

SEM é a sigla para Search Engine Marketing, ou seja, Marketing para Mecanismos de Busca. É uma estratégia que consiste em aumentar o tráfego de usuários para uma página ou site no Google ou outro buscador, e é composto por dois pilares: SEO e anúncios, também conhecido como mídia paga.

Portanto, o objetivo do SEM é melhorar o posicionamento, de forma orgânica ou paga, para determinadas palavras-chave e páginas. Essencial para quem deseja ter presença online e alcançar novos clientes, a estratégia pode ser utilizada desde a fase inicial de uma empresa, por exemplo. 

Qual a diferença entre SEM e SEO?

Embora o SEM e o SEO estejam relacionados por se tratarem de estratégias para aumentar o tráfego de sites nos mecanismos de pesquisa, eles são conceitos diferentes. A começar pelo SEM, que é um termo guarda-chuva para estratégias envolvendo marketing em buscadores.

Como já explicado acima, o SEM refere-se a um conjunto de estratégias de marketing digital que envolvem a promoção de um site ou produto a partir de anúncios pagos ou SEO

Assim, seu grande objetivo é posicionar as páginas desejadas entre os principais resultados na busca, aumentando sua visibilidade para os usuários que buscam por termos relacionados ao produto ou serviço anunciado.

Por outro lado, SEO refere-se a técnicas utilizadas para melhorar a posição de um site nos resultados orgânicos (não pagos) dos mecanismos de pesquisa. Essa otimização é realizada por meio de otimização de conteúdo, estrutura do site, tags e outros elementos que afetam o posicionamento da página na SERP.

Qual a importância do SEM?

Utilizar estratégias de Search Engine Marketing é essencial para quem tem o objetivo de aumentar a visibilidade na internet e, consequentemente, gerar mais leads. Segundo uma pesquisa realizada pelo Cuponation, o Brasil é o segundo país que mais gera tráfego de pesquisa no Google.

Ou seja, diariamente milhares de pesquisas são realizadas no buscador, que vão desde buscas informacionais à comerciais, e estar entre os resultados, sejam eles pagos ou orgânicos, podem fazer a diferença nos lucros de qualquer negócio.

Existem estratégias e táticas para os momentos mais variados das empresas, e o SEM é a base para muitas delas, afinal, o brand awareness e captação de leads precisa começar de algum lugar. Seja com SEO, mídia paga ou as duas estratégias juntas, o SEM tem uma importância considerável para negócios online e offlines.

Quais as vantagens do SEM?

Há muitas vantagens em utilizar estratégias de SEM, e a principal é estar entre os resultados para os termos que interessam à sua marca e a jornada de compra dos seus leads. É como diz o ditado: quem não é visto, não é lembrado.

Mas além da visibilidade, fazer marketing de busca tem outros benefícios, como:

  • Focar no seu público-alvo: apesar de não ser uma tarefa fácil se tratando de orgânico, na mídia paga é possível segmentar o público-alvo e as personas de cada anúncio, garantindo cliques de leads de qualidade e que podem se tornar compradores.
  • Acompanhamento de resultados: atualmente, em SEO e PPC há uma série de métricas possíveis de acompanhar para entender a performance das estratégias e assegurar resultados mais alinhados ao que se espera no negócio.
  • Planejamento de custos: com mídia paga, você pode definir os custos das campanhas e anúncios de acordo com o orçamento disponível e, através do acompanhamento de resultados, controlar os custos. Já com SEO, os gastos serão com investimento em pessoas e recursos que possam apoiar na otimização do site e das páginas, também totalmente controlável.
  • Alcançar resultados: independente da estratégia de SEM escolhida, uma coisa é certa — os resultados virão se bem planejado! 

Quais estratégias utilizar para fazer SEM?

A seguir, confira algumas dicas para as suas estratégias de Search Engine Marketing.

Utilize as long tail keywords

As palavras-chave de cauda longa, ou long tail keywords, fazem total diferença nas estratégias de SEM. Isso porque são termos de pesquisa mais específicos usados pelos usuários numa busca, o que leva ao volume de busca baixo e pouca concorrência.

Dessa forma, tanto em SEO quanto mídia paga vale investir nas caudas longas, pois será mais fácil ficar entre as primeiras posições e o investimento gasto, no caso de anúncios, muito menor do que palavras-chave muito disputadas.

Não utilize técnicas de Black Hat

As técnicas de black hat violam as diretrizes dos mecanismos de busca. No caso do SEO, podem causar penalizações em páginas específicas ou até mesmo no site inteiro, levando à exclusão do index do Google ou o outro buscador que foi infringido as regras.

Para a mídia paga o cenário é similar. Em casos onde o black hat é descoberto, a conta pode ser suspensa, bloqueada ou excluída, e a dor de cabeça para anunciar novamente será imensa.

Faça análises no Google Analytics

O Google Analytics é uma ferramenta que permite analisar o desempenho de um site em termos de tráfego, conversões e outras métricas importantes definidas por você e seu time. 

Assim, utilizar o GA (ou outra ferramenta de análise de dados), é um grande diferencial nas suas campanhas de PPC ou nas otimizações voltadas para SEO.

Fique de olho na concorrência

Monitor e analisar a concorrência deve fazer parte da rotina de quem trabalha com SEM. Dessa forma, você pode identificar quais estratégias estão sendo utilizadas e os pontos fracos, e usar as descobertas para melhorar o seu próprio trabalho.

Foque em um conteúdo feito para pessoas

Desde 2022 o Google vem reforçando a importância em investir em conteúdos feitos para pessoas através de updates, como o Helpful Content System. Afinal, criar conteúdos de qualidade e relevantes para a necessidade do usuário vai apoiar a jornada até a conversão.

Invista em um bom design

A experiência do usuário no seu site ou página também é um fator essencial para as estratégias de SEM. Isso porque todo anúncio ou otimização de SEO leva a algum lugar, e se o design não agradar o usuário, as chances de engajamento e conversão podem diminuir consideravelmente.

Além disso, vale sinalizar que um bom design não se limita ao simples “ser bonito”. Leve em consideração as métricas do Core Web Vitals, pois não adianta ter um site com um design bem construído se a página demorar muito para carregar.

Crie bons anúncios

Anterior ao clique e acesso à página de destino, você precisa captar a atenção do usuário entre os mais diversos resultados que podem surgir naquela busca. Por isso, tire um tempo para construir anúncios atraentes e invista em escrever bons textos para os títulos, assim como as descrições dos anúncios.

Como investir em SEM?

Há duas formas de investir em SEM, mídia paga ou busca orgânica, e a escolha delas depende do seu objetivo e momento do negócio. 

A publicidade paga, por exemplo, pode ser uma boa forma de iniciar o investimento em SEM pelos resultados rápidos e mais controláveis, já que se tratam de campanhas de anúncios e leilões. Se você precisa gerar leads em grande quantidade em um curto período de tempo, é a estratégia perfeita!

Por outro lado, SEO é uma estratégia de médio a longo prazo para a colheita de resultados para o negócio. Se você busca crescer de forma saudável e estar entre os primeiros resultados na busca, faz sentido investir em SEO porque não precisará pagar para se manter naquela posição.

A geração de leads demora para acontecer na busca orgânica dependendo do nicho, mas a partir do momento que engrenar, o seu negócio se tornará mais sustentável e seus custos com mídia paga podem ser redirecionados para campanhas mais específicas. 

Mas, para finalizar, o que eu sempre indico é investir nos dois sempre que possível. Através do SEO, você receberá mais visitantes no seu site, o que pode servir de base para campanhas de remarketing, por exemplo. Além disso, são estratégias complementares e essenciais para qualquer marca que deseja se manter no topo.

Escrito por Mariana Pessoa

Escrito por Mariana Pessoa

Mariana é estrategista de SEO e apaixonada por Marketing Digital. É também produtora de conteúdo no LinkedIn e escritora de ficção nas horas vagas.

Escrito por Mariana Pessoa

Escrito por Mariana Pessoa

Mariana é estrategista de SEO e apaixonada por Marketing Digital. É também produtora de conteúdo no LinkedIn e escritora de ficção nas horas vagas.

Compartilhe este conteúdo
Compartilhe
Receba o melhor conteúdo de SEO & Marketing em seu e-mail.
Assine nossa newsletter e fique informado sobre tudo o que acontece no mercado
Agende uma reunião e conte seus objetivos
Nossos consultores irão mostrar como levar sua estratégia digital ao próximo nível.
>