Veja os 9 benefícios de usar o UGC na sua estratégia de negócio

Mariana Pessoa
Mariana Pessoa

UGC significa User-Generated Content, ou seja, Conteúdo gerado pelo usuário. É uma estratégia onde o usuário cria conteúdo para determinada plataforma ou site, como fóruns e avaliações, ao invés da empresa.

Apesar do nome difícil e nem tão falado por aí, o UGC é uma estratégia que existe há muitos anos, desde o advento dos blogs. No entanto, muitos perdem oportunidades interessantes –– e com muitas possibilidades de retorno –– ao não otimizar o UGC.

Pensando nisso, no artigo de hoje trarei os benefícios do conteúdo gerado pelo usuário e como a estratégia impacta no SEO quando feita do jeito certo. Vamos lá? 

O que é UGC (User-Generated Content)?

O termo UGC, User-Generated Content, pode ser traduzido literalmente como Conteúdo gerado pelo usuário. É um tipo de conteúdo que, ao invés de ser produzido pela empresa ou marca, é desenvolvido pelo próprio consumidor e publicado nos canais online, como sites e redes sociais.

Este tipo de conteúdo costuma ser original e muito importante para a audiência, principalmente quando falamos em construção da autoridade de uma marca através de SEO para branding. Em sites, o UGC costuma estar mais presente em forma de fóruns, comentários, avaliações e testemunhos.

Em linhas gerais, podemos considerar o conteúdo gerado pelo usuário a prova social que muitas pessoas precisam antes de comprar um produto ou iniciar o relacionamento com uma marca.

Vale lembrar também que o UGC é gratuito, ou seja, não costuma haver interesse financeiro envolvido na criação do conteúdo –– exceto quando for um publieditorial.

9 benefícios do UGC para o seu negócio

E para fazer você se encantar pelo UGC, vou trazer os principais benefícios para começar a utilizar essa estratégia para o crescimento do seu site hoje.

Conteúdo valioso para SEO

Para SEO, o conteúdo gerado pelo usuário é importante porque através dele é possível reduzir a produção de conteúdo interna, por exemplo, e pode ser levado muito mais a sério pelo usuário, já que foi outro consumidor que desenvolveu o conteúdo.

Além disso, com o UGC, o profissional de SEO pode avaliar as crianças e analisar o que faz sentido trazer em forma de conteúdo com técnicas de SEO, ou até mesmo evidenciar ou ajustar os pontos trazidos pelos usuários, utilizando como estratégia.

Este foi o caso do site CaringBridge, que usou o Facebook para pedir ajuda aos usuários para a criação de conteúdos e, como resultado, tiveram um aumento no tráfego orgânico em 228% no período de um ano. Você pode conferir mais detalhes no artigo do Search Engine Land.

Outro ponto interessante para SEO são os comentários em fóruns e dentro dos artigos. Se bem moderados e indexados no Google, eles podem trazer ainda mais valor ao conteúdo em termos de qualidade.

Coleta de dados

Através de conteúdos gerados pelo usuário, é possível coletar dados sobre as expectativas em relação à marca e produtos, o tipo de comunicação mais eficaz, e outros dados, como a experiência e a jornada deles para chegar até você.

Assim, você pode construir novas estratégias com essas percepções e até mesmo evidenciar pontos de destaque da marca que foram trazidos pelos usuários em seus conteúdos, por exemplo.

Fonte para novos materiais

Como citado no primeiro tópico, os conteúdos gerados pelo usuário são uma fonte inesgotável de ideias! No case do CaringBridge, a empresa utilizou o Facebook para perguntar aos seguidores como confortar alguém com câncer. 

O post teve um alto engajamento e um blogspot foi criado a partir dele, trazendo as dicas e opiniões dos usuários. Muito interessante, não é? 

E com as redes sociais, não há um grande esforço em estratégias como essa. Atualmente, podemos usar Instagram, TikTok, Twitter e até newsletter para encontrar novos materiais a partir das dores ou opiniões dos usuários e clientes.

Confiança do cliente

É um fato: as pessoas preferem ver opiniões de outros clientes ao invés de conteúdos persuasivos criados pela própria empresa. Conforme o State of User-Generated Content de 2022 da TINT, 72% dos consumidores acreditam que avaliações e testemunhos de outros clientes possuem mais credibilidade do que a marca falando dos seus produtos. 

Para e-commerces, isso é ainda mais importante, afinal, como comprar algum produto sem antes verificar o que dizem os compradores? Inclusive, a mesma pesquisa trouxe que 76% dos consumidores compraram um produto por causa da recomendação de outra pessoa.

Mas, é claro, não se limita a e-commerces. Seja o negócio online e físico, ter UGC por aí só vai beneficiar a marca –– quando não forem reclamações ou comentários negativos.

Desejo de marca

O UGC é capaz de criar o famoso FOMO (Fear of Missing Out), traduzido como “medo de ficar por fora”. Trazendo exemplos práticos: se existem muitos conteúdos sobre uma marca ou produto, seja em sites ou nas redes sociais, é normal surgir o sentimento de desejo de querer fazer parte.

Falando de mim, eu preciso me segurar toda vez que surge um produto de skincare novo que está bombando nas redes sociais. E este bombando não é só por causa das vendas: é também graças aos conteúdos criados, gratuitamente ou não, por outros usuários.

Conteúdo gratuito

Na maioria das vezes, o UGC será gratuito para a empresa, pois trata-se de um conteúdo espontâneo criado por um usuário ou cliente. Como um stories citando a marca ou um comentário positivo no site sobre o produto, por exemplo.

Os casos pagos de UGC são os que a empresa paga ou oferece algo em troca para seus clientes, ou até mesmo influencers, para criarem conteúdo.

Engajamento com a persona

Ao investir nos conteúdos gerados por usuário, você também estará investindo na sua persona. Isso, consequentemente, impactará no engajamento com a marca e produtos, pois o usuário vai estar no centro das ações.

Investimento de baixo custo

O investimento nos conteúdos gerados por usuários é baixíssimo, até porque a produção independe da marca. Muitas vezes, as formas já existem, só precisa otimizar o UGC. Para isso, você deve entender e analisar as possibilidades e oportunidades.

  • Para sites e blogs, é interessante ter uma área onde os usuários possam deixar comentários ou avaliações. Se fizer sentido, investir em um fórum pode ser uma boa idade para aumentar o senso de comunidade também;
  • Nas redes sociais, é possível criar hashtags específicas da marca e também criar ambientes de interação, como caixinhas de perguntas ou pedir a opinião dos usuários nos comentários.

Altos resultados

Conteúdos gerados pelos usuários podem alcançar resultados expressivos. Estamos na era dos vídeos curtos e de posts com alto poder de viralização por toda a Internet, portanto, é de se esperar que um UGC possa mover montanhas.

Um case é de um produto firmador da marca Peter Thomas Roth. O produto era comercializado há mais de dez anos, mas foi graças ao vídeo de uma senhora no TikTok com o seu antes e depois que as vendas foram às alturas –– tudo isso em menores de 48h após postado. Leia o estudo de caso no site Highrise.

Pois sim, os conteúdos gerados por usuário impactam muito na decisão de compra por serem autênticos, originais e considerados confiáveis.

Maior alcance nas redes sociais

Por isso, o UGC também é uma excelente vantagem nas redes sociais! Pensa comigo, se o seu perfil tiver 30 mil seguidores, o seu alcance estará cerceado por eles ao menos que algum conteúdo rompa a bolha, certo? 

Dessa forma, contar com pessoas promotoras da marca ou do seu serviço é essencial para atingir novas pessoas e aumentar o alcance da conta de forma orgânica e gratuita, afinal, não será preciso investir em anúncios.

O UGC pode ser um story, vídeo, post…. Marcando ou não sua marca, se o conteúdo for interessante, as pessoas irão buscar saber mais.

New call-to-action

Onde os conteúdos gerados pelo usuário podem ser utilizados?

Agora que você conheceu os principais benefícios do UGC, confere onde ele pode estar presente na sua marca:

Avaliações no site

Avaliações, principalmente em e-commerces ou produtos digitais, são essenciais! Através delas, os interessados em comprar poderão conferir conteúdos gerados por outros usuários de forma espontânea e, como consequência, podem decidir pela compra.

Na análise da estratégia de SEO da Shopee realizada pela Conversion, o ponto da prova social foi considerado crucial para o e-commerce alcançar o público que tem hoje. Isso porque a empresa incentiva os usuários a deixarem avaliações sobre os produtos comprados dando moedas que podem ser utilizadas em outras compras.

Eventos especiais

Eventos também são uma boa forma de conseguir conteúdos gerados pelo usuário. Hoje, visualizo duas formas de fazer isso com excelência:

  • Promover discussões dentro do evento onde os usuários possam comentar a respeito, gerando awareness para a marca e o evento;
  • Incentivar o compartilhamento do evento através dos usuários inscritos oferecendo prêmios ou descontos exclusivos para quem o fizer.

Conteúdo em vídeo

Com as principais redes sociais privilegiando vídeos, não podemos deixar de destacar a importância deles enquanto UGC para marcas. Seja um vídeo falando sobre uma experiência, unboxing ou até avaliação, podemos considerar conteúdos poderosos para a construção de uma marca no mercado.

Avaliações nas redes sociais

Avaliações nas redes sociais também são UGC. Afinal, são conteúdos criados pelo usuário de forma espontânea, tenha sido incentivado ou não. Para otimizar o poder disso, o ideal é compartilhar todas as avaliações positivas, mostrando que a marca se importa. 

Além de gerar conexão com o cliente, essa atitude pode influenciar outros usuários a fazerem avaliações também e, portanto, aumentar o engajamento com a conta.

Como indicar ao Google os links que são UGC?

O Google indica aos proprietários de sites a usar o rel=”ugc” nos conteúdos gerados pelo usuário que contenham links externos, como comentários e postagens em fóruns. Isso porque nem sempre esses conteúdos podem ser benefícios, como o caso de spam de comentários.

Para incentivar comentários e contribuições úteis e de qualidade, o Google sugere retirar o marcador para dar o devido reconhecimento a essas pessoas.

Conclusão

Como você pode ler, UGC é um assunto que vai muito além de SEO: ele afeta o ecossistema inteiro de Marketing e Produto. Portanto, eu indico que você conheça mais estratégias e aprofunde o seu conhecimento sobre o assunto para criar campanhas incríveis e utilize todo o potencial desses conteúdos.

E se quiser navegar mais pelo blog da Conversion, conheça o Guia de SEO! O material é completo e repleto de dicas e referências para quem quer estudar mais.

Referências do conteúdo

Escrito por Mariana Pessoa

Escrito por Mariana Pessoa

Mariana é estrategista de SEO e apaixonada por Marketing Digital. É também produtora de conteúdo no LinkedIn e escritora de ficção nas horas vagas.

Escrito por Mariana Pessoa

Escrito por Mariana Pessoa

Mariana é estrategista de SEO e apaixonada por Marketing Digital. É também produtora de conteúdo no LinkedIn e escritora de ficção nas horas vagas.

Compartilhe este conteúdo
Compartilhe
Receba o melhor conteúdo de SEO & Marketing em seu e-mail.
Assine nossa newsletter e fique informado sobre tudo o que acontece no mercado
Agende uma reunião e conte seus objetivos
Nossos consultores irão mostrar como levar sua estratégia digital ao próximo nível.
>