O que é brainstorming? Exemplos e como fazer em 11 passos

Felipe Santos
Felipe Santos

Tempestade de ideias, essa é a tradução para um conceito muito importante que vamos abordar neste artigo: o brainstorming.

Trata-se de uma técnica aplicada por profissionais para ajudar na resolução de problemas complexos, propor novas estratégias e estimular soluções criativas que, em geral, vão contribuir para otimizar alguma área da empresa.

Ela é amplamente aplicada, das menores às maiores empresas, reunindo profissionais dispostos a colocar suas ideias em jogo e discuti-las, para que a empresa tome decisões estratégicas mais assertivas.

Apesar de qualquer um poder fazer um brainstorming, mesmo fora do contexto profissional, na prática, não é tão fácil reunir várias pessoas e criar um espaço propício à geração e discussão de ideias.

Existem várias boas práticas e técnicas que você pode aplicar para que sua reunião de brainstorming tenha os resultados desejados e não seja uma perda de tempo para todos envolvidos.

Felizmente, neste artigo você vai aprender essas técnicas e saber como aplicá-las. Confira!

O que é brainstorming?

Na prática, a técnica de brainstorming consiste na reunião de profissionais ativos e diversos em um local propício para incentivar a criatividade, que devem expor suas ideias e perspectivas sobre um mesmo tema com um objetivo claro em mente.

Esse objetivo pode ser muitas coisas, geralmente atrelado à performance da empresa e como otimizar processos internos. Alguns exemplo são:

  • Ter ideias para melhorar os resultados da estratégia de marketing de conteúdo da empresa;
  • Pensar em novas alternativas para expandir os negócios;
  • Ideias para elaborar uma solução para um novo cliente;
  • Sugerir soluções para um novo projeto que a empresa está desenvolvendo;
  • Ideias de conteúdo para abordar no mês seguinte.

Perceba que os objetivos sempre têm alguma palavra mais subjetiva como “ideias”, “sugerir”, “pensar”. Isso acontece porque o propósito do brainstorming não é sair com a solução ou decisão para nada.

É apenas uma reunião que incentiva a criatividade dos participantes, para que os mesmos possam expor suas ideias, que serão filtradas e lapidadas depois. 

Durante uma reunião de brainstorming, não é hora de julgar, descartar ou confirmar uma ideia específica, mas sim gerar o máximo de ideias possíveis, tendo o objetivo claro em mente.

E quando dizemos o máximo, não é exagero! Mesmo as sugestões que parecem mais inviáveis para você, podem ser expostas – se condizentes com o tema e objetivo.

Ao expor esses pensamentos “sem sentido”, você abre espaço para desenvolver melhor o que pode ser o embrião de uma ótima ideia. Ou até com acesso à visão de outras pessoas, você percebe que a ideia não era tão mirabolante quanto achava.

Resumindo tudo, brainstorming é um acelerador do processo criativo, que garante um espaço aberto a receber as mais diversas ideias, para que nenhuma passe em branco e a empresa tome melhores decisões.

Para que serve o brainstorming?

Como mencionado anteriormente, o brainstorming pode ser utilizado para melhorar o processo de decisão de uma empresa, seja na comunicação, seja para solucionar problemas de um cliente novo, seja para lançar um novo produto.

É uma etapa que você adiciona antes de tomar qualquer decisão, para lapidar suas ideias e receber novas perspectivas de mentes de contextos diferentes. A diversidade é um ponto chave para essa técnica, já que não deixa a reunião monótona, com todos concordando sobre os mesmos pontos.

Um estudo da McKinsey de maio de 2020 corrobora com a ideia apontada anteriormente e mostra que:

  • Empresas com mais de 30% de funcionárias mulheres executivas têm mais chances de ter uma performance melhor;
  • Empresas com diversidade cultural e étnica têm até 25% mais chances de terem lucratividade acima da média.

Todas as ideias de um brainstorming, mesmo que não aplicadas para o objetivo específico da reunião, podem servir para futuros projetos e serem melhor desenvolvidas em novas reuniões.

É como se a sua empresa tivesse um “banco de ideias” disponível sempre que precisar de novas soluções criativas e inovadoras.

Como fazer um brainstorming em 11 passos simples?

Fazer brainstorming não é tão simples quanto marcar uma reunião com alguns profissionais e torcer para começar a jogar ideias na mesa.

Por mais que a ideia seja fomentar um ambiente aberto e diverso para as ideias, é preciso estabelecer alguns limites e coordenar a reunião para que ela não fuja do objetivo.

Vamos então aos 11 passos que você precisa seguir para fazer um brainstorming eficaz!

1. Defina um objetivo

Antes de sequer pensar em fazer um brainstorming, você precisa ter um objetivo claro em mente e a reunião precisa contribuir para atingir esse objetivo.

Entrou um novo cliente na empresa e estamos com dificuldades para elaborar uma proposta? Estamos em dúvida sobre qual funcionalidade nova lançar em nossa ferramenta? A estratégia de marketing não está gerando os resultados esperados?

Essas são apenas algumas perguntas que você pode fazer para chegar em um objetivo para a reunião. O problema sempre deve vir antes da ideia de marcar um brainstorming. Ter sessões de brainstorming frequentemente sem motivos só vai gastar o tempo dos colaboradores envolvidos.

2. Aponte um líder

Esclarecendo o objetivo e a necessidade de fazer um brainstorming, chegou a hora de apontar um líder que vai coordenar todo o processo.

O líder é importante para planejar e direcionar a reunião, tendo como função:

  • Definição do tempo da reunião;
  • Escolha dos integrantes;
  • Seleção do ambiente mais adequado;
  • Manter o grupo no curso do objetivo durante a reunião;
  • Garantir que as dinâmicas sigam conforme o cronograma da reunião.

Fora isso, todas ideias são bem-vindas e o líder não deve julgar ou ser protagonista da reunião. Idealmente, todos devem ter o mesmo espaço para participar da conversa.

3. Selecione um ambiente agradável

O ambiente vai influenciar completamente o ritmo da reunião e se ela será bem sucedida. Não subestime essa etapa do seu planejamento de brainstorming.

Mesmo online, para esse momento da reunião, você pode solicitar aos integrantes que fiquem em um cômodo mais confortável e que costuma estimular sua criatividade, podendo ficar ao ar livre, a depender de cada pessoa.

Presencial, procure fazer a reunião em um local diferente da sala de reuniões padrão, talvez até em um café ou sala de estar da empresa, para que todos sintam-se mais confortáveis em explorar o campo das ideias.

4. Componha um grupo diverso

A composição do grupo é outro fator crucial para o sucesso de um brainstorming. Se você colocar na reunião apenas as pessoas com as quais compartilha as mesmas ideias, opiniões e dividem o mesmo contexto na empresa, é muito provável que as ideias sejam parecidas e nada de novo saia da reunião.

Como já mencionamos em tópicos anteriores, a diversidade é fundamental para o crescimento de qualquer empresa, especialmente em reuniões como essas, onde a pluralidade de ideias faz parte do objetivo.

Claro que também não é válido colocar qualquer pessoa fora do contexto. Se o objetivo do brainstorming é definir o tema de uma campanha de marketing, convide algumas pessoas-chave do time, como designer, analista de conteúdo e analista de performance, que atuem na parte da comunicação.

Definida a maioria das pessoas-chave, você pode incluir uma ou duas que são completamente fora da área de comunicação, para expandir o horizonte de ideias. Mas não exagere para não perder o foco.

5. Defina a duração

A duração das reuniões no geral não deve ser muito extensa, principalmente no caso de brainstorming, onde as pessoas têm uma participação ativa, o que acaba cansando mais.

Tente não passar dos 50 minutos de reunião. Caso acredite que ainda falta tempo para completar o brainstorming, é melhor agendar outra do que tentar tirar leite de pedra em uma reunião onde todos já estão esgotados.

Mas sem exagerar nas reuniões de brainstorming também…Lembre-se que o objetivo é evoluir as ideias para tomar uma decisão!

6. Esclareça o objetivo e regras

Finalmente chegou o dia da reunião. Como líder, a primeira coisa que você deve fazer é esclarecer qual será o objetivo, talvez até anotá-lo grande em uma lousa para que ninguém esqueça.

  • Nota: o objetivo pode até ser compartilhado antes da reunião, para que as pessoas já se preparem antes e tenham ainda mais ideias.

Esclarecido o objetivo, alguns gostam de estipular regras para coordenar melhor, como:

  • Evitar críticas: críticas estão fora do vocabulário durante toda a reunião, exceto quando todos estiverem discutindo uma ideia ou alguém pedir a opinião sobre sua ideia;
  • Fale tudo que vier à mente: mesmo que pareça absurdo, sua ideia pode fazer toda a diferença para a empresa;
  • Não interrompa: quando alguém estiver compartilhando suas ideias, procure não interromper ou conversar em paralelo, para que a pessoa possa terminar sua linha de raciocínio;
  • Não fuja do tema: ideias mirabolantes serão aceitas, exceto quando não tiverem relação nenhuma com o tema e objetivo da reunião.

7. Aplique dinâmicas para incentivar o fluxo de ideias

Como o próprio nome indica, as dinâmicas deixam a reunião mais fluída e incentivam ainda mais o ambiente de criatividade.

Vamos entrar em mais detalhes sobre algumas dinâmicas eficazes em reuniões de brainstorming nos próximos tópicos.

Um exemplo é a apresentação de um problema por parte do líder e cada membro escreve em vários post-its suas ideias para resolver o problema. Os post-its são sorteados e a pessoa sorteada pode desenvolver melhor sua ideia para todos presentes.

8. Discuta e classifique as ideias

Após a apresentação das ideias, vocês devem seguir para o próximo passo, que é discutir essas ideias levantadas, quem sabe não levantar ainda mais sugestões a partir delas e classificá-las em categorias de afinidade.

Naturalmente, várias ideias são semelhantes e podem ser colocadas na mesma categoria para facilitar a discussão.

9. Filtro das ideias

O filtro das ideias pode ser realizado por você (ou a pessoa que mediou a dinâmica) ou pelo grupo inteiro. Este momento é bem importante, pois dependendo da quantidade de pessoas no brainstorming, um número considerável de ideias serão geradas.

Para tornar o momento de filtragem mais colaborativo, você pode utilizar ferramentas como o EasyRetro, que permite a realização de brainstormings, e pedir para as pessoas lerem todas as ideias e votarem nas que gostaram mais. É um método interessante!

10. Transforme as ideias em ações

Beleza, a reunião foi produtiva, muitas ideias boas foram levantadas e anotadas, mas e agora?

No final da reunião, mesmo que ainda não esteja claro o caminho a seguir, é importante ter um plano de ações, nem que ele envolva pesquisar mais dados sobre as ideias que parecem mais promissoras.

11. Avalie e apresente os resultados

Não adianta fazer reuniões de brainstorming se nenhuma ideia que sai delas evolui e se torna um projeto na empresa.

Por isso, avalie se suas reuniões estão sendo realmente produtivas e, caso estejam, não esqueça de apresentar os resultados e status para incentivar a equipe e cultivar essa cultura de fazer brainstorming.

Como uma reunião de brainstorming deve ser conduzida? 

Para garantir o sucesso de uma reunião de brainstorming, é importante criar um ambiente seguro, ou seja, sem julgamentos e críticas. Os participantes precisam se sentir seguros para sugerir e dar ideias sem repressão.

Não existe pergunta ou ideia burra. O que existe é uma ideia, se é possível transformá-la em uma solução ou iniciativa é outra história — não é momento de lidar com isso durante o brainstorming.

Por isso, reforce com os participantes a importância da reunião e do compartilhamento genuíno das ideias. 

6 técnicas de brainstorming para você se inspirar

As técnicas ou dinâmicas durante uma sessão de brainstorming são muito importantes para não tornar a reunião monótona e sem criatividade.

Elas estimulam todas as pessoas a participarem e são ótimos incentivos para um ambiente amigável. Aqui vão alguns exemplos de brainstorming para você se inspirar.

1. Post-it

Utilizar post-it é uma das dinâmicas preferidas em reuniões de brainstorming. A dinâmica consiste em distribuir blocos de papel adesivo (post-it) para os participantes, que devem escrever suas ideias em cada um e colá-los em uma superfície visível para todos para criar uma espécie de mural. 

Isso permite que as ideias sejam facilmente organizadas e categorizadas durante a sessão. É possível realizar a dinâmica presencialmente ou através de ferramentas online.

2. Mapa mental

O mapa mental é uma técnica que vai ajudar na organização das ideias geradas durante o brainstorming. Basicamente, você cria um diagrama que conecta as ideias em um formato radial, a ideia principal ficando no centro e as ideias secundárias se conectando a ela.

Dessa forma, é possível simplificar o problema e entender como cada ideia se relaciona.

3. Técnica chuva de ideias rápidas 

Aqui, cada integrante da reunião terá um tempo curto (segundos) para dar uma ideia sobre o tema, passando para o próximo integrante e assim sucessivamente, para que muitas ideias possam ser apresentadas e depois filtradas. É uma técnica muito eficiente caso o grupo esteja com bloqueios criativos.

4. Mural de imagens

O mural de imagens busca estimular a criatividade e a associação livre de ideias. Na dinâmica de brainstorming, o mural de imagens tem como objetivo reunir uma variedade de imagens que se relacionam com o tema principal e expô-las em uma superfície visível para os participantes. 

A partir das imagens, os participantes podem gerar novas ideias e associações de acordo com as suas perspectivas. É uma técnica legal para definir o tom de uma campanha, por exemplo.

5. Jogos de Improviso

Vindo do teatro, os jogos de improvisação podem ser usados como técnicas de brainstorming. Neste cenário, esses jogos podem ser utilizados para estimular a geração de ideias através da criação de cenas e personagens no momento. 

Assim, os participantes são desafiados a criar uma cena relacionada ao tema em questão ou a interpretar um personagem que tenha uma solução para o problema apresentado. 

6. Starbusting 

Por último, temos o Starbursting, uma técnica de brainstorming que se concentra nas perguntas em vez das respostas. 

Aqui, os participantes são convidados a fazer uma série de perguntas relacionadas ao tema em questão, como “quem?”, “o quê?”, “onde?”, “quando?”, “por que?”, e “como?”.

Dessa forma, as respostas a podem gerar ideias inovadoras e novas perspectivas sobre o problema ou tema apresentado durante a dinâmica. 

Quais as melhores ferramentas para Brainstorm?

GroupMap

O GroupMap é um site focado na realização de brainstormings. Ele permite planejar, fazer a dinâmica, discutir e depois decidir o que será feito. 

E o melhor: tem vários templates e é possível votar e dar nota para as ideias. O ponto ruim é que não há gratuidade, mas há um teste gratuito de 14 dias.

Overview of GroupMap - GroupMap

Miro

O Miro é uma plataforma de colaboração visual para equipes. Ou seja, é uma ferramenta que dispõe figuras, formas, imagens, e outros apoios visuais, para a criação de mapas mentais, brainstorming com post-it e muito mais. Ah, e tem como usar gratuitamente!

Stormboard

O Stormboard também é uma ferramenta de colaboração online, mas o seu objetivo é outro: produtividade. Com ele, é possível organizar e discutir ideias, atribuir tarefas e acompanhar o progresso das entregas. Tem versão gratuita para uso pessoal.

EasyRetro

O EasyRetro é uma ferramenta fantástica para brainstormings! Ele foi criado para dinâmicas de retrospectivas, normais para times que usam OKRs e metodologias ágeis. 

No entanto, é possível usar a ferramenta para outras dinâmicas, como brainstormings, pois o EasyRetro possibilita o anonimato, deixando as pessoas mais confortáveis, e ainda permite uma votação nas ideias.

Também possui uma versão gratuita para uso pessoal.

Vimos, portanto, a importância das reuniões de brainstorming dentro de uma organização. Através dessa técnica é possível extrair diversas ideias que, posteriormente, podem levar a um projeto criativo na empresa.

No entanto, para realizar essas reuniões, é necessário ter em mente alguns passos, para que ela seja produtiva e dê bons resultados. Por isso, preparamos este conteúdo com os passos para organizar uma reunião de brainstorming de forma simples, como ela deve ser conduzida, boas técnicas e quais ferramentas utilizar. Gostou? Leia outros conteúdos relacionados:

Para receber novidades na sua caixa de entrada, basta assinar nossa Newsletter abaixo!

Escrito por Felipe Santos

Escrito por Felipe Santos

Escrito por Felipe Santos

Escrito por Felipe Santos

Compartilhe este conteúdo
Compartilhe
Receba o melhor conteúdo de SEO & Marketing em seu e-mail.
Assine nossa newsletter e fique informado sobre tudo o que acontece no mercado
Agende uma reunião e conte seus objetivos
Nossos consultores irão mostrar como levar sua estratégia digital ao próximo nível.
>