May 2022 Core Update: veja quais foram os sites mais beneficiados pela última grande atualização do Google

Bruna Rodrigues
Bruna Rodrigues

Atenção: Este artigo foi editado, removendo qualquer referência a sites em queda; entendemos que a metodologia continua válida, está detalhada abaixo e continuaremos a usar em projetos confidenciais. Este aviso deve permanecer até a próxima atualização do artigo.

Confira quais grandes sites brasileiros mais ganharam tráfego orgânico após o May 2022 Core Update, a última grande atualização do Google que começou a ser implementada no último dia 25 de maio.

Há quase duas semanas o Google deu início à implementação da primeira grande atualização de algoritmo de 2022: o May 2022 Core Update

A implementação ainda não foi concluída, mas vem gerando picos significativos de volatilidade na SERP desde o dia 25 de maio, data oficial de seu início.

De acordo com a ferramenta Semrush Sensor, os maiores picos de volatilidade aconteceram nos dias 26 e 29 de Maio e 01 e 05 de Junho.

Ainda segundo os dados da ferramenta, as categorias de sites que mais foram impactadas por estes picos foram notícias, compras, esportes e artes & entretenimento.

Vale ressaltar que os dados acima refletem a realidade da SERP americana e, apesar destas serem tendências gerais, no Brasil o cenário vem se mostrando um pouco diferente.

Confira, abaixo, quais foram os 30 sites mais impactados positivamente pelo May 2022 Core Update e quais foram as categorias que mais ganharam e perderam tráfego orgânico no país.

Importante: antes de continuar lendo, entenda como analisar uma queda ou aumento de tráfego

Como dito acima, todas as nossas análises foram feitas através do tráfego estimado do Semrush. Antes de continuar, no entanto, é importante que a metodologia que utilizada pela ferramenta para gerar projeções de tráfego esteja clara.

A primeira coisa importante a saber é que o Semrush ignora sazonalidade, pois seu tráfego é estimado de acordo com uma média de buscas que é atualizada com uma frequência baixa (a títulos didáticos, podemos entender que ela é anual).

Em oposição a isso, uma ferramenta boa para analisar sazonalidade de concorrentes é a SimilarWeb, cujo tráfego estimado é gerado a partir de um painel de milhões de usuários.

O tráfego estimado do Semrush é calculado da seguinte forma:

Tráfego estimado = Volume de busca médio da palavra * CTR estimado

  • Ele encontra todas as palavras-chave que o site encontra-se posicionado, conforme uma base de palavras-chave;
  • Ele registra a posição que a página se encontra;
  • Ele tem uma média mensal de buscas para cada palavra-chave;
  • Ele tem uma estimativa de taxa de clique (CTR) para cada posição, tipo de palavra-chave e tipo de busca.

Ou seja, o Semrush utiliza essa fórmula para cada palavra-chave e depois soma o tráfego total, podendo fazer isso para cada palavra-chave, página (URL) e o domínio como um todo. Nesse conteúdo, consideramos a análise por domínio.

Entendido isso, é preciso entender que na análise deste artigo, estamos restritos a uma análise MoM (Month over Month), ou seja, a uma comparação mensal onde pode haver uma grande sensibilidade, especialmente em grandes sites.

Pensando nisso, separamos algumas dicas sobre como analisar os resultados de SEO.

Análise de tráfego mensal: ela é importante, mas limitada

A análise mensal de tráfego é muito importante, naturalmente, mas deve ser feita com certos cuidados:

  • Sazonalidade: todos os segmentos têm meses mais fortes e mais fracos, portanto isso deve ser considerado na análise — vale dizer, novamente, que o Semrush ignora a sazonalidade;
  • Análises microscópicas: de nada adianta o negócio crescer 100% em um mês comparado ao anterior, se estiver com uma queda de 95% na comparação anual. Sendo assim, analise um pequeno período, mas prefira análises mais abrangentes para verificar a tendência.
  • Tráfego é diferente de receita: busque gerar tráfego que impacte a sua receita, mas entenda claramente qual o funil para sua conversão, sem ignorar que o tráfego de marca deve ser atribuído à busca orgânica para redução de custos do negócio;

Como analisar os resultados e ROI de SEO

Naturalmente, sofrer queda mesmo numa análise mensal não é desejável, mas é preciso entender se há algum problema e, havendo, qual a sua gravidade.

Primeiramente, é necessário saber que, como a base de palavras-chave do Semrush é muito grande e há certos dados poluídos, pode acontecer de o site se posicionar para palavras irrelevantes estrategicamente e essas palavras gerarem uma alta estimativa de tráfego que, ao cair eventualmente, pode causar um verdadeiro estrago no gráfico da ferramenta, mas não do negócio.

Além disso, considerando que a sua estratégia esteja focada em palavras-chave que dialogam com a sua persona e que estejam ligadas a uma boa estratégia de funil, bem como de criação de demanda para a marca, busque entender a tendência de crescimento.

Para tangibilizar esse conceito, separamos o gráfico abaixo, com dados de um domínio que perdeu tráfego após um grande core update ocorrido na metade de 2021, para demonstrar como mesmo ele tendo sofrido um impacto significativo na comparação mensal, seu SEO geral estava em plena evolução na época.

Observe na imagem acima as cinco marcações:

  1. O site, de fato, teve uma queda de 13% de estimativa de tráfego na comparação mensal, o que é bastante significativo.
  2. Por outro lado, desde 2020, o site está em pleno crescimento: analisando, você irá reparar que quedas são normais em toda curva de crescimento, porém o mais importante é entender a tendência de crescimento, que pode ser vista na seta;
  3. Amostragem: de um mês para o outro, caiu em 7% a quantidade de palavras-chave do site, o que não é normal sem uma significativa mudança na base de dados ou no algoritmo, o que precisa ser analisado com mais profundidade para entender se foram palavras-chave penalizadas ou o SEMRush deixou de ter esses termos (o que não é incomum).

Como você pode reparar, todo dado deve ser visto e analisado em profundidade.

Dito isso, vamos para o nosso conteúdo, pois feitas essas ressalvas, é interessantíssimo ver a movimentação que uma atualização do Google pode causar na Internet e nos negócios.

Os 30 sites que mais se beneficiaram com o May 2022 Core Update

Entre os sites que mais ganharam tráfego orgânico estão, principalmente, sites das categorias de Notícias e Marketplace/Varejo.

Veja, abaixo, a tabela completa com os 30 domínios.

DomínioTráfego Orgânico AbrilTráfego Orgânico MaioDiferença
shopee.com.br232.685.321293.653.69460.968.373,00
google.com.br76.955.45694.890.82517.935.369,00
whatsapp.com145.296.754158.749.93413.453.180,00
mercadolivre.com.br202.667.024216.039.73013.372.706,00
www.gov.br63.907.78272.623.1648.715.382,00
exame.com11.785.75118.780.7546.995.003,00
priberam.org42.592.25849.450.4306.858.172,00
climatempo.com.br140.193.000146.620.2066.427.206,00
amazon.com.br70.613.40076.243.9335.630.533,00
globo.com499.615.937505.235.8655.619.928,00
espn.com.br44.599.89349.664.4225.064.529,00
transfermarkt.com.br15.367.01620.023.0624.656.046,00
instagram.com227.315.976231.792.0944.476.118,00
bcb.gov.br8.374.67712.576.1514.201.474,00
colunadofla.com2.330.3425.945.4833.615.141,00
casasbahia.com.br62.613.09066.162.2763.549.186,00
doctoralia.com.br11.112.43014.558.0293.445.599,00
todamateria.com.br42.404.31945.835.9793.431.660,00
adorocinema.com69.456.40472.878.5043.422.100,00
climaaovivo.com.br1.877.1855.266.4463.389.261,00
buscape.com.br16.629.41819.941.0263.311.608,00
metsul.com6.863.26610.153.0083.289.742,00
bet365.com15.081.66218.302.8823.221.220,00
bolavip.com5.741.1978.951.0423.209.845,00
caixa.gov.br60.243.13763.411.8513.168.714,00
mdsaude.com1.942.8954.955.3563.012.461,00
epagri.sc.gov.br589.6913.581.3332.991.642,00
atletico.com.br2.393.6935.360.4132.966.720,00
drogaraia.com.br36.339.78239.284.5612.944.779,00
reclameaqui.com.br16.606.70019.390.0212.783.321,00

Em pleno crescimento há diversos meses, segundo dados do nosso Relatório Setores do E-commerce no Brasil, a Shopee foi o domínio que mais se destacou em ganho de tráfego após o início da implementação do May 2022 Core Update, crescendo em quase 61 milhões.

Ainda na categoria de E-commerces, Mercado Livre, Amazon Brasil, Casas Bahia e Droga Raia também figuram na lista com ganhos a partir de 3 milhões de visitas mensais.

A classificação também conta com sites da categoria de YMYL, como Doctoralia e MD Saúde.

Seguindo a tendência internacional, diversos sites da categoria de Notícias também parecem ter sido impactados, como Exame, Globo.com, AdoroCinema e outros voltados ao nicho de esportes, como ESPN, Coluna do Fla e Bola VIP.

Na 5ª posição do ranking, o site www.gov.br surge com um ganho de visitas de 8.7 milhões, mas temos a hipótese de que esse ganho se deve a uma migração, já que na classificação dos sites que mais perderam visitas o domínio saude.gov.br perdeu 5 milhões.

Conclusão

Os Core Updates são atualizações de algoritmo gerais, sem propósito específico, ao contrário de outras atualizações, como o Product Review Update, que aconteceu em Março este ano.

Apesar disso, na maioria das vezes é possível encontrar um padrão nos sites mais impactados por elas.

Para ajudar os webmasters que eventualmente sofreram com quedas de acessos, em 2019 o Google publicou um documento oficial com todas as mais relevantes informações sobre os core updates e como agir caso o seu site seja negativamente impactado por algum deles.

Escrito por Bruna Rodrigues

Escrito por Bruna Rodrigues

Escrito por Bruna Rodrigues

Escrito por Bruna Rodrigues

Compartilhe este conteúdo
Compartilhe
Receba o melhor conteúdo de SEO & Marketing em seu e-mail.
Assine nossa newsletter e fique informado sobre tudo o que acontece no mercado
Agende uma reunião e conte seus objetivos
Nossos consultores irão mostrar como levar sua estratégia digital ao próximo nível.
>