Como fazer otimização de imagens: importância e dicas essenciais

Conversion

Por ,
em

A otimização de imagens é fundamental para proporcionar uma experiência de nevação agradável para o usuário e, também, garantir que o “robô” do Google consiga identificar esse tipo de informação.

Para utilizar as imagens em sua estratégia de SEO da maneira correta, não basta apenas tirar as melhores fotos e fazer a melhor edição.

Você deve também otimizar as imagens, para que elas possam ser lidas pelos robôs do Google e tenham boas posições nas buscas.

Mas, afinal, como fazer isso?

Neste post, você aprenderá algumas dicas de SEO para Imagens e verá como fazer a otimização de suas imagens da forma correta.

Confira!

Por que é importante otimizar as imagens para o Google Imagens

O Google Imagens é um recurso do buscador que permite aos usuários encontrar imagens com mais facilidade e disponibilizá-las para que o usuário encontre-as nas buscas.

Para que uma imagem fique nos primeiros resultados, ela precisa ser relevante aos usuários, além de otimizada para o algoritmo do Google Imagens.

Mas por que é importante aparecer nos primeiros resultados da busca?

Quando pesquisamos por alguma palavra-chave que tenha relação com imagens — uma capa para celular, por exemplo –, o Google já disponibiliza, muitas vezes na primeira colocação dos resultados orgânicos, as imagens que podem ser mais relevantes à busca do usuário.

Suponhamos que você possua um e-commerce que, entre outras coisas, vende capas para celular.

Nesse caso, é muito importante que suas imagens apareçam nos resultados da busca, pois os próprios usuários podem acessar seu site por meio das fotos que acharem mais interessantes.

Um conteúdo sobre capas de celular que não possui imagens pode não ser muito relevante tanto para os usuários, quanto para o algoritmo do Google.

E isso se aplica a vários outros tipos de negócio e termos.

Mas, afinal, como aparecer nos primeiros lugares do mecanismo de busca?

Saiba como!

Como fazer a otimização de imagens para o Google

Há quatro aspectos técnicos de suas imagens que devem ser otimizados para que elas tenham bons resultados.

Utilizando-se das técnicas de SEO que falaremos agora, você pode ter imagens com ótimos resultados.

Os quatro aspectos são: nome do arquivo, tag alt, tamanho e dimensões das imagens.

Vamos conhecer mais a fundo cada um deles:

Nome do arquivo

Ao adicionar uma imagem em seu site ou blog, uma URL é criada com base no nome do arquivo da imagem.

Caso você deixe um nome aleatório como “IMG678.jpeg” é mais difícil para o robô do Google identificar sobre o que se trata a imagem.

Por isso, nomeie o arquivo com alguma palavra-chave referente à imagem para facilitar a leitura de seu conteúdo e, consequentemente, aumentar sua relevância.

Na linguagem html, ficaria da seguinte forma:

<img src=”palavra-chave-relevante”/>

Tag alt

A tag alt é uma descrição alternativa de sua imagem. Essa parte também é lida pelo Google e, portanto, é importante que você utilize as palavras-chave adequadas e de acordo com o contexto de seu conteúdo.

Essa descrição facilita o processo de colocar links da imagem na web e até deficientes visuais a ler seu conteúdo por meio do sistema Jaws, que pode identificar as imagens e falar a tag alt delas.

Ela é de grande importância para que uma estratégia de SEO para o Google Imagens seja eficiente.

Inserir um ALT em suas imagens é simples. Em geral, as próprias plataformas de site como o WordPress, por exemplo, já disponibilizam um espaço para adicionar a tag alt nas imagens.

Você pode adicioná-la também diretamente no texto html com o seguinte comando: alt=”texto-com-palavra-chave-relevante”.

Dimensões da imagem

As dimensões da imagem são importantes para dois fatores: experiência do usuário em seu post e para o próprio Google.

Se você pesquisar por alguma imagem no Google Imagens, poderá observar que as figuras apresentadas, em geral, possuem dimensões similares a 16:9 ou 4:3.

Essa é a preferência para que haja um padrão na apresentação das imagens e organização dos resultados.

Por isso, a não ser que seja necessário, evite utilizar imagens na vertical ou com dimensões muito fora do padrão.

Qualidade da imagem

Tome cuidado ao fazer o upload de arquivos muito pesados, isso pode afetar a velocidade de carregamento de seu site e, dessa forma, interferir na experiência dos usuários.

Mas não se preocupe…

Há várias ferramentas — algumas delas gratuitas — que você pode utilizar para comprimir as imagens e deixar os arquivos mais leves.

4 dicas de SEO para o Google Imagens

Além das otimizações que já citamos, há outras que você pode utilizar para ter imagens melhor ranqueadas no Google Imagens.

1. Contexto da imagem

Um dos fatores que o Google  leva em consideração para ranquear as fotos é o contexto em que ela foi inserida no conteúdo.

Ou seja, de acordo com as informações da imagem como ALT, ele verifica se o parágrafo em que ela está inserida, por exemplo, possui palavras que tenham relação com a imagem.

A relevância pode aumentar se uma imagem de uma capa de celular, por exemplo, for inserida em um parágrafo que fala sobre capas de celular, ou seja, uma imagem com contexto e coerência.

2. Interações com a imagem

O Google pode detectar quando um usuário clica em uma imagem ou faz qualquer interação com ela.

Se a imagem tem muitas interações, ele a considera mais relevante para os usuários. Portanto, a imagem tem posições melhores no Google Imagens.

Por isso, é importante que, quando possível, você incentive o engajamento e crie imagens com um design atrativo e que desperte o interesse dos usuários.

3. Legenda da imagem

A legenda também é importante para que os usuários entendam sobre o que se trata e quais suas características e pontos de destaque.

Isso pode ajudar no entendimento da imagem e, portanto, melhorar a experiência dos usuários e a leitura pelo algoritmo também.

4. Seja mobile friendly

Grande parte do tráfego de sites, em geral, vem de dispositivos mobile.

Os celulares são práticos e muitos usuários têm preferência por utilizá-los na hora de comprar coisas na internet.

Por isso, é importante que suas fotos tenham o tamanho adequado para proporcionar a melhor experiência mobile.

Para cada plataforma há uma dimensão recomendada para que a imagem não fique com uma qualidade ruim ou não caiba na tela.

É importante que você adeque as imagens de acordo com a plataforma para evitar esses problemas.

Aplicando as informações deste post, suas imagens podem ter ótimos resultados no Google e gerar mais tráfego para suas páginas.

Lembre-se sempre de fazer imagens atrativas e relevantes de acordo com o conteúdo.

Quer saber mais?

Visite nosso post sobre Google Imagens e entenda melhor como funciona esse recurso.

A Conversion na mídia
Rede Globo de Televisão SBT Rede Record TV Bandeirantes Portal do UOL Yahoo Notícias Diário do Comércio e Indústria
Voltar ao Topo
fechar

Solicite Orçamento