YouTube SEO: 10 técnicas para otimizar seus vídeos!

Rafaella Paim
Rafaella Paim

Se você chegou neste artigo e se perguntou: mas dá para otimizar YouTube? A resposta é: sim! Ter uma estratégia de YouTube SEO é fundamental, afinal, estamos falando do segundo maior mecanismo de pesquisa da Internet, atrás, somente, do próprio Google. 

Criado em 2005, o YouTube vem transformando o aprendizado, o entretenimento e a forma de fazer negócios pelo mundo todo. De acordo com uma pesquisa da Oxford Economics, somente em 2020, estima-se que o YouTube tenha contribuído, aproximadamente, com R$ 3,4 bilhões para o PIB brasileiro. 

A plataforma contribuiu ativamente para a transformação do mercado do marketing digital, que nos últimos anos vem investindo cada vez mais no conteúdo em formato de vídeo. Justamente devido a esse crescimento, a competitividade cresceu e ficou mais difícil de alcançar a primeira posição nos resultados de buscas do YouTube. 

Por isso, para as empresas que querem ter mais visibilidade no segundo maior buscador do mundo, é preciso adotar estratégias de otimização dos vídeos para que eles fiquem melhor posicionados.

Dito isso, a seguir, veremos como otimizar um vídeo para que o YouTube possa entregá-lo para o maior número de pessoas possível e para o público com maior potencial em nos assistir.

Confira a seguir o que é, quais são as principais estratégias de SEO para YouTube e como colocá-las em prática hoje mesmo. Boa leitura!

O que é SEO para YouTube?

De acordo com a pesquisa da Oxford Economics, cerca de um bilhão de horas de vídeos são assistidas no YouTube no mundo todo diariamente.

As pessoas acessam o a plataforma para pesquisar sobre diversos conteúdos e, por isso, nossos conteúdos precisam estar preparados para aparecerem como resultado de buscas dessa pesquisa – e é aí que entra o SEO.

Uma boa estratégia de SEO para YouTtube tem como objetivo não somente desenvolver o tráfego de pesquisa dentro da plataforma, mas fora dela, como, por exemplo, no Google. 

Google e YouTube são ferramentas cada vez mais integradas – afinal, quem nunca pesquisou alguma coisa no Google e a primeira resposta da SERP era um vídeo? 

Esse movimento é cada vez mais natural e, fazendo SEO para YouTtube, você automaticamente otimiza o seu conteúdo em vídeo para o Google.

Fontes de Tráfego do YouTube

Quando falamos de fontes de tráfegos, nos referimos às formas como as pessoas chegam até os vídeos, e quando acessamos o YouTube Analytics as fontes de tráfego são bastante específicas: 

  • Tráfego de recomendação: quando o YouTube sugeriu o seu vídeo para algum usuário;
  • Tráfego externo: quando o usuário clica no link do seu vídeo em alguma página da internet;
  • Tráfego de pesquisa: quando o usuário busca por algum assunto na barra de busca do YouTube e descobre o seu vídeo como sugestão de resposta – é no tráfego de pesquisa que vamos foca.

Como fazer SEO para YouTube? As 10 melhores técnicas

Quando publicamos um vídeo, o YouTube, por si só, não é capaz de interpretar o conteúdo desse vídeo para saber para quais pessoas oferecer esse conteúdo e qual público pode mais se interessar pelo o que estamos compartilhando. 

Precisamos, portanto, fornecer pistas claras e precisas para que o algoritmo do YouTube entenda o nosso conteúdo e possa entregar esse vídeo para as pessoas certas.

E como fazemos isso? Através de metadados: informações em textos que adicionamos no momento da publicação de um novo conteúdo (título, descrição, tags e assim por diante).

É possível criar esses elementos de forma otimizada, pensando em SEO, em palavras-chave e como as pessoas pesquisam por esse assunto específico.

Dito isso, separamos 10 técnicas de SEO para YouTube pensando, principalmente, em otimizações dos metadados. Confira a seguir:

1. Escolha o tema do vídeo a partir da pesquisa de palavra-chave

Uma boa estratégia de SEO para YouTube começa pela escolha do tema do vídeo. Para isso, é necessário fazer uma pesquisa de palavra-chave para entender quais assuntos são mais relevantes para o seu nicho, quais são mais pesquisados, os com menor concorrência (normalmente as palavras-chave de cauda longa) e assim por diante. 

Ou seja: em quais temas temos mais oportunidades de performar melhor.

Depois de definido o tema, é hora de criar roteiro, gravar, editar e voltar ao processo de SEO somente no momento de publicação do vídeo.

2. Faça o upload do vídeo renomeado com a palavra-chave

Antes de subir o vídeo na plataforma, renomeie o arquivo com a palavra-chave mais relevante. Este é um passo bastante importante, pois ajuda o YouTube a compreender sobre o que se trata o conteúdo do vídeo.

Por exemplo, se o vídeo for sobre como conseguir tráfego orgânico, você deve renomear o arquivo para esta palavra-chave no formato de sua preferência. Veja o exemplo abaixo onde usamos o formato .mov: 

como-conseguir-trafego-organico.mov 

Lembre-se sempre de escrever a sua palavra-chave em caixa baixa, separada por hífen (se houver mais de um termo), sem acentos e caracteres especiais.

3. Crie um bom título para o vídeo

Na hora de criar o título do vídeo, existem algumas orientações importantes. A primeira dela é utilizar palavras-chave mais importantes e ter até 70 caracteres para não cortar o final do título na SERP.

No YouTube, vale a mesma regra para criar Titles para páginas de produtos e sites em geral: usar a palavra-chave mais importante o mais à esquerda possível. 

Um bom título desperta a curiosidade, chama a atenção das pessoas de modo com que elas queiram clicar no vídeo. Por isso, elabore uma copy criativa para o título para chamar a atenção do usuário.

4. Faça uma descrição clara e informativa

Este é um item extremamente importante e que, na maioria das vezes, é deixado de lado. A descrição é importante tanto para canais novos quanto para canais mais antigos, pois ajuda o usuário a entender sobre o que se trata aquele vídeo e/ou canal.

A primeira coisa a se fazer na hora de fazer uma descrição é supor que o espectador nunca ouviu falar do seu canal. Baseado nisso, deixe a descrição do canal fácil, rápida e o trailer curto para ser objetivo e mostrar o potencial do seu canal.

Na descrição dos vídeos, idealmente, os primeiros quatro parágrafos vão ser sobre o tema do vídeo. Aqui, vale distribuir as palavras-chave do título ao longo dos parágrafos da descrição para deixar claro para o algoritmo a relevância do vídeo para o tema. 

Nos parágrafos seguintes, vale colocar outros vídeos do canal para estimular a audiência a assistir mais conteúdos seus e acessar as suas redes sociais.

Além disso, existem outras dicas mais pontuais:

  • Evite erros de digitação e concordância; 
  • Coloque a minutagem do vídeo;
  • Divida a descrição em blocos de informações e não um texto corrido e extenso.

5. Personalize as tags (marcadores) do vídeo

As tags são diferentes de metadados, que o YouTube usa para interpretar o seu conteúdo.  

Quando usamos as tags, é como se estivessémos rotulando e etiquetando os vídeos para mostrar para o buscador que o vídeo pertence aquele universo de conteúdo e que ele faz sentido para o tipo de pesquisa feito na plataforma. 

Por isso, aposte nas tags que sejam relevantes para o seu conteúdo: use desde as mais abrangentes (head tail) até as mais específicas e de fácil conversão (long tail).

6. Adicione cards de informações aos vídeos

Você já notou um ícone redondo com a letra “i” no canto superior da tela enquanto assistia a um vídeo? Ou uma barra translúcida pedindo para que você se inscreva no canal? 

Print do card do Youtube do canal da Conversion

Esses recursos são chamados de cards e eles têm como finalidade promover a sua marca e outros vídeos do canal. É um ótimo recurso para incentivar os usuários a navegarem por outros vídeos e permanecerem no seu canal.

7. Legendar o vídeo aumenta suas chances de alcance

Não esqueça de legendar o vídeo: isso aumenta o alcance do seu conteúdo, já que você está tornando o seu conteúdo acessível às pessoas com deficiências visuais, por exemplo, e ainda facilita a tradução do que está sendo falado para outros idiomas.

Ah, neste caso, é muito importante usar o recurso da própria plataforma, para que o YouTube consiga interpretar a informação da legenda – ou seja, é mais uma informação que você está compartilhando sobre o seu conteúdo!

8. Crie playlists para ajudar na navegabilidade

Seu canal possui vários vídeos e de assuntos distintos?  Então o ideal é que você crie playlists para ajudar o usuário a navegar com mais fluidez pelo seu canal.

As playlists ajudam o usuário a navegar pelo canal, funcionando como se fosse uma biblioteca. Não esqueça das descrições e título das playlists.

9. Libere o Embed vídeo

Quer aumentar o engajamento dos usuários e a exposição no YouTube? Então habilite a função Embed em seus vídeos e incentive as pessoas a publicá-los – em blogs e sites, por exemplo.

A liberação do embed ajuda, inclusive, na estratégia de SEO Off-page, uma vez que a marca é reverberada e compartilhada pela Web, gerando mais reputação.

10. Acompanhe as métricas no YouTube Analytics

Acompanhar os resultados faz parte de uma boa estratégia de SEO para YouTube. Analisar a taxa de cliques dos vídeos, a retenção, a performance do canal e assim por diante, ajuda a observar as falhas que podem estar acontecendo, o que pode ser melhorado e a, principalmente, ter insights para melhorar os conteúdos a cada nova publicação.

Bônus: 3 dicas de ouro de SEO para Youtube

Agora que você já viu as principais técnicas de SEO para YouTube, separamos mais três dicas desse universo para deixar o seu canal ainda mais otimizado.

Personalize o canal do YouTube

Para além da otimização dos vídeos do YouTube, existem algumas boas práticas para deixar o seu canal amigável para o algoritmo do YouTube:

  • Adicione um ícone do canal
  • Adicione o nome;
  • Adicione a descrição;
  • Adicione um trailer do canal;
  • Adicione foto de capa;
  • Informe horários dos vídeos e outras informações relevantes.

Entenda o comportamento da sua audiência 

Como entender a minha audiência, o comportamento dela e os vídeos que ela mais acessa? 

Acesse a área de métricas da plataforma, o YouTube Analytics, e veja o que os seus usuários preferem, quais thumbs tiveram mais cliques e se a duração dos vídeos está muito longa (ou curta). 

Tudo isso você pode acompanhar pelo Analytics! Por lá, é possível ver quanto tepo as pessoas passam assistindo cada um dos vídeos, onde elas deixam de assistir e assim por diante. Conheça a sua audência para otimizar ainda mais sua produção de conteúdo!

Aposte na diversidade das thumbs

Por fim, não esqueça das thumbs! Elas são essenciais para aumentar a taxa de clique dos vídeos, por isso, adicione thumbs diversificadas, chamativas e com a identidade do canal. 

Escrito por Rafaella Paim

Escrito por Rafaella Paim

Escrito por Rafaella Paim

Escrito por Rafaella Paim

Compartilhe este conteúdo
Compartilhe
Receba o melhor conteúdo de SEO & Marketing em seu e-mail.
Assine nossa newsletter e fique informado sobre tudo o que acontece no mercado
Agende uma reunião e conte seus objetivos
Nossos consultores irão mostrar como levar sua estratégia digital ao próximo nível.
>