Como SEO e assessoria de imprensa convergem em prol da reputação de marca

Lucas Amaral
Lucas Amaral

Estratégias são utilizadas em conjunto para garantir a aquisição de backlinks relevantes

Durante muito tempo, as áreas de SEO e assessoria de imprensa foram aplicadas separadamente. Enquanto a otimização era vista como uma estratégia exclusivamente digital, a relação com veículos de comunicação atuava na esfera do marketing offline. 

Com o passar dos anos elas convergiram. Com objetivos comuns, passaram a gerar, juntas, resultados para negócios. 

Hoje, a reputação de uma marca está totalmente relacionada à sua presença nos mecanismos de pesquisa. Tanto que o Share of Search (métrica que avalia o percentual da representatividade de uma marca nos buscadores) é considerada uma das melhores ferramentas preditivas de market share. 

De fato, as curvas de crescimento de ambas apresentam um comportamento semelhante. Ou seja, quando uma marca domina as buscas, também domina o mercado.

Isso quer dizer que grande parte do ganho em reputação é gerado a partir da aliança entre SEO e assessoria de imprensa. Então, se você quer saber como essas duas vertentes se relacionam, continue a leitura. Neste texto, descubra como são interdependentes em estratégias digitais.

Qual é a relação entre SEO e assessoria de imprensa?

A relação entre SEO e assessoria de imprensa, embora se apresente em diferentes camadas, possui um ponto convergente nítido: o link building. Por essa razão, a aliança entre essas duas áreas alinhadas à criação de conteúdo orientado a dados (data-driven PR) dá forma ao que se chama de link building 4.0. 

Tradicionalmente, os serviços de assessoria de imprensa (tradicional ou digital) têm como foco a gestão da reputação de uma marca. Ou seja, o gerenciamento da sua percepção sob a ótica do consumidor. 

Isso inclui uma série de atributos que vão da eficiência dos produtos à experiência memorável do consumidor em processos de vendas, suporte ou durante a navegação no site, por exemplo. Em outras palavras, uma impressão positiva que gera confiança, afeto e confortabilidade ao interagir com a marca. 

Para tal, são aplicadas técnicas de relacionamento com a imprensa. A função da assessoria é utilizar os veículos midiáticos para exposição e gestão de imagem. O que, posteriormente, é convertido em oportunidades de negócios. 

Já o SEO é uma disciplina voltada ao bom posicionamento nos mecanismos de buscas, como Google, Bing e outros buscadores. As técnicas de SEO técnico e SEO on-page, duas entre as três principais vertentes da otimização, são voltadas a práticas internas, que estão sob domínio do administrador do site. 

Porém, quando se trata do SEO off-page, as barreiras do controle são extrapoladas. Afinal, trata-se de um conjunto de práticas atuantes em páginas externas. Especialmente no que tange à obtenção de referências, conquistadas por meio de backlinks

Backlinks (ou links de entrada) são links posicionados em páginas terceiras que apontam para as páginas internas. É, reconhecidamente, a mais relevante ação de SEO fora da página. À obtenção dessas referências dá-se o nome de link building. 

No passado, existiam muitas técnicas voltadas a esse processo, como a inserção de links em diretórios e comentários de blogs, guest posts (posts como convidado), compra e troca de links, solicitações manuais e redes privadas de blogs (PBNs). Hoje, são vistas como ultrapassadas e a maioria tida como black hat

Isso porque os algoritmos são capazes de reconhecer essas práticas forçadas e as consideram inorgânicas. Assim, privilegiam os links naturais. A melhor maneira de conquistá-los sem violar as diretrizes dos buscadores é justamente por meio da assessoria de imprensa aliada ao data-driven PR.  

De acordo com Thaís Yumi, product manager de Data Driven PR da Conversion, o objetivo dessa estratégia é criar ou ampliar a reputação positiva das marcas na imprensa, ao mesmo tempo que visa aumentar a autoridade do site por meio da conquista de backlinks qualificados”. 

Como a assessoria de imprensa auxilia na obtenção de backlinks?

Mega fone saindo de um computador e saindo icones de links para representar a obtenção de backlinks na internet

Os objetivos da assessoria de imprensa e do SEO se esbarram, especialmente, nos backlinks. Porém, vão muito além disso. Juntas, essas estratégias trabalham em prol da onipresença da marca. 

O ambiente virtual e a vida real se misturam em um único ecossistema no qual são trabalhadas ações de branding. “Inteligência de dados, conteúdo de impacto e relacionamento com a imprensa”, diz Thaís Yumi, quando questionada acerca dos pilares dessas ações.

A técnica conhecida como link building 4.0 consiste em um conjunto de práticas baseadas em assessoria de imprensa para conquistar backlinks qualificados que, de acordo com Yumi, “são aqueles posicionados em veículos que têm relevância social e uma alta autoridade de domínio para impulsionar os esforços de SEO”. 

A primeira delas é a segmentação de mailing. Aqui a palavra de ordem é relacionamento. Ao manter conexões confiáveis com os órgãos de imprensa, são estabelecidos laços duradouros. As listas são segmentadas para que apenas jornalistas possivelmente interessados em um determinado tópico recebam as informações. 

Nesse passo muitas vezes é trabalhado o conteúdo exclusivo. Ou seja, nada de press releases massivos para todos os contatos. Isso fortalece ainda mais as relações entre a empresa e o veículo no qual se espera ser divulgado e referenciado por meio de backlinks. 

A criação de pautas também é específica para determinados nichos de mercado. Uma pesquisa sobre finanças, por exemplo, é valiosa para o Valor Econômico, tal qual um estudo sobre o agronegócio é relevante para o Globo Rural. 

Os custos para produção desse tipo de material são altos, então é preciso focar naquilo que servirá de insumo para esses portais. Para isso são utilizados dados que revelam os principais focos de interesse desses veículos. Inclusive, a escolha dos órgãos que serão notificados também é orientada a dados. Considerando, por exemplo, a autoridade de domínio do site.

O data-driven PR entra justamente na etapa de confecção de conteúdo, aliando o trabalho de profissionais de business intelligence para recolhimento, interpretação e entrega de dados, a jornalistas qualificados, capazes de apurar e comunicar as informações de maneira clara. 

Após o envio das peças, é realizado um follow up. Ou seja, o processo não finda após o envio. Por meio da manutenção de um relacionamento saudável, é preciso garantir que o backlink será conquistado. Além disso, a performance dos links de entrada obtidos são mensurados, assim como seus impactos na estratégia de SEO

Assim, a principal função é gerar backlinks qualitativos. Afinal, mais vale um único link em um local de alta autoridade do que diversos links em páginas de baixa relevância, “spameosas” ou consideradas tóxicas. 

Se você deseja aumentar sua reputação e autoridade, entre em contato com a Conversion. Um de nossos consultores falará com você a respeito do nosso serviço de link building 4.0.

Escrito por Lucas Amaral

Escrito por Lucas Amaral

Escrito por Lucas Amaral

Escrito por Lucas Amaral

Compartilhe este conteúdo
Compartilhe
Receba o melhor conteúdo de SEO & Marketing em seu e-mail.
Assine nossa newsletter e fique informado sobre tudo o que acontece no mercado
Agende uma reunião e conte seus objetivos
Nossos consultores irão mostrar como levar sua estratégia digital ao próximo nível.
>