Redirecionamento 301: htaccess, PHP, Java, ASP, Perl, Ruby on Rails e Cold Fusion

Por ,
em

Redirect 301 e migração sem perder posiçao no GoogleO redirect 301 é a forma mais eficaz de você mudar o conteúdo de uma página ou site para outro sem perder PageRank da página e do domínio nessa migração. Descubra tudo o que você precisa saber para migrar de página ou domínio sem perder posição no Google.

Por que usar redirect 301

Quando você cria uma página ou um site de bom conteúdo, com o tempo ele pode ser muito compartilhado e ter uma alta Autoridade da Página , contribuindo assim para ficar bem posicionado no Google em uma ou algumas palavras-chave.

Só que pode ser que você mudou o nome da empresa, fez alterações nas categorias do blog, mudou o conteúdo de algumas páginas para uma única página e diversas outras situações

Então o que fazer para não perder os backlinks, Autoridade da Página e não levar o visitante para uma chata página “Erro 404: Página não encontrada”? A resposta é usar o redirect 301.

O redirect 301 é uma instrução que você dá para os robôs dos buscadores que uma página/site mudou permanente para outra página/site.

Como usar redirect 301

Você pode fazer o redirecionamento de páginas e de site. Em cada linguagem de programação você precisará realizar o comando de redirect 301 de modo diferente.

Abaixo exemplos de migração de domínio em linguagens de programação famosas.

Redirect 301 PHP

O primeiro código da página deve ser

 

<?php
Header( “HTTP/1.1 301 Moved Permanently” );
Header( “Location: http://www.seu-site-novo.com.br” );
exit(0);
?>

 

Redirect 301 ASP

O primeiro código da página deve ser

 

<@ Language=VBScript %>
<%
Response.Status=”301 Moved Permanently” Response.AddHeader “Location”,
“http://www.seu-site-novo.com.br”
%>

 

Redirect 301 ASP.NET

O primeiro código da página deve ser

<script>
private void Page_Load(object sender, System.EventArgs e)
{
Response.Status = “301 Moved Permanently”;
Response.AddHeader(“Location”,”http://www.seu-site-novo.com.br”);
}
</script>

 

Redirect 301 Perl (CGI)

O primeiro código da página deve ser

 

$q = new CGI;
print$q->redirect(“http://www.seu-site-novo.com.br”);

 

Redirect 301 ColdFusion

O primeiro código da página deve ser

 

<cfheader statuscode=”301″ statustext=”Moved permanently”>
<cfheader name=”Location” value=”http://www.seu-site-novo.com.br”>

 

Redirect 301 Java (JSP)

O primeiro código da página deve ser

 

<%
response.setStatus(301);
response.setHeader( “Location”, “http://www.seu-site-novo.com.br” );
response.setHeader( “Connection”, “close” );
%>

 

Redirect 301 Ruby on Rails

O primeiro código da página deve ser

 

def old_action
headers[“Status”] = “301 Moved Permanently”
redirect_to “http://www.seu-site-novo.com.br”
end

 

Redirect 301 .htaccess (servidor Linux)

O arquivo .htaccess existe nos servidores Linux. O .htacess fica no diretório raiz dos arquivos do seu site, você pode inserir o código no fim do arquivo.

 

redirect 301 / http://www.seu-site-novo.com.br

 

Com redirect 301 também é possível fazer o redirecionamento de uma página determinada para outra página específica. Da página www.seusite.com.br/contato para www.seusite.com.br/novo-contato veja o exemplo de código abaixo

 

redirect 301 /contato seusite.com.br/novo-contato

 

Redirect 301 Servidor Windows (IIS)

Para quem tem site hospedado em servidor Windows e não quer utilizar os códigos ASP e ASP.NET acima veja esse link com detalhes sobre o redirecionamento em diferentes versões do servidor com IIS.

Não use redirect 302 para mudança permanente

Há muitas pessoas que mudam de página ou site permanentemente e utilizam o redirecionamento do serviço de hospedagem. Porém muitas vezes as empresas de hospedagem utilizam o comando redirect 302 ao invés do comando redirect 301. Porém o único comando que transmite todo a relevância e PageRank é o comando 301, que é utilizado para uma mudança permanente.

O redirect 302 é utilizado para uma mudança temporária, ou seja, de algumas horas ou dias, e por isso não transmite link juice.

Fique atento e verifique o tipo de redirecionamento feito no seu site com um verificador como esse, basta digitar a URL antiga que ele mostra a URL nova e o tipo de redirecionamento utilizado.

Você também pode usar esse verificador para testar os redirecionamentos que você fez.

Fique tranquilio pois não há limites de uso para redirect 301, como afirma Matt Cutts no vídeo abaixo.

Bom redirecionamento para o seu site!

A Conversion na mídia
Rede Globo de Televisão SBT Rede Record TV Bandeirantes Portal do UOL Yahoo Notícias Diário do Comércio e Indústria
Voltar ao Topo
fechar

Solicite Orçamento