Estratégia de marketing: exemplos e dicas para vender mais

Felipe Santos
Felipe Santos

Estratégia de marketing é o planejamento e a execução de ações que visam atingir os objetivos de uma empresa ou organização no mercado.

Seja nos negócios, seja nas finanças pessoais, seja na carreira, ter uma estratégia é fundamental para atingir nossos objetivos, quaisquer que sejam.

E quando falamos de negócios, ter uma estratégia de marketing é fundamental não apenas para crescer em todas as frentes, mas também para se manter “viva” e estável em um mercado gradualmente mais competitivo.

O Marketing não é apenas mais um departamento da empresa que faz sua função sem afetar outros times. Marketing envolve todas as etapas e áreas da empresa, desde sua criação, até a comunicação com o público e vendas.

Uma estratégia de marketing bem elaborada pode ajudar a aumentar a visibilidade da marca, atrair novos clientes, fidelizar clientes existentes, impulsionar a receita da empresa e vários outros objetivos.

Mas são tantas opções de ferramentas, métricas, táticas e estratégias no Marketing que fica difícil escolher o que gera mais resultados. Pensando nisso, vamos te ajudar a entender os diferentes tipos de estratégias de marketing e como fazer a sua, confira!

O que é estratégia de marketing?

A estratégia de marketing é um plano de ação elaborado por uma empresa para alcançar seus objetivos de negócios por meio da promoção e venda de seus produtos e serviços.

Existe toda uma cadeia de processos que acontece antes, durante e após uma venda, onde o marketing pode – e deve – atuar para maximizar os resultados e garantir uma melhora constante na performance da empresa.

Dessa forma, a estratégia de marketing é uma abordagem sistemática que envolve várias análises, pesquisas e táticas para ser construída, entre elas:

  • Definição do público-alvo e persona;
  • Análise do ambiente externo e interno do mercado;
  • Pesquisa e análise de concorrentes;
  • Formulação dos objetivos e metas relacionados ao negócio;
  • Escolha das ferramentas e canais de comunicação;
  • Elaboração da identidade visual da marca;
  • Definição da abordagem de comunicação;
  • Elaboração do plano de ação;
  • Criação de conteúdos;
  • Atendimento ao consumidor;
  • Monitoramento e avaliação dos resultados.

É importante que a estratégia de marketing esteja alinhada com a missão, a visão e os valores da empresa ou organização, bem como com as necessidades e expectativas dos clientes. Além disso, ela deve ser flexível e adaptável às mudanças do mercado e da concorrência.

A estratégia de marketing é essencial para o sucesso de qualquer negócio, pois permite criar valor para os clientes e se diferenciar dos concorrentes. Uma boa estratégia de marketing pode gerar mais receita, lucro, satisfação e fidelização para a empresa ou organização.

Qual a importância da estratégia de marketing para o seu negócio?

A estratégia de marketing é a base do crescimento da sua empresa. Você pode ter o melhor produto/serviço do mundo, se não sabe promover, vender e fidelizar seus clientes, pode ter certeza que ser o melhor não vai fazer diferença alguma.

Afinal, nem sempre são os melhores que se destacam, mas sim os que têm a melhor comunicação e habilidades de vendas para convencer outras pessoas que são os melhores.

Tendo em vista esse fato, sua empresa tem duas opções:

  1. Lamentar a forma como o mercado funciona e vender pouco, mesmo tendo o melhor produto;
  2. Aprender sobre vendas e comunicação para aumentar a visibilidade e competitividade e mostrar seu valor ao mundo.

Nesse sentido, acreditamos que já deu para entender porque ter uma estratégia de marketing é tão importante. Mas, para ficar ainda mais claro, trouxemos alguns motivos práticos para qualquer negócio. Confira outros pontos importantes:

Aumentar a visibilidade e força da marca

A força de marca faz total diferença nas suas vendas. Marcas como Apple podem até vender mais caro simplesmente pelo nome forte que tem – e, claro, um excelente produto.

Para ganhar esse status e aumentar o reconhecimento de sua marca no mercado, fazer marketing é fundamental, definindo bem o tom de voz, público-alvo, identidade visual e até personalidade da marca. Todos esses fatores vão contribuir para uma melhor percepção da marca pelo público.

Além de estratégias para contribuir para uma melhor percepção da marca, há várias que ajudam com o alcance e reconhecimento, como o uso de mídias sociais, SEO, participação em eventos do setor e Digital PR

Atrair novos clientes

Com uma boa estratégia de marketing você pode tornar o processo de atração e captação de novos clientes bem mais escalável e orgânico, aumentando significativamente seus resultados caso ela seja combinada com uma boa estratégia de retenção e fidelização.

Você pode fazer isso através de uma mensagem clara e consistente que mostre o valor que sua empresa pode oferecer, criando conteúdos relevantes e úteis para seus clientes, segmentação de públicos-alvo específicos para campanhas de marketing e, claro, com o nosso queridíssimo SEO.

Reter e fidelizar mais clientes

Boas estratégias de marketing de comunidade, atendimento ao cliente e criação de conteúdos relevantes pós vendas, são muito eficientes para contribuir com a retenção dos clientes existentes e fidelização dos mesmos.

Se a comunicação e parceria com a marca for boa o suficiente, é possível até criar promotores da marca, explorando melhor o marketing boca a boca – o que chamamos de UGC.

Essas estratégias podem envolver a criação de programas de fidelidade, atendimentos personalizados e uma comunicação clara e regular com os clientes para mantê-los informados sobre as novidades e promoções da sua empresa.

Otimizar os seus recursos e investimentos

Um marketing bem feito conta com times de análise de dados robustos que contribuem para melhorar a tomada de decisões da empresa, otimizando sua alocação de recursos e trazendo mais eficiência para seus processos.

Como você pode ver, ter uma estratégia de marketing é essencial para o sucesso do seu negócio. Se você quer alcançar os seus objetivos de vendas e crescimento, não deixe de planejar e implementar as suas ações de marketing com foco no seu público-alvo e na sua proposta de valor.

E isso nos leva ao próximo passo: como definir uma estratégia de marketing?

Como fazer uma estratégia de marketing em 9 passos?

Parece que estruturar uma estratégia de marketing é difícil, mas não precisa ser. Para isso, separamos 9 passos que podem te ajudar. Veja como fazer:

Definir objetivos de marketing

O primeiro passo é entender o cenário e mercado do seu negócio e quais objetivos de marketing podem contribuir para melhorar/otimizar esse contexto.

É importante ter objetivos claros e mensuráveis, como aumentar as vendas, gerar leads qualificados, melhorar a reputação da marca, entre outros.

Lembrando que você pode segmentar seu objetivo, tendo um geral como “gerar mais receita” e outros menores que contribuem para o principal, como “aumentar as buscas pela marca” ou “aumentar os clientes fiéis da marca”.

E claro que cada estratégia vai ter um objetivo diferente, mas sempre irá contribuir para o objetivo maior.

Conheça alguns KPIs de marketing:

Identificar o público-alvo

Com os objetivos estabelecidos, é necessário identificar quem é o público-alvo da estratégia, suas necessidades e desejos, para poder criar uma mensagem que ressoe com eles.

Analisar a concorrência

A análise de concorrentes é um passo muito importante para uma estratégia de marketing. Por meio dela, você consegue entender como os concorrentes estão posicionados no mercado e identificar oportunidades e ameaças para que a estratégia de marketing fique bem alinhada.

Realizar análise SWOT

Como está o cenário em que você atua? Quais são as oportunidades e ameaças? Quais são os seus principais concorrentes? Quais são os seus pontos fortes e fracos? 

A análise SWOT ajuda a identificar forças, fraquezas, oportunidades e ameaças de um negócio. Por isso, vale a pena tirar um tempinho para separar esses pontos, porque ajuda no momento de estruturar a estratégia.

Defina o posicionamento da marca

Como você quer ser percebido pelo seu público? Qual é o diferencial que você oferece? Qual é o benefício que você entrega? Crie um posicionamento claro e consistente que expresse a sua identidade e a sua promessa de valor.

Tendo o público-alvo e seus objetivos em mente, é importante revisar/criar uma identidade para sua marca, considerando não apenas cores e elementos visuais, mas a sua abordagem de comunicação nos diferentes canais e como ela quer ser vista pelos potenciais clientes.

Escolher os canais de comunicação

Quais são os meios mais adequados para se comunicar com o seu público? Quais são os canais que eles mais utilizam e confiam? Essas perguntas são muito importantes para mapear qual será o ponto central de sua estratégia.

Você pode usar canais online e offline, como site, blog, redes sociais, e-mail, TV, rádio, entre outros. Lembrando que você pode atuar em vários canais ao mesmo tempo, mas é importante ter uma estratégia específica para cada um e entender suas particularidades.

Elaborar um plano de ação

Chegou a hora de definir quais são as ações que você irá realizar em cada canal para atingir os seus objetivos.

Aqui é importante considerar os recursos necessários (humanos, financeiros, materiais, etc.), prazos, responsáveis pelas ações e elaborar um cronograma detalhado com as atividades, custos e métricas de cada ação.

Definir o orçamento de marketing

Com o plano de ação em mãos, você pode chegar a um orçamento para sua estratégia. É importante ter múltiplas opções de orçamento caso a principal seja recusada.

Implementar e monitorar a estratégia

Durante e após a implementação das ações, é fundamental acompanhar seu desempenho, definindo quais métricas você vai acompanhar e como vai coletar e analisar os dados.

Use ferramentas como Google Analytics e Facebook Insights para monitorar as suas campanhas e comparar os resultados com as metas estabelecidas.

Lembrando de ter uma estratégia flexível e adaptável, fazendo uma avaliação crítica que ajude a fazer os ajustes necessários e otimize os resultados.

Quais os principais tipos de estratégia de marketing?

Vamos explicar um pouco mais sobre as principais estratégias de marketing que você pode aplicar.

Marketing de conteúdo

Marketing de conteúdo é uma estratégia que consiste em criar e distribuir conteúdos relevantes, úteis e interessantes para o seu público-alvo, com o objetivo de atrair, engajar e fidelizar clientes.

Essa estratégia não se resume a vender produtos ou serviços, mas sim a educar, informar e entreter os potenciais consumidores, gerando valor e confiança para a sua marca, sem aquela abordagem direta e clássica de vendas.

A produção dos conteúdos é feita seguindo a jornada de compra do consumidor e funil de vendas, ajudando o potencial cliente desde o começo de suas dúvidas sobre um mercado, até a consideração da compra do produto e o pós vendas.

Os conteúdos podem ser em diversos formatos, como blog posts, ebooks, infográficos, podcasts, vídeos, webinars, newsletters, redes sociais, entre outros.

Os benefícios do marketing de conteúdo são muitos, como:

  • Aumentar o tráfego do seu site ou blog;
  • Melhorar o posicionamento nos mecanismos de busca (combinado com SEO);
  • Gerar leads qualificados para o seu negócio;
  • Aumentar as conversões e as vendas;
  • Reduzir o custo de aquisição de clientes (CAC);
  • Construir autoridade e reputação no seu mercado;
  • Educar o mercado sobre novos produtos e serviços;
  • Criar relacionamento e fidelização com os clientes;
  • Diferenciar-se da concorrência.

O marketing de conteúdo é uma das formas mais eficientes e sustentáveis de gerar resultados para o seu negócio.

Inbound Marketing

Inbound Marketing é uma estratégia de marketing que tem como pilar a atração de clientes, contemplando estratégias como o marketing de conteúdo. Em vez de interromper o público com anúncios invasivos, o Inbound Marketing busca oferecer soluções para os problemas e necessidades dos potenciais clientes, criando um relacionamento de confiança e autoridade.

O Inbound Marketing se baseia em quatro etapas principais: atração, conversão, fechamento e encantamento. Em cada uma delas, são utilizadas diferentes ferramentas e técnicas, como:

  • Atração: consiste em atrair visitantes qualificados para os canais da empresa, por meio de conteúdos relevantes;
  • Conversão: a hora de transformar os visitantes em leads, ou seja, contatos que demonstrem interesse na solução oferecida pela empresa. Para isso, são utilizados recursos como formulários, landing pages, pop-ups e chatbots;
  • Fechamento: é o processo de converter leads em clientes. Aqui entram táticas como nutrição de leads, automação de marketing e CRM;
  • Encantamento: é a etapa para fidelizar os clientes e transformá-los em promotores da marca. Para isso, são utilizadas estratégias de pós-venda, suporte ao cliente, pesquisas de satisfação e programas de fidelidade, por exemplo.

Outbound Marketing

Diferente do Inbound Marketing, o Outbound tem como objetivo atrair clientes de forma mais ativa, com ações de vendas direcionadas como ligações, e-mails, anúncios e eventos.

O Inbound Marketing é mais passivo e depende do interesse do cliente em buscar informações sobre o produto ou serviço, enquanto, o Outbound é mais ativo e direto. Combinados, os dois podem gerar ótimos resultados.

Algumas vantagens do Outbound são:

  • Maior segmentação na hora de fazer anúncios para o público específico que a empresa quer atingir;
  • Retorno mais rápido sobre o investimento;
  • Fácil e imediata mensuração dos resultados.

Outbound Marketing é uma forma de atrair clientes por meio de ações ativas e direcionadas, que podem trazer resultados rápidos e mensuráveis, mas que também exigem um investimento maior e podem enfrentar uma resistência maior do público.

Marketing Digital

Marketing digital é o conjunto de estratégias e ações que visam promover uma marca, um produto ou um serviço nos meios digitais. Ou seja, é o bom e velho marketing no meio digital, com as particularidades de cada canal digital.

  • Nota: Inbound, outbound, marketing de conteúdo e todas outras estratégias mencionadas aqui se encaixam dentro dentro do marketing digital e do tradicional.

Ele se diferencia do marketing tradicional por ser mais dinâmico, interativo e personalizado. Além disso, o marketing digital permite medir o retorno das ações de forma mais precisa e eficiente, devido à disponibilidade de dados na web e ferramentas específicas para análise e apresentação de dados.

Como mencionamos, cada canal tem sua particularidade e exige estratégias/táticas diferentes, entre as principais delas temos:

  • SEO (Search Engine Optimization): otimização de sites e conteúdos para aparecer nas primeiras posições dos mecanismos de busca, como o Google, que já provou ser uma das estratégias mais eficientes para e-commerces e qualquer tipo de empresa que deseja um crescimento consistente no digital;
  • SEM (Search Engine Marketing): uso de anúncios pagos nos mecanismos de busca para atrair visitantes qualificados para um site ou uma landing page;
  • Social media: uso das redes sociais como Facebook, Instagram, Twitter, LinkedIn e TikTok para interagir com os seguidores, aumentar o alcance da marca e gerar leads qualificados com anúncios e conteúdos orgânicos;
  • E-mail Marketing: envio de mensagens personalizadas e segmentadas para os contatos da base de dados, com o objetivo de nutrir o relacionamento e estimular a conversão.

O marketing digital é uma área em constante evolução e inovação, que requer atualização e adaptação dos profissionais e das empresas. Por isso, é fundamental estar atento às tendências e às novidades do mercado digital, como o uso da inteligência artificial, ciência de dados para ajudar nas tomadas de decisão, entre outras.

Branding

A estratégia de posicionamento de marca é uma abordagem que busca criar uma imagem ou percepção única da marca na mente dos consumidores em relação aos seus concorrentes. O objetivo é diferenciar a marca das demais no mercado, destacando suas características únicas, benefícios e valores.

Branding é um conceito que muitos consideram como independente do marketing, ou seja, exige uma área exclusiva da empresa, que tem muita relação e apoio do time de marketing, mas não faz parte do mesmo.

Marketing de relacionamento

A estratégia de marketing de relacionamento visa construir relacionamentos mais fortes e duradouros entre a marca e seus clientes. Em vez de se concentrar apenas em vendas, essa estratégia busca criar um vínculo emocional com o cliente, valorizando a lealdade e o engajamento do cliente com a marca.

Com isso, a estratégia pode trazer muitos benefícios, como aumentar a retenção de clientes, melhorar a reputação, entre outros benefícios. Além disso, o feedback constante dos clientes pode ajudar a empresa a melhorar seus produtos e serviços e se adaptar às necessidades do mercado.

Marketing de influência

A estratégia de marketing de influência é uma abordagem que envolve a colaboração entre uma marca e um influenciador digital com o objetivo de promover um produto ou serviço. 

Assim, a ideia é que o influenciador use sua influência e credibilidade para promover a marca de forma autêntica para seus seguidores. Isso pode ser feito através das famosas publis, resenhas ou cupons de desconto, por exemplo.

Marketing experiencial

A estratégia de marketing experiencial busca envolver os consumidores de uma forma mais pessoal e memorável, oferecendo experiências únicas e relevantes. Assim, a marca cria uma conexão emocional com o cliente, ao invés de simplesmente apresentá-la em conteúdos feitos para vender.

Essa estratégia pode ser bastante eficaz para empresas que buscam se destacar em mercados saturados, afinal, criar uma conexão mais profunda com os consumidores e aumentar a autoridade da marca é um diferencial. Além disso, as experiências também podem ser compartilhadas nas redes sociais, o que amplia o alcance da campanha e ajuda a construir a reputação.

Marketing viral

A estratégia de marketing viral tem como objetivo espalhar conteúdos da empresa rapidamente. A ideia é criar um conteúdo ou uma campanha que seja tão interessante, divertido ou útil que as pessoas tenham vontade de compartilhá-lo com seus amigos, familiares e contatos nas redes sociais, e assim por diante.

Embora não haja garantia de que uma campanha de marketing viral será bem-sucedida, se bem executada ela pode gerar um grande número de visualizações, compartilhamentos e engajamento, o que pode levar a um aumento da conscientização da marca e, claro, impactar nas vendas.

Marketing de guerrilha

A estratégia de marketing de guerrilha é uma abordagem criativa e inovadora para alcançar um grande impacto com um orçamento limitado. Aqui, as empresas que adotam essa estratégia buscam atingir o público de maneiras inesperadas e surpreendentes, geralmente fora dos meios tradicionais de marketing.

No marketing de guerrilha, a ideia é construir uma ação criativa e inesperada que chame a atenção do público e cause um impacto emocional, gerando buzz e compartilhamentos.

Conclusão

Viu que uma estratégia de marketing bem-sucedida pode ser a diferença entre o sucesso ou fracasso de uma empresa? Ao conhecer quem são seus clientes e o que desejam, é possível construir campanhas e argumentos que gerem conexão, o que pode aumentar as vendas da marca e sua autoridade no mercado.

Como o mercado está em constante evolução, é essencial que as empresas continuem a desenvolver e ajustar suas estratégias de marketing ao longo do tempo. Afinal, com uma abordagem estratégica e focada, as empresas podem criar campanhas que permitam um desenvolvimento sustentável.

Se você não sabe por onde começar, contratar uma agência de SEO ou consultoria pode ajudar a colocar a estratégia de marketing em primeiro lugar.

Escrito por Felipe Santos

Escrito por Felipe Santos

Escrito por Felipe Santos

Escrito por Felipe Santos

Compartilhe este conteúdo
Compartilhe
Receba o melhor conteúdo de SEO & Marketing em seu e-mail.
Assine nossa newsletter e fique informado sobre tudo o que acontece no mercado
Agende uma reunião e conte seus objetivos
Nossos consultores irão mostrar como levar sua estratégia digital ao próximo nível.
>