Por que é preciso evitar a prática de keyword stuffing em sites?

Lucas Amaral
Lucas Amaral

Repetição excessiva de palavras-chave é nociva para estratégias de SEO; saiba o que fazer e descubra a densidade adequada

A repetição excessiva de palavras-chave em um texto pode ser prejudicial ao SEO do site e ocasionar uma punição por keyword stuffing. 

Acredite ou não, isso acontece muito. Às vezes, por desconhecimento do redator, que acredita na máxima “quanto mais, melhor”. Em outros casos, ocorre por conta de profissionais de SEO que aplicam uma lógica semelhante ao otimizar páginas.

Seja qual for a circunstância, o fato é que a escrita deve focar o leitor — e não no mecanismo de busca. Prova disso é, por exemplo, o novo sistema integrado ao Google, conhecido como Helpful Content, que prioriza textos voltados para pessoas. 

Mas, afinal, que tipo de punição a repetição de palavras pode ocasionar? Qual é a densidade ideal para keywords? E como solucionar problemas em um texto que está saturado de um mesmo termo?

As respostas para essas e outras perguntas você encontra neste artigo. A seguir, descubra tudo que é necessário sobre keyword stuffing.

O que é uma palavra-chave?

Palavra-chave é um conceito de SEO que diz respeito ao termo utilizado pelo usuário para realizar uma busca. Ou seja, o que ele digitou na barra de pesquisa para sanar sua dúvida. 

Esse é um dos elementos mais importantes para profissionais de SEO. Por meio dele, é possível descobrir como os usuários realizam suas buscas na web. 

Ferramentas de SEO como SEMrush, Moz e Ahrefs revelam uma estimativa da quantidade de pesquisas realizadas para um termo específico durante um determinado período de tempo, geralmente mensal. 

Para facilitar o entendimento, vamos recorrer a um exemplo. Imagine que Jorge, o dono de uma agência de viagens em Fernando de Noronha, deseja atrair pessoas para o seu website. Ao realizar suas pesquisas, descobre que há um alto volume de buscas para o termo “Fernando de Noronha”, mas também uma vasta concorrência. 

Assim, busca por termos mais específicos, conhecidos como palavras-chave de cauda longa, e descobre outras keywords como “o que fazer em Fernando de Noronha”, “quanto custa viajar para Fernando de Noronha” ou “como se locomover em Fernando de Noronha”. 

Perceba que, com esses dados em mãos, ele poderia criar blog posts com maior chance de ranqueamento e, consequentemente, atrair um público qualificado para o seu blog. 

Apesar disso, é importante diferenciar dois fatores de ranqueamento que se referem à palavra-chave. 

O primeiro é a correspondência de palavra-chave, que compara termos idênticos para a classificação. O segundo é a intenção de busca do usuário, cujo foco é compreender o que este procura sem levar em conta a literalidade do termo utilizado na busca.

New call-to-action

O que é keyword stuffing?

Keyword stuffing é uma técnica maliciosa de SEO na qual ocorre a repetição excessiva da palavra-chave com o único objetivo de ranqueamento e atração de visitantes, negligenciando a experiência do usuário durante a leitura. É considerada como uma prática black hat, malvista pelos buscadores. 

Houve um tempo em que os mecanismos de busca não eram tão precisos quanto atualmente. Nessa época, administradores de sites poderiam repetir a palavra-chave uma série de vezes e conquistar um bom ranqueamento para o termo. Assim, os buscadores começaram a punir tais táticas. 

Os administradores, por sua vez, desenvolveram novos esquemas, como a ocultação dos termos por detrás de imagens ou a colocação da palavra-chave com a mesma cor do plano de fundo, o que mais tarde se tornou passível de punição. E assim tem sido até hoje, um jogo de “gato e rato” na tentativa de manipular o sistema de classificação. 

Os algoritmos então se desenvolvem cada vez mais, orientando os criadores de sites a privilegiar o usuário, não o motor de pesquisa.

Essas repetições e todos esses “atalhos” para ranquear devem ser evitados! Além das punições já descritas, esse tipo de prática torna a leitura desagradável ou fora de contexto. 

Afinal, qual é a densidade ideal de palavras-chave?

A densidade de palavras-chave se refere à quantidade de vezes em que o termo aparece em relação ao número geral de palavras de um texto. Ela é calculada por meio da seguinte fórmula: 

número de vezes que a palavra-chave aparece/número de palavras totais x 100.

De acordo com o SEMrush (2022), “o seu conteúdo pode ter uma performance um pouco melhor ou um pouco pior, mas a sabedoria popular diz que os buscadores respondem positivamente a uma densidade em torno de 0,5%”.

Na comunidade de SEO, existe uma cultura de experimentos. Isso alimenta a busca por valores exatos por meio da tentativa e erro. 

Mas a verdade é que, se tratando de densidade de palavras-chave, não há um número ideal. As recomendações dos algoritmos geralmente são vagas e indicam que o uso da kw deve ser natural, o que remete à subjetividade interpretativa. 

Como evitar o excesso de repetição de keywords?

O uso irrestrito de palavras-chave pode levar ao baixo ranqueamento no Google. Embora não exista uma quantidade ideal, há algumas práticas que podem ser úteis na hora de criar páginas na web evitando o keyword stuffing.

Utilização moderada do termo primário

A palavra-chave primária deve ser utilizada com precaução nos diferentes elementos de página, como título, subtítulos, URL, meta descrição, alt text, corpo do texto etc.  

O Google utiliza o seguinte trecho como um exemplo negativo:

Central da Pesquisa Google (2023)

Uso de palavras-chave secundárias, relacionadas e sinônimos

Uma boa ideia para evitar a repetição de palavras é a aplicação dos seguintes conceitos:

  • Palavra-chave primária: termo de pesquisa principal (ex.: “seo”);
  • Palavras-chave secundárias: termo de pesquisa principal contido em uma palavra-chave de cauda longa (ex.: “o que é seo”, “seo marketing” e “como melhorar seo”);
  • Palavras-chave relacionadas: termos relacionados ao termo principal (ex.: “google”, “marketing de conteúdo” e “busca orgânica”);
  • Sinônimos: termos semanticamente semelhantes ao termo de pesquisa principal (ex.: “search engine optimization”, “otimização para mecanismos de busca” e “aparecer na primeira página do google”).

Ao utilizar essas variações, o texto ganha em originalidade e fluidez. 

Escrita para pessoas

Os mecanismos de busca são canais que entregam as informações buscadas pelos usuários. Em razão disso, as páginas de um site devem ser criadas para pessoas.

Lembre-se que os buscadores também avaliam a performance do site para a classificação. Quando percebem que o usuário tem uma má experiência, as páginas podem sofrer queda no ranking. 

Se você não quer que isso aconteça, que tal contar com a maior agência de SEO como parceira? Se estiver interessado na contratação de um dos nossos serviços, entre em contato conosco. Será um prazer conversar sobre as suas necessidades e elaborar um projeto para o seu negócio. 

Escrito por Lucas Amaral

Escrito por Lucas Amaral

Escrito por Lucas Amaral

Escrito por Lucas Amaral

Compartilhe este conteúdo
Compartilhe
Receba o melhor conteúdo de SEO & Marketing em seu e-mail.
Assine nossa newsletter e fique informado sobre tudo o que acontece no mercado
Agende uma reunião e conte seus objetivos
Nossos consultores irão mostrar como levar sua estratégia digital ao próximo nível.
>