O que é meta description e como ela pode ser eficiente para SEO

Mariana Pessoa
Mariana Pessoa

A meta description, também conhecida como meta descrição, é uma das otimizações de SEO que podem ser realizadas numa página. 

Dentro do SEO, há inúmeras otimizações que podem ser feitas em busca de alcançar melhores posicionamentos no Google. Uma delas está na meta tag de descrição da página, que pode impactar no CTR (taxa de cliques) ao seu conteúdo persuasivo.

Por isso, no artigo de hoje você confere as melhores práticas e principais ferramentas para conferir a meta descrição das suas páginas e de concorrentes. Continue a leitura para saber mais!

O que é a meta description?

A meta description, ou meta descrição em português, é uma tag que  dispõe na SERP do Google um texto curto sobre o conteúdo daquela página. Ela fica logo abaixo do título e pode ser otimizada para aumentar o CTR da página.

No exemplo da imagem abaixo, você pode conferir que um resultado da busca por Google Search Essentials, onde destaquei a meta descrição da página para melhor visualização e entendimento do que é.

Provavelmente você já deve ser notado esses textos curtos que aparecem na SERP, certo? E aposto: muitas vezes o texto foi a razão pela qual você decidiu escolher acessar um conteúdo do que outro. 

Por essa razão, a meta description é uma das otimizações de SEO mais simples e rápidas para implementar — principalmente quando utilizado um CMS, pois não é necessário que o time de tecnologia faça a alteração —, e tem um potencial bom de melhoria no posicionamento da página. Se você for implementar direto no código, veja como é a tag no HTML:

<meta name="description" content="Você sabe o que é meta description e como é importante a escrita dela de forma eficiente? Saiba mais aqui!">

Como criar uma meta description atrativa? 

Não existe segredo para criar uma meta description atrativa, existem testes! Tudo vai depender do conteúdo, do nicho, do público-alvo, entre outros fatores. No entanto, há boas práticas e, claro, dicas que podem ser experimentadas.

Escreva uma meta descrição objetiva

Como o espaço para escrever a meta description é curto, não é preciso, e nem mesmo indicado, escrever um texto longo e cheio de frufrus. O ideal é que a meta descrição seja objetiva, ou seja, tenha de 1 a 3 sentenças. Uma dica é resumir o que será encontrado naquela página em apenas uma frase.

Utilize gatilhos emocionais 

Gatilhos emocionais são o segredo de boas copys, e para escrever uma boa meta descrição podemos utilizar esses conhecimentos. Os principais gatilhos emocionais em copywriting são:

  • Escassez
  • Segurança
  • Prova Social
  • Reciprocidade
  • Autoridade

Vale se aprofundar em cada um deles para entender como utilizar na escrita de boas descrições.

Desperte o interesse do usuário

Quando buscamos por algo no Google, o algortimo nos apresenta milhões de resultados. Assim, é muito mais fácil pra gente, enquanto usuários, escolher entre os primeiros resultados, não é mesmo? 

E entre um resultado ou outro, o título, a meta descrição e a autoridade da marca (que pode ser uma empresa, site ou blog) com o público-alvo é o que fará diferença na hora do clique. Por isso, é imprescindível que a meta description chame a atenção do usuário, seja com a copy ou correspondendo a intenção de busca.

Uma dica bem válida aqui é avaliar as metas descrições das páginas que são concorrentes da sua e desenvolver um texto melhor e capaz de fisgar o interesse do público.

Use CTAs 

No Marketing, existe algo chamado CTA (Call To Action), que pode ser traduzido como “chamada para ação”. O CTA geralmente é um texto com palavras que incentivam o usuário a tomar uma ação, como “saiba mais” e “acesse agora”. Também é muito comum em hiperlinks.

Na meta descrição, o CTA pode ser utilizado para convidar o usuário a acessar a página ou artigo. Segue abaixo alguns exemplos de uso: 

  • Saiba mais sobre o tema neste artigo!
  • Leia mais aqui!
  • Confira as melhores dicas no blog da Conversion!

Utilize as palavras-chaves

Como de praxe no SEO, palavras-chave são essenciais para otimizar as páginas para os mecanismos de busca. Por isso, o ideal é sempre utilizar as palavras-chave principais na meta description. 

Ah, isso não significa que ela deve ser repetida ou usada em excesso, viu? Veremos mais sobre isso para o final do artigo.

Apresente soluções

Muitas vezes quando buscamos por algo no Google, queremos uma solução para o nosso problema. Sendo assim, a meta descrição é o local ideal para apresentar o que a página tem a oferecer antes mesmo do clique. Lembre-se disso!

Acompanhe os resultados

No início do tópico, falei que não existe segredo para escrever uma boa meta descrição, e sim testes. Então, seguindo com essa mentalidade de experimentos, é essencial que os resultados das alterações de meta descrição sejam acompanhadas quando este for o seu foco.

Caso você esteja realizando experimentos para descobrir que tipos de meta descrições funcionam com seu público, acompanhe as seguintes métricas no Search Console:

  • Cliques 
  • CTR
  • Posição média

Quantos caracteres são permitidos na meta description? 

A quantidade de caracteres permitidos na meta description fica entre 155 a 160, o que equivale a 580 pixels para o texto se adequar ao desktop e dispositivos móveis. Ultrapassando o limite, o texto será cortado e não aparecerá em sua totalidade na SERP.

Você pode ferramentas como o Highervisibility e Mangools para experimentar e pré-visualizar as suas meta descrições.

O que não fazer na meta description? 

Embora não exista um manual a ser seguido ao construir uma meta description, há boas práticas recomendadas pelo Google e que devem ser seguidas para garantir que o texto escolhido apareça na SERP e dê bons resultados.

Repetir meta description 

O Google recomenda que cada página tenha uma meta descrição única sempre que possível. Ou seja, não é proibido e nem cabe penalização por repetir meta descrição, mas considerando que a otimização pode ser muito estratégica para fins de conteúdo e negócio, é interessante evitar.

Deixar o espaço da meta description sem preenchimento 

Mais uma vez, vale sinalizar que não tem problema deixar o espaço da meta description em breve, no entanto, é uma oportunidade perdida, afinal, otimizar o seu texto pode garantir cliques e acessos para a página.

Além disso, caso seja deixado em branco, o Google determinará qual será o texto para aparecer na SERP, e muitas vezes pode não ser a opção mais interessante para a página.

Automatização 

O uso de automatização para criação de meta description é incentivado pelo Google em casos de sites que produzem novas páginas em grande escala, como e-commerces, pois escrever uma descrição única pode ser inviável.

No entanto, sempre que possível a melhor saída é escrever suas próprias meta descrições levando em consideração a intenção de busca e que você está escrevendo para pessoas, não robôs.

Descrição longas 

Vamos aos fatos: além de correr o risco da meta description ser prolixa, o Google só apresenta na SERP de 155 a 160 caracteres. Então, escreva algo mais longo que isso e sua otimização será para nada.

Quais as principais ferramentas que ajudam a verificar a meta description? 

Agora que você já sabe como otimizar suas meta descrições, vou apresentar três ferramentas que podem ajudar na construção e verificação de meta description.

Screaming frog

Através de uma auditoria técnica com o Screaming Frog, você pode encontrar rapidamente todas as páginas que estão com uma meta description pouco otimizada para SEO, ou seja, meta descrições que extrapolam o limite de caracteres.

Além disso, a ferramenta também aponta quais páginas estão sem meta description e são uma oportunidade de otimização para o site.

Yoast

O Yoast é um plugin disponível para CMS como o WordPress e é bastante conhecido (e utilizado!) pela comunidade de SEO. 

Com ele instalado, podemos conferir na hora da publicação se o title da página está bom, assim como a meta description, levando em consideração a palavra-chave escolhida e outros critérios da ferramenta.

SERP Checker 

Jogue “SERP Checker” no Google e várias opções de ferramentas gratuitas para checar o tamanho da meta descrição irão aparecer. Pessoalmente, eu utilizo há anos o SERP Checker da Highervisibility, que recomendei acima, mas existem outras opções no mercado, como a solução da Ahrefs. Vale testar e encontrar a melhor para você.

Por que o Google não mostra sempre a meta descrição escolhida?

Pois é, nem sempre a descrição que escrevemos e colocamos na tag aparecerá na SERP. Isso porque, em algumas situações, o Google vai tentar entender o que se encaixa melhor na busca do usuário, e pode ser que a meta descrição gerada pelo site não foi a melhor.

Assim, o próprio Google irá escolher uma parte do texto — ele não cria nada do zero — da página que corresponde melhor a busca. Sobre isso, não tem como “forçar” o Google a escolher a sua meta description, apenas criar outra (se fizer sentido) e testar para ver se encaixa melhor.

Conclusão

A meta descrição é uma otimização simples, mas que pode render bons frutos se feita do jeito certo e com uma mentalidade de experimentação. Muitas vezes, implementar mudanças nos titles e meta descriptions é o suficiente para grandes mudanças de posicionamento e, portanto, aumentar o tráfego orgânico de um site.

Espero que o texto tenha sido útil e, como recomendação, sugiro a leitura do artigo sobre o Google Page Experience para seguir se aprofundando em SEO.

Escrito por Mariana Pessoa

Escrito por Mariana Pessoa

Mariana é estrategista de SEO e apaixonada por Marketing Digital. É também produtora de conteúdo no LinkedIn e escritora de ficção nas horas vagas.

Escrito por Mariana Pessoa

Escrito por Mariana Pessoa

Mariana é estrategista de SEO e apaixonada por Marketing Digital. É também produtora de conteúdo no LinkedIn e escritora de ficção nas horas vagas.

Compartilhe este conteúdo
Compartilhe
Receba o melhor conteúdo de SEO & Marketing em seu e-mail.
Assine nossa newsletter e fique informado sobre tudo o que acontece no mercado
Agende uma reunião e conte seus objetivos
Nossos consultores irão mostrar como levar sua estratégia digital ao próximo nível.
>