logo

Relembre as 35 principais atualizações de algoritmo do Google

15/06/2020
12 min de leitura

Se você trabalha com SEO ou está de alguma forma inserido neste mercado, já está habituado aos impactos que cada atualização do Google causa em toda comunidade ao redor do mundo.

De grandes estrategistas a profissionais iniciantes, todos sabemos que para ter sucesso com SEO é preciso conhecimento, muita análise e estar profundamente atualizado sobre o modo como um buscador trabalha.

Para melhor compreender e documentar cada uma dessas evoluções, preparamos um conteúdo com grande parte do histórico de atualizações mais relevantes do Google, implementadas desde o ano de 2003 até o último update anunciado pelo buscador, em maio deste ano.

Esperamos com isso colaborar e servir de fonte de pesquisa para a comunidade de SEO do país e contribuir, cada vez mais, com o desenvolvimento do mercado digital no Brasil.

Vamos lá?

2020

Maio: May 2020 Core Update

A última atualização de algoritmo implementada e oficial divulgada pelo Google foi o May 2020 Core Update.

Segundo relatos, os segmentos mais impactados por esta atualização foram busca local, conteúdos muito curtos e, novamente, sites relacionados ao nicho de saúde, assim como aconteceu com o Medic Update.

No que tange a conteúdo, podemos afirmar que qualquer abalo sofrido após o May 2020 pode estar relacionado a alguma deficiência de E-A-T.

Em outras palavras, expertise, autoridade e confiança nunca foram tão importantes!

Leia mais: Nova atualização May 2020 aumentou em 50,7% a volatilidade de posições em busca orgânica no Google Brasil

Featured Snippet Deduplication

No mesmo mês, Danny Sullivan confirmou via Twitter um update que impactaria 100% das buscas cujos resultados viessem em formato de lista: páginas que alcançaram posição em snippets de destaque na SERP não se repetiriam mais na mesma página de resultados orgânicos.

Essa atualização ficou conhecida como Featured Snippet Deduplication Update.

Janeiro: January 2020 Core Update

Este ano começou com mais um Core Update com as mesmas recomendações das atualizações anteriores de mesma natureza: nada a temer!

Apesar da falta de confirmação oficial, um dos focos desta atualização parece ter sido conteúdo. 

Isso porque sites com alto índice de spam e linkagem de afiliados problemática foram negativamente impactados.

2019

Outubro: BERT Update

O Google BERT foi considerado, no final do ano passado, a mais importante atualização de algoritmo dos últimos 5 anos!

Seu conceito inovador e a aprimoração fantástica do sistema de machine learning do Google deu ao buscador a capacidade de compreender a linguagem utilizada nas pesquisas quase como um ser humano.

Com o BERT, as chamadas stop words que, muitas vezes, podem mudar o sentido de uma frase, ganharam destaque, bem como características próprias da linguagem falada em buscas por voz.

O projeto do BERT foi lançado em 2019, mas já existia desde 2018, quando o Google lançou um open source de pré-treinamento para o desenvolvimento de modelos capazes processar a linguagem natural escrita e falada.

Uma vez que os resultados do projeto começaram a ficar cada vez mais satisfatórios, o update foi desenvolvido.

Leia mais: Google BERT Update: a mais importante atualização do algoritmo nos últimos cinco anos, segundo o buscador

Setembro: September 2019 Core Update

2019 realmente parece ter sido o ano em que o Google resolveu renovar seu algoritmo.

Neste mesmo mês o Google declarou ter mudado sua maneira de lidar com links nofollow — eles passaram de não serem levados em consideração para serem vistos como dicas sobre quais links levar em conta —, então houve muitas suspeitas de que esta atualização estava relacionada à link building.

Alguns webmasters também afirmaram que o core update de setembro aumentou a visibilidade para resultados em formato de vídeo, gerando burburinhos de que seu foco era conteúdos multimídia.

No entanto, não houve confirmação oficial para nenhuma das hipóteses.

Junho: June 2019 Core Update

Apenas três meses depois de sua última grande atualização, o Google anunciou, no dia 3 de junho, seu novo Core Update.

Mais uma vez a declaração foi a de que não havia nada específico a ser melhorado para lidar com esta atualização, mas que o foco de todo webmaster deveria ser sempre uma maior preocupação geral com a qualidade de seus sites.

Leia mais: Google anuncia novo update de junho de 2019

Março: March 2019 Core Update

Conhecido como Florida 2, este core update foi um dos maiores lançados pelo Google em anos.

Apesar de explicar que Core Updates, em geral, não são focados em nenhum aspecto específico de um site, muitos profissionais da área alegaram ter percebido alguma relação diferente entre links e suas posições na busca orgânica após a atualização.

Outras observações sobre esta mudança foram de que sites que foram negativamente impactados pelo Penguin pareceram ter recuperado alguma visibilidade com o March 2019, bem como sites dos nichos de veículos, saúde e pets/animais.

Fevereiro: Valentine`s Day Update

Este update também não foi muito mencionado pelo Google após sua implementação, mas alguns webmasters dizem ter notado uma maior relevância atribuída a titles e densidade de palavras-chave em uma página.

Ao contrário da grande maioria das atualizações, com o Valentine`s Day muitos sites ganharam visibilidade e melhores posições ao invés de perdê-las.

2018

Agosto: Medic Core Update

Conhecido como Medic Core Update, essa atualização foi particularmente sentida por sites do nicho de saúde e finanças no mundo todo. 

Muitos webmasters disseram, inclusive, nunca terem visto um algoritmo ter tanto impacto em uma única categoria de conteúdo, a chamada YMYL — ou Your Money, Your Life.

Um dos principais aspectos considerados pelo algoritmo foram métricas de qualidade relacionadas à autoridade do conteúdo: quem o escreveu, informações de confiança, fontes e outros.

Leia mais: “Medic Update”: como essa atualização do Google impactou sites e seus conteúdos

Março: Broad Core Algorithm Update

O core update de março de 2018 foi seguido por uma atualização um mês depois, em abril.

John Mueller, após a implementação do Broad Core Update, falou abertamente sobre esta atualização não ser necessariamente voltada para a qualidade de um conteúdo, mas para a sua relevância.

Em outras palavras, essa atualização ajudou o Google a compreender melhor quais sites eram mais relevantes para aquele usuário, naquele momento, com base em outras evidências que não somente a qualidade de seu conteúdo.

Mueller explicou, por exemplo, que muitas vezes um site tem um bom conteúdo e uma boa experiência, mas não tem exatamente uma relevância muito significativa.

Para desviar desse problema, John aconselhou que webmasters buscassem feedbacks de seus usuários sobre o que poderia ser feito para que seus conteúdos fossem mais relevantes.

2017

Dezembro: Maccabees Update

Este core update não teve um segmento de websites ou categoria de atuação muito bem especificada, mas alguns webmasters levantaram teorias sobre seu impacto.

A mais aceita foi a de que o Maccabees Update foi uma atualização relacionada a aspectos mobile-first, portanto não houve uma grande flutuação de posições após a sua implementação.

Março: Fred Update

Mais uma atualização de algoritmo para aterrorizar conteúdos de baixa qualidade, o Fred, como ficou conhecido após uma brincadeira de Gary Illyes, foi lançado sob uma aura de mistério por parte do Google.

O buscador, na época, quase não divulgou informações sobre o update.

Foi dito, apenas, que ele era focado em qualidade, foi uma atualização de seu algoritmo principal e, de resto, bastava consultar e seguir as Diretrizes de Qualidade do Google para Webmasters para não ser impactado por ele.

Leia mais: Nova atualização Google Fred causa grande impacto

Janeiro: Intrusive Interstitial Update

Com um objetivo relativamente semelhante ao do Page Layout Update, esta atualização veio com foco em dar a menor visibilidade possível para sites cujos anúncios e pop-ups impactavam negativamente a experiência do usuário em dispositivos mobile.

2016

Setembro: Penguin Update 4.0 e Core Algorithm Integration

Como havia acontecido com o Panda no início deste mesmo ano, o Penguin Update também foi totalmente integrado ao core do algoritmo do Google.

Um bônus desta atualização foi a capacidade que o Penguin ganhou de avaliar sites e links praticamente em tempo-real, tornando a avaliação de resultados de link building mais ágil e eficiente.

Janeiro: Panda Core Algorithm Incorporation 

Como mencionado acima, no início de 2016 o Panda Update foi finalmente incorporado ao núcleo do principal algoritmo do Google, deixando de ser uma espécie de filtro aplicado ao robô.

Isso concluiu uma série de 29 updates — ufa! — pelos quais um dos mais importantes updates da história do buscador passou.

2015

Outubro: RankBrain

Outra grande ruptura para o mercado de SEO, o Google RankBrain não foi apenas uma atualização, mas um algoritmo completo desenvolvido sobre o conceito de machine learning.

Machine learning, diferente de inteligência artificial, é o aprendizado automático por parte de robôs a partir da análise de dados e de padrões de comportamento virtual.

De acordo com declaração do próprio Google para a Bloomberg, na época, “se RankBrain identificar uma palavra ou uma frase com a qual não está familiarizado, o robô poderá adivinhar quais palavras ou frases podem ter um significado semelhante e filtrar resultados de acordo com isso, tornando-se cada vez mais eficiente em pesquisas nunca feitas antes.”

Diferentemente do Hummingbird Update, que deduzia significado e contexto de determinadas buscas através da coleta e assimilação de dados de comportamento do próprio usuário dentro e fora do Google, o RankBrain faz isso através de inteligência artificial.

Leia mais: RankBrain: reflexões sobre a última grande atualização do Google

Leia mais: O futuro do SEO está na inteligência artificial

Maio: Quality Update

Este foi o primeiro Quality Update a ser incorporado ao algoritmo do Google.

Também conhecido como Phantom Update, o foco desta atualização foi aperfeiçoar a forma como o buscador avaliava sinais de qualidade relacionados à conteúdo em uma página.

Sites de conteúdos “how to”, como por exemplo eHow, WikiHow e diretórios como answers.com, na época, foram significativamente impactados e, mais uma vez, páginas de navegação difícil, com conteúdo de baixa qualidade e clickbaits perderam posições na SERP.

Abril: Mobilegeddon Update (ou Mobile-Friendly)

O Mobile-Friendly Update, ou Mobilegeddon, como foi apelidado, chegou para finalmente recompensar os esforços de quem já havia compreendido, a esta altura, a importância das buscas mobile.

Com ele, o Google anunciou formalmente que sites que funcionavam bem tanto em sua versão desktop quanto em sua versão para dispositivos mobile alcançariam melhores posições nas páginas de resultado.

O impacto foi bastante expressivo em todo o mundo, uma vez que o crescimento das buscas feitas por dispositivos móveis foi exponencial e, para muitos webmasters, o Mobilegeddon foi o primeiro movimento do que hoje conhecemos como era mobile-first.

Leia mais: Mobilegeddon: os impactos da atualização do Google que favorece sites mobile friendly

2014

Agosto: HTTPS/SSL Update

Apesar da pouca repercussão, foi com o HTTPS/SSL Update que o Google confirmou que passaria a dar preferência para sites seguros em suas avaliações.

Ter um certificado de segurança nunca  havia sido tão importante!

Leia mais: Sites HTTPS terão melhor posicionamento no Google

Julho: Pigeon Update

Após duas novas versões do Payday Loan Update e grande esforço do Google para eliminar de vez sites de spam de sua página de resultados, em Julho foi a vez do lançamento do Pigeon Update.

Esta atualização pode ter sido um pequeno passo para a humanidade, mas foi um grande salto para a busca local.

Com o Pigeon, o Google aprimorou seus parâmetros de geolocalização e distância para entregar resultados cada vez mais específicos com base em proximidade, principalmente para buscas feitas por celulares.

O layout da SERP também foi modificado, aproximando a estética entregue na página de resultados tradicional daquela que era entregue no Google Maps para buscas por locais físicos, por exemplo.

A partir do Pigeon Update, diretórios de avaliação de estabelecimentos comerciais como Yelp, TripAdvisor e Foursquare também passaram a receber outra avaliação pelo Google, ganhando melhores posições em buscas locais.

Leia mais: Pigeon Update: Google lança atualização voltada para serviços locais

2013

Setembro: Hummingbird Update

Este foi, com certeza, o primeiro grande marco no histórico de atualizações do Google em termos de inteligência artificial.

Isso porque o Hummingbird foi uma reformulação total no principal algoritmo de pesquisa, seu core, e revolucionou a forma como o buscador passou a associar consultas complexas e o campo semântico de uma página web.

A partir desta atualização, a compreensão de contexto, termos conversacionais, busca por voz e a diferenciação de diferentes significados para a mesma palavra permitiu que os resultados entregues na SERP fossem muito mais sofisticados e personalizados.

Foi neste momento que o chamado Knowledge Graph — ou Diagrama de Conhecimento — foi aprimorado e ganhou destaque.

Implementado em 2012, o Knowledge Graph é um gigantesco banco de dados que prevê, através da coleta de informações sobre o comportamento de um usuário no Google, qual é a real intenção de uma determinada busca, quando feita por este determinado usuário.

O Google Hummingbird impactou 90% das buscas no mundo todo.

Leia mais: Atualização Google Hummingbird vai impactar 90% das buscas

Junho: Payday Loan Update

Após algumas novas versões do Panda Update e uma nova atualização do Penguin, em 2013 o Google também implementou o Payday Loan Update.

Esta atualização voltou-se para o que foi classificado como “lugar obscuro” da internet e buscas que geravam um grande número de spams por natureza, como pesquisas relacionadas a empréstimos, pornografia, cassinos, produtos farmacêuticos e outras.

Após o Payday Loan, muitos profissionais da área passaram a prestar uma maior atenção nas Diretrizes para Webmasters do Google a fim de não terem seus sites associados a técnicas de gray/black hat.

Leia mais: Payday Loan 2.0 e Penguin 4.0, duas novas atualizações do Google

2012

Setembro: Exact-Match Domain Update

O foco desta atualização foi acabar de vez com os spams de domínios de correspondência exata na SERP.

Ou seja: criar dezenas de domínios com palavras-chave diferentes em suas URLs para obter posições em duas ou mais buscas tornou-se oficialmente uma estratégia ineficaz.

Abril: Penguin Update

Após o Penguin Update, a maneira de fazer SEO que conhecíamos até então caiu por terra. 

Esta foi a primeira grande atualização de algoritmo focada em combater técnicas black hat para link building e spam, e uma das mais importantes da história do Google.

O impacto nos resultados de busca foi imenso. Isso porque, até então, o mais importante quando falávamos em link building era o volume — ou seja: quanto mais links, melhor.

Como consequência, ganhavam posições de destaque sites que faziam um intenso trabalho de captação de links, mas onde nem sempre a qualidade era um fator determinante.

Com o Penguin, milhões de sites com uma lista infinita de backlinks despencaram na SERP: fazer link building agora era um dos maiores desafios para SEOs de todo o mundo.

Este update teve, no total, 6 versões, sendo a última — o Google Penguin 4.0 — finalmente implementada em 2016, quando, assim como o Panda, foi totalmente integrado ao algoritmo principal do buscador.

Leia mais: Google Penguin é atualizado e poderá afetar sites no mundo todo

Leia mais: Payday Loan 2.0 e Penguin 4.0, duas novas atualizações do Google

Leia mais: Google Penguin dá o troco no “jeitinho hat”

Fevereiro: Venice Update

Assim como o Freshness Update aprimorou a maneira como o Google selecionava resultados com base em sua temporalidade, o Venice Update fez o mesmo com resultados sensíveis à localização.

A partir deste momento, os resultados passaram a se basear, também, na geolocalização de quem fazia a busca, entregando assim resultados personalizados com maior chance de corresponderem a necessidades imediatas, como buscas por restaurantes, por exemplo.

Leia mais: Google Venice update: o que muda em Local SEO

Janeiro: Page Layout Update

Apesar de ter impacto menos de 1% das buscas, esta atualização de algoritmo levantou uma preocupação importante relacionada à experiência do usuário em um website.

Em outras palavras, o Page Layout veio para punir sites cujos anúncios se amontoavam em cima do conteúdo ou site em que os usuários precisavam rolar a página para chegar às suas primeiras informações.

Leia mais: O que Page Layout muda em SEO

2011

Novembro: Freshness Update

Com esta atualização, o algoritmo do Google foi alterado para determinar de maneira mais precisa quando destacar, em seus resultados, conteúdos recentes e mais sensíveis a temporalidade, como por exemplos notícias do momento, espetáculos, festivais e grandes eventos.

Fevereiro: Panda Update

O Google Panda foi o primeiro grande update de algoritmo do Google focado em qualidade de conteúdo e mudou, para sempre, a forma como a experiência geral do usuário dentro de um site seria avaliada pelos mecanismos de busca.

Na época em que o Panda foi desenvolvido, as chamadas content farms — distribuição em massa de conteúdo de baixa qualidade produzido exclusivamente para atender aos robôs de busca — se tornavam um modelo de negócio muito popular, e lucrativo!, entre profissionais do mercado digital.

A junção do aumento do uso de práticas de manipulação de algoritmo com a implementação total do Caffeine Update, no início de 2010, culminou em um declínio na qualidade dos sites entregues pelo Google.

Pensando em como elevar o nível de sua página de resultados, o Google lançou, no dia 23 de fevereiro, uma das mais importantes atualizações de algoritmo até hoje. 

No dia 24, o impacto do update no total de pesquisas já chegava a quase 12%!

Outro motivo pelo qual o Panda foi uma atualização de algoritmo memorável foi o número de melhorias e pequenos updates que se seguiram após sua primeira versão.

Isso aconteceu porque, a princípio, o Panda não foi desenvolvido como parte do algoritmo principal do Google, mas externamente, como uma espécie de filtro a ser aplicado na hora de avaliar os sites. 

Somente em 2016 ele foi incorporado ao algoritmo-chefe, após 5 anos e 29 updates.

2010

Abril: MayDay Update

Com o MayDay Update, a preocupação com a otimização de palavras-chave de cauda longa ganhou destaque entre os profissionais de SEO.

Isso porque esta atualização mudou a forma como o Google avaliava os sites mais adequados para as pesquisas de long tail. Os conteúdos mais negativamente impactados pelo MayDay foram os chamados thin content — conteúdos pobres, curtos e pouco específicos.

2009

Agosto: Caffeine Update

O Caffeine Update foi, na prática, a implementação de um novo sistema de indexação cujo objetivo era rastrear e armazenar dados com mais agilidade e rapidez.

O resultado foi uma SERP com resultados 50% mais atualizados e a integração de indexação e ranqueamento praticamente em tempo-real.

Janeiro: Vince Update

Conhecida como a atualização que beneficiou grande marcas em detrimentos de sites pequenos, o Vince Update foi um divisor de águas no que diz respeito à competitividade de palavras-chave.

A princípio, o Vince foi polêmico porque levantou a suspeita de que o Google estaria beneficiando grandes marcas sem avaliar a qualidade de seus sites, mas a hipótese logo se diluiu.

A partir dele, webmasters se viram obrigados a pensar em SEO não somente como esforços e alterações mecânicas dentro de um website, mas em distribuição de conteúdo, redes sociais, notícias e outros aspectos off-page

2005

Dezembro: Big Daddy

O Big Daddy foi um update muito gradual voltado a infraestrutura do sistema de busca do Google. 

Sua implementação completa durou cerca de três meses e mudou a forma como o buscador lidava com problemas técnicos relacionados a redirecionamentos e canonização, por exemplo.

Setembro: Jagger Update

Esta foi a primeira grande atualização do Google focada em link building. Após o Jagger, passamos a ver um algoritmo mais criterioso com relação a links de baixa qualidade, troca de links, link farms, compra de links e spam de diversas naturezas.

O update aconteceu em três fases: Jagger 1, 2 e 3. Outros aspectos diretamente impactados pelo Jagger Update foram conteúdo, arquitetura de URL, linkagem interna e meta tags.

2003

Novembro: Florida Update

Aqui inicia-se uma nova era para o que conhecemos hoje como SEO — ou, para muitos webmasters, foi este o momento em que o trabalho de otimização de sites realmente ganhou forma.

Esta atualização fez milhares de sites despencarem na SERP porque chegou para acabar de vez com técnicas de ranqueamento ultrapassadas e de baixa qualidade, como keyword stuffing, textos ocultos, links escondidos, entre outras.

Fevereiro: Boston Update

Apesar de não ter tido um grande impacto, o Boston foi importante por ter sido a primeira atualização de algoritmo do Google efetivamente nomeada e oficializada. 

Neste momento, a ideia do buscador era implementar um grande update por mês, mas conforme as atualizações se mostraram cada vez mais necessárias e frequentes, a ideia logo foi deixada de lado.

Escrito por

Bruna Rodrigues

SEO

é redatora especializada em marketing digital, SEO e link building. Já trabalhou em empresas como Ituran, BTG Pactual, Grupo Nova Concursos e é responsável pelas notícias de marketing no Conversion News.

Receba o melhor conteúdo de marketing em seu e-mail

Assine nossa newsletter e fique informado sobre tudo o que acontece no mercado

Conteúdos relacionados

"Tudo deveria se tornar o mais simples possível, mas não simplificado."

Albert Einstein